Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/259
Document type: Dissertação
Title: Composição da dieta e intensidade de infecção parasitária em bugios-pretos (Alouatta caraya) : buscando evidências de automedicação
Author: Jesus, Anamélia de Souza 
Advisor: Bicca-marques, Júlio César
Abstract (native): O volume de estudos relatando os potenciais benefícios medicinais do consumo de determinados recursos por primatas não-humanos tem aumentado nas últimas décadas. Contudo, a grande maioria destes estudos é restrita aos primatas do Velho Mundo. Apenas recentemente alguns autores têm proposto que os bugios (Alouatta spp.) podem ser beneficiados pela farmacopeia natural presente em suas dietas. Esta pesquisa visou estudar o padrão de atividades e a composição da dieta de um grupo de bugios-pretos (Alouatta caraya) habitante da Estância Casa Branca, Alegrete, RS, e sua relação com a intensidade de infecção parasitária (medida pela liberação de parasitos nas fezes) dos indivíduos.O comportamento (1200 horas de observação), incluindo a ingestão de plantas potencialmente medicinais, e a presença de parasitos em amostras fecais individuais diárias (N=534), foram monitorados durante 15 dias consecutivos por mês no período de fevereiro a julho de 2012. Ovos e proglótides de apenas um cestóide (identificado como Bertiella sp.) foram encontrados nas amostras fecais (prevalência=51%). Considerando as premissas da automedicação animal, não foram encontradas evidências de relação entre o consumo de qualquer item alimentar e a liberação de ovos ou proglódites nas fezes.A alta densidade de plantas com potencial medicinal na área e sua grande contribuição para a dieta do grupo de estudo, aliadas à identificação de apenas uma espécie de parasito na população, permite levantar a hipótese de que os bugios-pretos podem estar se beneficiando, mesmo que involuntariamente, de um efeito profilático contra outras espécies de parasitos. O potencial econômico, social e de saúde pública oriundo da possível descoberta de novos fármacos para uso humano e/ou veterinário a partir de estudos da automedicação por primatas neotropicais teria importantes implicações positivas para a valorização dos próprios macacos e seus habitats.
Abstract (english): The amount of studies reporting the potential medicinal benefits of the ingestion of certain resources by non-human primates has increased in the last decades. However, most of them have focused on Old World primates and only recently some authors have proposed that howler monkeys (Alouatta spp.) may benefit from the natural pharmacopoeia present in their diets. This research aimed to study the activity pattern and diet composition of a group of black-and-gold howler monkeys (Alouatta caraya) inhabiting the Casa Branca Farm, Alegrete, RS, and their relationship with the individual intensity of parasitic infection (measured by the release of parasites in feces).The behavior (1200 hours of observation), including the ingestion of potentially medicinal plants, and the presence of parasites in individual daily fecal samples (N=534) were monitored during 15 consecutive days per month from February to July 2012. Only eggs and proglotydes of a cestode parasite, identified as Bertiella sp., were found in the fecal samples (prevalence=51%). Considering the assumptions of animal self-medication, no relationship between the ingestion of any food item and the release of eggs and proglotydes in the feces was found.The high density of potentially medicinal plants at the site and their high contribution to the diet of the study group, together with the identification of a single parasite species in the population, allows to hypothesize that the howler monkeys might be, even if unintentionally, enjoying the benefits of a prophylactic effect against other parasites. The economic, social and human health potential arising from the discovery of new drugs for human and/or domestic animal use originating from studies on Neotropical primate self-medication would have important positive implications for the valuing of the monkeys and their habitats.
Keywords: ZOOLOGIA
MACACOS - RIO GRANDE DO SUL
ANIMAIS - HÁBITOS E CONDUTA
NUTRIÇÃO ANIMAL
CNPQ Knowledge Areas: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
Language: por
Country: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Biociências
Program: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
Citation: JESUS, Anamélia de Souza. Composição da dieta e intensidade de infecção parasitária em bugios-pretos (Alouatta caraya) : buscando evidências de automedicação. 2013. 72 f. Dissertação (Mestrado em Zoologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013.
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/259
Issue Date: 27-Feb-2013
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Evolução da Biodiversidade

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
449500.pdfTexto Completo1,42 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.