Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/9455
Document type: Dissertação
Title: A experiência de moradia do idoso: suas relações com o processo de escolha e o bem-estar subjetivo
Author: Bins, Leticia Nobre 
Advisor: Almeida, Stefania Ordovas de
Abstract (native): Estudos sobre a relação do ambiente com o bem-estar de idosos foram amplamente explorados na área de gerontologia e saúde em geral, entretanto, quando se analisa a moradia sob o prisma de uma escolha de consumo, como também é, os estudos escasseiam, sendo necessário um aprofundamento da compreensão da experiência de moradia na terceira idade. Dessa forma, a presente Dissertação tem o objetivo de identificar as relações entre o processo de escolha da residência, as dimensões da experiência de moradia do consumidor idoso e seu bem-estar subjetivo. No intuito de atingir esse propósito, este estudo exploratório de natureza qualitativa realizou entrevistas em profundidade com idosos em dois modelos de moradia: casa (apartamento) própria e residencial de idosos. Foram entrevistados 17 idosos com idades entre 66 e 100 anos, representantes dos dois modelos de moradia, e uma gestora do residencial de idosos. A análise dos dados oriundos das entrevistas possibilitou, em um primeiro momento, a entrega de uma visão integrada das dimensões e aspectos da experiência de moradia em dois modelos distintos: residência própria e residencial idoso, onde as dimensões de Design da Residência e de Ênfase nos Aspectos Sociais são respectivamente as mais valorizadas, em ambos os modelos. Porém, apresentaram diferenças na importância das demais dimensões e aspectos para os idosos, ao analisá-los individualmente em cada modelo e entre modelos. A análise permitiu, ainda, verificar a existência de distintas motivações na busca de moradia, assim como o conhecimento de quais aspectos da experiência de moradia foram considerados para cada uma das motivações. Foi possível identificar que a escolha de moradia nem sempre é uma decisão do próprio idoso, mas, às vezes, uma escolha da família. Outro resultado como consequência das análises foi o entendimento de quais aspectos influenciam no bem-estar subjetivo dos idosos nos diferentes modelos de moradia, o que possibilitou concluir que os idosos estão fazendo boas escolhas. Assim, as análises possibilitaram perceber que as dimensões da experiência de moradia mais valorizadas na escolha dos modelos de residência coincidem com as dimensões que mais influenciaram o bem-estar subjetivo dos idosos.
Abstract (english): Estudos sobre a relação do ambiente com o bem-estar de idosos foram amplamente explorados na área de gerontologia e saúde em geral, entretanto, quando se analisa a moradia sob o prisma de uma escolha de consumo, como também é, os estudos escasseiam, sendo necessário um aprofundamento da compreensão da experiência de moradia na terceira idade. Dessa forma, a presente Dissertação tem o objetivo de identificar as relações entre o processo de escolha da residência, as dimensões da experiência de moradia do consumidor idoso e seu bem-estar subjetivo. No intuito de atingir esse propósito, este estudo exploratório de natureza qualitativa realizou entrevistas em profundidade com idosos em dois modelos de moradia: casa (apartamento) própria e residencial de idosos. Foram entrevistados 17 idosos com idades entre 66 e 100 anos, representantes dos dois modelos de moradia, e uma gestora do residencial de idosos. A análise dos dados oriundos das entrevistas possibilitou, em um primeiro momento, a entrega de uma visão integrada das dimensões e aspectos da experiência de moradia em dois modelos distintos: residência própria e residencial idoso, onde as dimensões de Design da Residência e de Ênfase nos Aspectos Sociais são respectivamente as mais valorizadas, em ambos os modelos. Porém, apresentaram diferenças na importância das demais dimensões e aspectos para os idosos, ao analisá-los individualmente em cada modelo e entre modelos. A análise permitiu, ainda, verificar a existência de distintas motivações na busca de moradia, assim como o conhecimento de quais aspectos da experiência de moradia foram considerados para cada uma das motivações. Foi possível identificar que a escolha de moradia nem sempre é uma decisão do próprio idoso, mas, às vezes, uma escolha da família. Outro resultado como consequência das análises foi o entendimento de quais aspectos influenciam no bem-estar subjetivo dos idosos nos diferentes modelos de moradia, o que possibilitou concluir que os idosos estão fazendo boas escolhas. Assim, as análises possibilitaram perceber que as dimensões da experiência de moradia mais valorizadas na escolha dos modelos de residência coincidem com as dimensões que mais influenciaram o bem-estar subjetivo dos idosos.
Keywords: Consumidor idoso
Experiência de moradia
Bem-estar subjetivo
Comportamento de consumo
Older consumer
Housing experience
Subjective well-being
Consumer behavior
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Escola de Negócios
Program: Programa de Pós-Graduação em Administração e Negócios
Access type: Acesso Aberto
Fulltext access restriction: Trabalho será publicado como artigo ou livro
Time to release fulltext: 36 meses
Date to release fulltext: 21/12/2023
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/9455
Issue Date: 31-Aug-2020
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Administração e Negócios

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DIS_LETICIA_NOBRE_BINS_CONFIDENCIAL.pdfLETICIA_NOBRE_BINS_DIS468.67 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.