Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/7691
Document type: Tese
Title: As reformas educacionais de Santa Catarina e a instrumentalização do ensino patriótico : laços políticos, oligárquicos e culturais (1911-1945)
Author: Moraes, Marcos Juvencio de 
Advisor: Gertz, René Ernaini
First advisor-co: Abreu, Luciano Aronne de
Abstract (native): Este trabalho é resultado de análises e investigações sobre a realidade política e educacional de Santa Catarina, no período de 1911 a 1945, levando em consideração relações oligárquicas estatuais, disputas partidárias e pessoais, transformações no sistema de ensino, e atritos étnico-políticos. Estuda-se a composição de grupos político-econômicos a partir da virada do Império para a Primeira República, e o comportamento desses grupos até 1945. Investigam-se as ações educativas (reformas do ensino) dos governos Vidal Ramos (1911-1914), Ptolomeu de Assis Brasil/Rui Zobaran (1930-1933), e Nereu Ramos (1935-1945), tentando compreender os períodos políticos e os objetivos dos governantes, naqueles momentos. Faz-se uma tentativa de ver como se processaram as disputas num contexto de Estado Liberal republicano e de um Estado Interventor estadonovista, além da composição de um modelo nacionalista de atuação governamental catarinense. Tenta-se verificar a composição das oligarquias políticas e suas relações com a educação catarinense, principalmente as práticas político-educacionais da oligarquia Ramos, que, em determinados períodos da história catarinense, ocupou cargos públicos e políticos importantes, implementando ações patrióticas no meio escolar como parte de um plano de ensino capaz de modificar a realidade social, em benefício próprio. Busca-se descrever e analisar as características da primeira Reforma do Ensino republicana (empreendida na gestão Vidal Ramos), da Reforma do Ensino do Governo Provisório (empreendida por Ptolomeu de Assis Brasil e Rui Zobaran), e da Reforma do Ensino do Estado Novo (empreendida pela gestão Nereu Ramos), relacionando-as em suas rupturas e continuidades. Compreenderemos que os laços de parentesco entre os governos, o modelo educacional patriótico que se implantou e os objetivos de usar da escola para formação de um cidadão moldado às regras do Estado constituem alguns dos laços de continuidades estre as reformas. Por outro lado, veremos que a intensidade das ações educativas, o momento histórico internacional, nacional e estadual, e algumas inovações legislativas, constituem diferenças entre elas.
Abstract (english): The present work results from the analysis and investigations of the political and educational situation of Santa Catarina in the period between 1911 and 1945, regarding state oligarchic relations, partisan and personal disputes, transformations in the education system and ethnic-political conflicts. The composition of political-economic groups as from the turn of the Empire into the First Republic and the proceedings of such groups until 1945 are here studied. The educational actions (educational reforms) carried out during the terms of Vidal Ramos (1911-1914), Ptolomeu de Assis Brasil/Rui Zobaran (1930-1933), and Nereu Ramos (1935-1945) are investigated, aiming to understand those political periods and the purposes of these rulers at their times. An attempt is made to look at how the disputes occurred under the scenarios of a republican, liberal State and an intervening Estado Novo, as well as the composition of a nationalist model for the governmental action in Santa Catarina. It is tried to ascertain the composition of the political oligarchies and how they relate to education in Santa Catarina, especially the political-educational practices of the Ramos oligarchy, whose members, in certain periods of the history of Santa Catarina, have occupied notorious public and political offices, implementing patriotic acts in school environment as part of an education program capable of modifying the social reality to their own benefit. It is sought to describe and analyze the characteristics of the republican first educational reform (performed under the tenure of Vidal Ramos), the educational reform of the provisional government (performed under the tenure of Ptolomeu de Assis Brasil and Rui Zobaran), and the educational reform of the Estado Novo (performed under the tenure of Nereu Ramos), linking each to the others in their divergences and continuities. We will then comprehend that family ties between the governors, the patriotic education model implemented and the purposes on using school as to form citizens shaped by the rules of the State make some of the connections between the reforms. On the other hand, we will see that the depth of the educational actions, historical moments of nation and state, and some innovations on the laws constitute differences between them.
Keywords: História da Educação em Santa Catarina
Nacionalização do Ensino
Reformas Escolares
Oligarquia Ramos
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Escola de Humanidades
Program: Programa de Pós-Graduação em História
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/7691
Issue Date: 29-Aug-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TES_MARCOS_JUVENCIO_DE_MORAES_COMPLETO.pdfTexto Completo4,31 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.