Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/9087
Document type: Dissertação
Title: Inventário de organização da personalidade : uma revisão sistemática
Author: Azevedo, Juliana Tainski de 
Advisor: Mottin, Cláudio Corá
Abstract (native): Referencial teórico: O conceito de personalidade se refere a um conjunto de características do indivíduo, que mantém seu comportamento relativamente estável e, consequentemente, o torna um ser com características únicas. Os modelos teóricos são hipóteses baseadas em achados observáveis, e sua base apoia-se em teorias desenvolvidas previamente. O modelo de Organização da Personalidade (OP) de Otto Kernberg baseia-se na teoria das relações de objeto oriunda da psicanálise e objetiva compreender e explorar os constructos Difusão de Identidade, Defesas Primitivas e Teste de Realidade, bem como Agressividade e Valores Moraes, possibilitando ao clínico uma gama útil de informação, detecção e compreensão dos matizes de gravidade sintomática. O Inventário de Organização da personalidade (IPO) é um instrumento autoaplicável que pretende medir estes construtos. Objetivos: Tendo em vista a diversidade de estudos e o amplo uso do IPO no mundo, esta revisão buscou sistematizar os resultados das evidências científicas para utilização do IPO como instrumento clínico e de pesquisa. Estratégia de Seleção: Foram pesquisados nas fontes MEDLINE (acessado pelo PubMed), EMBASE, Psycoanalitic Eletronic Plublishing (PEP) e o Periódicos CAPES (através do servidor EBSCO, que inclui a busca no PsycINFO), utilizando-se os descritores “IPO”, “Inventory of Personality Organization” e “personality organization". Não houve restrição de população, metodologia, intervenção ou data de início dos estudos, apenas o limite de março de 2019. Sessenta estudos foram selecionados e subdivididos em estudos de propriedades psicométricas e de aplicação clínica. O protocolo de registro do PROSPERO foi CRD42017068009. Resultados: Quanto aos resultados psicométricos, observou-se uma ausência de padronização e divergências nos resultados referentes aos modelos fatoriais mais adequados para representar os construtos da OP medido pelo IPO. No entanto, parece haver uma tendência atual a escolha de modelos fatoriais que apresentem um Fator de Geral como expressão da gravidade da doença estrutural. Indícios apontam para a união das duas Subescalas Clínicas Primárias em uma única composta por DI e DP. Estruturas fatoriais necessitam ainda de serem confirmadas em outras pesquisas. A relevância e aplicabilidade clínica do IPO bastante extensas e diversificadas foram confirmadas. Campos de pesquisas futuras e perspectivas do uso de IPO na prática clínica propriamente dita são discutidas e propostas. Conclusões: Os resultados obtidos com esta revisão sistemática indicaram implicações relevantes do uso do instrumento na prática clínica com alguns indicativos de predição de desfechos. A abordagem de expressões clinicamente detectáveis e disfuncionais, quando guiados pelo entendimento mais amplo e profundo do comportamento humano, a saber da OP, pode ser otimizado e apresentar melhores respostas em âmbito clínico geral. O IPO pode oportunizar este entendimento de forma útil e amplamente difundida.
Abstract (english): Theoretical framework: The concept of personality refers to an individual's characteristic set, which maintains people's behavior relatively stable, consequently, it makes the individual a being who has got unique characteristics. The theory models are hypothesis based on Observable Phenomenon, and their base follow theories previously developed. Otto Kernberg’s Personality Organization model (PO) is based on object-relations theory, which has came from psychoanalysis, its objective systematizes the evaluation of the constructs Identity Diffusion, Primitive Defenses, and Reality Testing, as well as, Aggressiveness and Moral Values, it enables the professional a range of information, detection and understanding of symptomatic severity. The Inventory of Personality Organization (IPO) is a tool, which mensures these constructs. Goals: Given the diversity of studies and the wide use of the IPO worldwide, this review sought to systematize and explored the scientific evidence to use IPO as a clinical and research instrument. Selection Strategy: They were searched in MEDLINE sources (accessed by PubMed), EMBASE, Psycoanalitic Electronic Plublishing (PEP) and CAPES Periodicals (through the EBSCO server, which includes the PsycINFO search), using the descriptors “IPO”, “Inventory of Personality”, Organization” and “personality organization”. There was no population restriction, methodology, intervention, or study start date, only the March 2019 limit. Sixty studies were selected and subdivided into studies of psychometric properties and clinical application. Registration number was CRD42017068009. Results: According to inclusion and exclusion criteria, 60 studies have been selected and subdivided in studies of psychometric properties and validation, and clinical application. About the psychometric results, there was an absence of standardization and divergences in the results referring to the most adequate factorial models to represent the constructs of PO measured by the IPO. However, it seems to be a current tendency to choose factorial models which present a General Factor as an expression of the structural pathology severity evidence points to the union of the two Primary Clinical Subscales in a single one composed of ID and DP. The IPO has presented several and extensive clinical relevance and applicability. Fields of future research and IPO perspectives use in clinical practice are discussed. Conclusion: The obtained results in this systematic review may have important implications for clinical practice. The clinically detectable and dysfunctional expressions’ approach, when guided by the broader and deeper understanding of human behavior. Knowing PO, it can be optimized and present better responses in a general clinical ambit. The IPO can provide this understanding in a useful and widely diffused way.
Keywords: Inventário de Organização da Personalidade
Organização da Personalidade
Revisão Sistemática
Diagnóstico Estrutural
Personalidade
Inventory of Personality Organization
Personality Organization
Systematic Review
Structural Diagnosis
Personality
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Escola de Medicina
Program: Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde
Access type: Acesso Aberto
Fulltext access restriction: Trabalho será publicado como artigo ou livro
Time to release fulltext: 60 meses
Date to release fulltext: 10/02/2025
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/9087
Issue Date: 16-Aug-2019
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DIS_JULIANA_TAINSKI_DE_AZEVEDO_CONFIDENCIAL.pdfJULIANA_TAINSKI_DE_AZEVEDO_DIS389.22 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.