Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1570
Document type: Dissertação
Title: Avaliação dos efeitos da desnutrição intra-uterina e extra-uterina precoce no limiar de crises convulsivas e na morfometria do hipocampo
Author: Florian, Mariana Lorenzet 
Advisor: Nunes, Magda Lahorgue
Abstract (native): Objetivos: Avaliar a influência de dois paradigmas distintos de desnutrição (intra-uterina x extra-uterina) no peso corporal e cerebral, no limiar para crises convulsivas e na morfometria do hipocampo de ratos em desenvolvimento. Metodologia: O modelo de desnutrição intra-uterina constou em reduzir pela metade a ração oferecida à fêmea durante todo o período gestacional; a desnutrição extra-uterina constou da limitação progressiva da lactação através do afastamento da fêmea nutriz de seus filhotes, de P2 a P15. A indução de crise convulsiva foi realizada através da exposição ao flurotil, em P15. No mesmo dia, os animais foram submetidos à perfusão transcardíaca e seus cérebros foram processados histologicamente. A análise morfométrica baseou-se na estimativa do número total de neurônios das regiões CA1, CA2, CA3, CA4 e giro denteado do hipocampo, através do cálculo do volume e da densidade celular. Resultados: A desnutrição extra-uterina reduziu de forma significativa o peso corporal dos animais, tanto em P7 como em P15; e cerebral, somente no grupo sem crise, em relação aos controles nutridos. O limiar para crise convulsiva também foi significativamente reduzido nos animais desnutridos extra-uterinos em relação aos nutridos e desnutridos intra-uterinos. A desnutrição intra-uterina per se reduziu significativamente o número de células das regiões CA2 e CA3 do hipocampo, em relação aos animais nutridos. Não encontramos diferença significativa entre os dois tipos de desnutrição em relação ao número de células nas cinco regiões hipocampais. No giro denteado encontramos um aumento significativo (p=0,03) de células no grupo nutrido submetido à crise convulsiva, em relação ao nutrido sem crise. Conclusões: O paradigma de desnutrição extra-uterina foi mais eficaz que o intra-uterino na redução no peso corporal e cerebral dos animais em estudo, assim como na redução do limiar para crises convulsivas. A morfometria do hipocampo não evidenciou diferença significativa quando comparados os paradigmas de desnutrição entre si. Entretanto, a desnutrição intra-uterina trouxe redução celular em CA2 e CA3 em comparação aos controles nutridos. Os animais nutridos submetidos à crise convulsiva apresentaram maior celularidade no giro denteado.
Keywords: NEUROLOGIA
DESNUTRIÇÃO
EPIDEMIOLOGIA
CONVULSÕES
ANIMAIS DE LABORATÓRIO
RATOS - EXPERIÊNCIAS
CNPQ Knowledge Areas: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Medicina
Program: Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde
Citation: FLORIAN, Mariana Lorenzet. Avaliação dos efeitos da desnutrição intra-uterina e extra-uterina precoce no limiar de crises convulsivas e na morfometria do hipocampo. 2010. 83 f. Dissertação (Mestrado em Medicina e Ciências da Saúde) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1570
Issue Date: 26-Mar-2010
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
423333.pdfTexto Completo1,03 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.