Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/9689
Document type: Dissertação
Title: Conflito entre trabalho e família e estratégias de conciliação em pessoas casadas
Author: Techio, Gabriela 
Advisor: Oliveira, Manoela Ziebell de
First advisor-co: Andrade, Alexsandro Luiz de
Abstract (native): A vivência do conflito entre as demandas do trabalho e da família é esperada na rotina de indivíduos que ocupam diferentes papéis, como o papel de trabalhador, pai/mãe e cônjuge. Entretanto, quando o conflito entre o trabalho e a família se torna frequente, prejuízos são observados no bem-estar dos indivíduos e em suas relações familiares e profissionais. Frente a isso, as pessoas irão fazer uso de estratégias para conciliar o trabalho e a família, que incluem desde habilidades individuais, como saber gerenciar o tempo, até a busca por suporte social, como o apoio do cônjuge. Esta pesquisa teve por objetivo geral compreender como pessoas casadas e com filhos buscam lidar com o conflito entre trabalho e família, utilizando estratégias de conciliação. Para isso, dois estudos foram conduzidos. O primeiro foi uma revisão sistemática que teve como objetivo identificar as estratégias utilizadas por trabalhadores casados e com filhos diante de situações de conflito entre o trabalho e a família, considerando artigos publicados entre os anos de 2014 e 2019. A busca dos artigos foi realizada nas bases: Web of Science, Scopus, EBSCO e Scielo. Inicialmente 109 artigos foram encontrados, dentre os quais 14 atenderam os critérios de elegibilidade. Como resultados, a classificação temática a qual os artigos foram submetidos permitiu identificou quatro categorias de estratégias: esforços individuais para conciliar trabalho e família, papel do cônjuge, outros suportes e alterações na carreira. A falta de estudos realizados no país, mostra a necessidade de pesquisas sobre o tema no contexto brasileiro. O segundo estudo foi uma pesquisa quantitativa que teve como objetivo investigar a relação entre o conflito trabalho e família, as estratégias de conciliação, a qualidade de vida e a satisfação conjugal de trabalhadores, casados e com filhos até 10 anos. Participaram da pesquisa 149 indivíduos, os quais responderam um questionário on-line com diferentes escalas psicológicas. A maioria dos respondentes (74%) eram mulheres e 55% tinham entre 31 e 40 anos. Sobre os aspectos profissionais, 66% dos trabalhadores possuíam vínculos empregatícios e 56% trabalhavam entre 30 e 40 horas semanais. Sobre aspectos familiares, todos os relacionamentos eram heterossexuais, 69% moravam com o cônjuge há mais de sete anos e 58% tinham apenas um filho. Os resultados demostraram que a experiência do conflito entre os domínios é caracterizada, principalmente, pela interferência do trabalho na família. As estratégias de conciliação mais utilizadas foram: apoio emocional mútuo, perspectiva positiva sobre a situação de dupla renda e competências de gestão e planejamento. Prejuízos nos domínios físico e psicológico da qualidade de vida apareceram como preditores do conflito entre os domínios. Já a satisfação conjugal apresentou uma relação positiva com a estratégia de apoio emocional mútuo entre os cônjuges. Cabe ressaltar que a pesquisa foi conduzida durante o contexto da pandemia do COVID 19 e os resultados ajudam a compreender como as pessoas buscaram conciliar trabalho e família durante o distanciamento social recomendado pelas autoridades de saúde. Os dois estudos fornecem informações importantes para orientadores de carreira, psicólogos clínicos e profissionais da área de recursos humanos auxiliarem funcionários e clientes a lidarem com as demandas profissionais e familiares.
Abstract (english): The experience of conflict between the demands of work and family is expected in the routine of individuals who occupy different roles, such as the role of the worker, father/mother, and spouse. However, when the conflict between work and family becomes frequent, losses are observed in the well-being of individuals and their family and professional relationships. Faced with this, people will make use of strategies to reconcile work and family, which range from individual skills, such as knowing how to manage time, to the search for social support, such as spousal support. This research aimed to understand how married people and children seek to deal with the conflict between work and family, using conciliation strategies. For this, two studies were conducted. The first was a systematic review that aimed to identify the strategies used by married workers and children in situations of conflict between work and family, considering articles published between the years 2014 and 2019. The search for the articles was carried out on bases: Web of Science, Scopus, Ebsco, and Scielo. Initially, 109 articles were found, of which 14 met the eligibility criteria. As a result, the thematic classification identified four categories of strategies: individual efforts to reconcile work and family, the spouse's role, other supports, and career changes. The lack of studies carried out in the country highlighted the need for research on the topic in the Brazilian context. The second study was quantitative research that aimed to investigate the relationship between the conflict between work and family, reconciliation strategies, quality of life, and marital satisfaction of workers, married and with children up to 10 years old. 149 individuals participated in the research, who answered an online questionnaire with different psychological scales. Most respondents (74%) were women and 55% were between 31 and 40 years old. Regarding professional aspects, 66% of workers had employment contracts and 56% worked between 30 and 40 hours a week. Regarding family aspects, all relationships were heterosexual, 69% had lived with their spouse for more than seven years and 58% had only one child. The results showed that the experience of conflict between the domains is mainly characterized by the interference of work in the family. The most used conciliation strategies were: mutual emotional support, positive perspective on the situation of double income, and management and planning skills. Damage in the physical and psychological domains of quality of life appeared as predictors of the conflict between the domains. Marital satisfaction, on the other hand, showed a positive relationship with the strategy of mutual emotional support between spouses. It is noteworthy that the research was conducted during the context of the pandemic of COVID 19 and the results help to understand how people sought to reconcile work and family during social distance. Both studies provide important information for career counselors, clinical psychologists, and human resources professionals to help employees and clients deal with professional and family demands.
Keywords: Conflito Trabalho-Família
Estratégias
Dupla Renda
Work-Family Conflict
Strategies
Dual-Earners
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Escola de Ciências da Saúde e da Vida
Program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Access type: Acesso Aberto
Fulltext access restriction: Trabalho será publicado como artigo ou livro
Time to release fulltext: 60 meses
Date to release fulltext: 10/06/2026
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/9689
Issue Date: 25-Mar-2021
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DIS_GABRIELA_TECHIO_CONFIDENCIAL.pdfGABRIELA_TECHIO_DIS378,03 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.