Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/9968
Document type: Tese
Title: Caminhada nórdica na doença de parkinson : percepções do sujeito praticante e aspectos cinético-funcionais
Author: Casarotto, Veronica Jocasta 
Advisor: Mestriner, Régis Gemerasca
First advisor-co: Baptista, Rafael Reimann
Abstract (native): A Doença de Parkinson (DP) é uma condição idiopática, crônico-degenerativa e progressiva do Sistema Nervoso Central (SNC) que acarreta sinais e sintomas motores e não motores no indivíduo acometido. Tais modificações causam prejuízo na postura e no equilíbrio, interferindo nos sistemas somatossensorial, neuromusculoesquelético, vestibular, na visão, dentre outros. Uma das intervenções não farmacológicas que vem sendo estudada para o tratamento adjuvante da DP é a Caminhada Nórdica (CN), que é uma caminhada apoiada em bastões. Entre seus benfícios estão a melhora das habilidades motoras e da mobilidade funcional dos indivíduos, bem como a redução na taxa de quedas. Além disso, a participação em grupos de CN parece auxiliar no manejo de transtornos de humor e sintomas depressivos. Esta pesquisa, portanto, estudou a percepção de pessoas com a DP quanto à prática regular da CN e ao impacto cinético-funcional da presença de bastões sobre a mobilidade de tais indivíduos no dia a dia. Além disso, avaliou o impacto da prática da CN na redução da preocupação dos participantes com a ocorrência de quedas da própria altura. Trata-se de um estudo transversal, observacional, com recortes qualitativo e quantitativo. O recorte qualitativo foi composto por grupo focal, e os dados foram tratados pela análise do discurso. No recorte quantitativo, foram realizadas as avaliações na fase ON (quando a Levodopa tem sua ação e reduz os sintomas motores) da medicação. No primeiro dia de avaliação, foram aplicados a Escala Internacional de Eficácia de Quedas (FES-I), o Parkinson Disease Questionnaire-39 (PDQ-39), a Escala Unificada de Avaliação da Doença de Parkinson (UPDRS III – exame motor) e a Escala Hoehn and Yahr (H&Y). No segundo dia, foram aplicados o Teste de Caminhada de 6 Minutos (TC6), o Timed Up and Go (TUG), o Teste de Sentar-Levantar 1 minuto (TSL1M) e o Montreal Cognitive Assessment (MoCA). O protocolo de exercício baseado em CN foi composto por 60 sessões realizadas duas vezes por semana, com uma hora de duração cada. A partir das falas dos participantes, emergiram cinco categorias principais: benefícios da CN para pessoas com Doença de Parkinson; incorporação dos bastões utilizados na CN no cotidiano; convívio do grupo de CN como dispositivo de auxílio no tratamento; sentimentos das pessoas com Doença de Parkinson sobre a sua condição; e, por último, o presente e o futuro: expectativas e entrega. No recorte quantitativo, o protocolo de treinamento com CN não foi suficiente para gerar uma redução na preocupação com a ocorrência de quedas nos participantes com DP. De um modo geral, observou que a CN gerou conteúdo compatível com um coping positivo em face ao enfrentamento da doença, algo que está para além das questões cinético-funcionais e biomecânicas descritas na literatura. Conclui-se, assim, que a CN é benéfica aos seus praticantes, tanto para a melhora da percepção de funcionalidade quanto para auxiliar na postura de enfrentamento da doença.
Abstract (english): Parkinson’s Disease (PD) is an idiopathic, chronic-degenerative, and progressive condition of the Central Nervous System (CNS) that causes motor and non-motor signs and symptoms in the affected individual. Such changes cause damage to posture and balance, interfering with the somatosensory, neuromusculoskeletal, vestibular, and vision systems, among others. One of the non-pharmacological interventions that have been studied for the adjuvant treatment of PD is the Nordic Walk (NW), which is a walk supported by sticks. Among its benefits, the improvement of individuals' motor skills and functional mobility, as well as the reduction in the rate of falls. Furthermore, participation in NW groups seems to help in the management of mood disorders and depressive symptoms. Therefore, this research studied the perception of people with PD regarding the regular practice of NW and the kinetic-functional impact of the presence of bats on the mobility of such individuals in their daily lives. In addition, it assessed the impact of the NW practice in reducing the participants' concern with the occurrence of falls from their height. This is a cross-sectional, observational study, with qualitative and quantitative cuts. The qualitative cut consisted of a focus group and data treatment by discourse analysis. In the quantitative cut, evaluations were carried out in the ON phase of the medication (when Levodopa has its action and reduces motor symptoms). On the first day of assessment, the International Fall Efficacy Scale (FES-I), Parkinson Disease Questionnaire-39 (PDQ-39) and Unified Parkinson's Disease Rating Scale (UPDRS III – motor exam), and the Hoehn & Yahr Scale (H&Y) were applied. On the second day, the 6-minute walk test (6MWT), the Timed Up and Go (TUG), the 1-minute Sit-Up Test (TSL1M), and the Montreal Cognitive Assessment (MoCA) were applied. The exercise protocol based on NW was composed of 60 sessions performed twice a week, lasting one hour each. From the participants' statements, five main categories emerged: NW benefits for people with Parkinson's Disease; incorporation of the bats used in the NW in everyday life; the NW group coexistence as an aid device in the treatment; feelings of people with Parkinson’s Disease about their condition; and, finally, the present and the future: expectations and delivery. In the quantitative cut, the NW training protocol was not enough to reduce the concern with the occurrence of falls in participants with PD. In general, he observed that NW generated content compatible with a positive coping in the face of coping with the disease, something that goes beyond the kinetic-functional and biomechanical issues described in the literature. It is concluded that NW is beneficial to its practitioners, both to improve the perception of functionality and to assist in the posture of coping with the disease.
Keywords: Doença de Parkinson
Caminhada Nórdica
Aspectos Cinéticos-Funcionais
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Escola de Medicina
Program: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Access type: Acesso Aberto
Fulltext access restriction: Trabalho será publicado como artigo ou livro
Time to release fulltext: 60 meses
Date to release fulltext: 18/11/2026
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/9968
Issue Date: 27-Aug-2021
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TES_VERONICA_JOCASTA_CASAROTTO_CONFIDENCIAL.pdfVERONICA_JOCASTA_CASAROTTO_TES522,12 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.