Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/10011
Document type: Dissertação
Title: Aspectos psicossociais da criatividade em profissionais de comunicação
Author: Ferreira, Paula Oviedo 
Advisor: Oliveira, Manoela Ziebell de
Abstract (native): Este estudo foi realizado junto ao Grupo de Estudos em Desenvolvimento de Carreira da área de concentração em Psicologia Social, do Programa de Pós-graduação em Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Seu principal objetivo foi identificar a relação entre aspectos psicossociais da criatividade, job crafting, engajamento no trabalho e estresse em profissionais de comunicação. Trata-se de uma pesquisa de natureza descritiva, com abordagem quantitativa e coleta de dados transversal, realizada a partir de dois estudos. O primeiro tratou da revisão sistemática da literatura produzida entre 2002 e 2018, disponível nas bases EBSCO, Scopus e Web of Science e buscou elucidar construtos relacionados à autoeficácia criativa desde sua concepção. A busca foi realizada nos idiomas inglês, português e espanhol, com os descritores “autoeficácia criativa” e excluiu termos como “escola” e “estudantes”. Foram incluídos neste estudo: artigos empíricos, com revisão por pares, relacionados à autoeficácia criativa em profissionais, escritos em português, inglês ou espanhol. Após aplicação dos critérios, foram analisados 35 artigos empíricos quantitativos com profissionais e organizações diversas. Os resultados revelam 25 promotores e 17 consequentes de autoeficácia criativa entre variáveis pessoais, organizacionais e de times. O estudo permitiu destacar o papel de variáveis individuais na promoção de autoeficácia criativa e a força da relação entre esta variável e criatividade e inovação como consequentes. Também evidencia a falta de estudos brasileiros e em língua portuguesa que atendam os critérios de inclusão (empíricos, com amostras de profissionais e que tenham a autoeficácia criativa como foco da investigação) utilizados. Conclui-se que ainda há necessidade de desenvolver estudos teóricos e empíricos de forma a resolver esta lacuna. O segundo estudo, de caráter quantitativo, deu-se a partir da aplicação de um questionário online, respondido por 152 profissionais de comunicação com mais de 18 anos, no mínimo um ano de experiência profissional e seis meses na mesma organização. Os participantes responderam um questionário sociodemográfico e instrumentos que avaliavam Autoeficácia Criativa, Indicadores de Clima para Criatividade no Trabalho (ICCAT), Identidade Criativa, Job Crafting, Estresse Percebido e Engajamento no Trabalho. Foram elaboradas 14 hipóteses sobre as correlações e relações de predição entre as variáveis. A coleta de dados ocorreu no período de maio a dezembro de 2019. A fim de testar as hipóteses, utilizou-se o software estatístico R para realizar as análises descritivas de frequência, média e desvio padrão das variáveis, análises de correlações e path analisis. Os resultados apontaram que os profissionais de comunicação que compuseram a amostra deste estudo possuem alta autoeficácia criativa e acreditam que a criatividade é um aspecto importante de sua identidade. Ainda, têm escores medianos de estresse e, apesar disso, são altamente engajados no trabalho. Exibem comportamentos de job crafting, principalmente no domínio cognitivo e quanto à busca de recursos estruturais na organização. Em relação às hipóteses testadas, observou-se que: 1) clima para criatividade não apresentou correlação com as variáveis de autoeficácia criativa e identidade criativa, mas as duas relacionaram-se entre si; 2) as relações de predição entre autoeficácia criativa e job crafting foram parcialmente confirmadas; 3) clima para criatividade teve relaçõesparciais de predição com job crafting, engajamento e estresse; 4) a hipótese de que job crafting era preditor de engajamento foi parcialmente confirmada; 5) as relações de predição previstas entre identidade criativa e as demais variáveis foram refutadas. Discutem-se implicações para a teoria e a prática para os profissionais de comunicação e para as organizações.
Abstract (english): This study was carried out with the Career Development Studies Group in the area of concentration in Social Psychology, of the Graduate Program in Psychology at the Pontifical Catholic University of Rio Grande do Sul. Its main objective was to identify the relationship between psychosocial aspects of creativity, job crafting, work engagement and stress in communication professionals. It is a descriptive research, with a quantitative approach and cross-sectional data collection, developed in two studies. The first one was a systematic review of the literature produced between 2002 and 2018, available on the EBSCO, Scopus and Web of Science databases and sought to elucidate constructs related to creative selfefficacy since its conception. The search was conducted in English, Portuguese and Spanish, with the descriptors "creative self-efficacy" and excluded terms such as "school" and "students". This study included: empirical articles, with peer review, related to creative selfefficacy in professionals, written in Portuguese, English or Spanish. After applying the criteria, 35 quantitative empirical articles with different professionals and organizations were analyzed. The results reveal 25 promoters and 17 consequent of creative self-efficacy among personal, organizational and team variables. The study allowed highlighting the role of individual variables in promoting creative self-efficacy and the strength of the relationship between this variable and creativity and innovation as a consequence. It also highlights the lack of Brazilian and Portuguese studies that meet the inclusion criteria (empirical, with samples of professionals and that have creative self-efficacy as the focus of the investigation) applied. It is concluded that there is still a need to develop theoretical and empirical studies in order to solve this gap. The second study, a quantitative design, took place from the application of an online questionnaire, answered by 152 communication professionals with more than 18 years, with at least one year of professional experience and six months in the same organization.
Keywords: Clima para Criatividade
Autoeficácia Criativa
Identidade Criativa
Profissionais de Comunicação
Engajamento
Estresse
Climate for Creativity
Creative Self-Efficacy
Creative Identity
Communication Professionals
Engagement
Job Crafting
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS HUMANAS: PSICOLOGIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Escola de Ciências Saúde e da Vida
Program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Access type: Acesso Aberto
Fulltext access restriction: Trabalho será publicado como artigo ou livro
Time to release fulltext: 60 meses
Date to release fulltext: 09/12/2026
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/10011
Issue Date: 28-Feb-2020
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DIS_PAULA_OVIEDO_FERREIRA_CONFIDENCIAL.pdfPAULA_OVIEDO_FERREIRA_DIS369,36 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.