Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1362
Document type: Dissertação
Title: Avaliação antropométrica em crianças com epilepsia
Author: Gutheil, Maria Eugênia Goulart 
Advisor: Nunes, Magda Lahorgue
Abstract (native): INTRODUÇÃO : Desnutrição e epilepsia são problemas prevalentes em países em desenvolvimento, sendo uma relação causa-efeito sugerida em estudos em modelo animal. Não existem evidências de que a desnutrição possa ser considerada uma causa direta de epilepsia, entretanto, poderia favorecer o aparecimento da epilepsia ou convulsões relacionadas a deficiências nutricionais. Não é claro também a influência das epilepsias iniciadas na infância sobre o desenvolvimento pôndero - estatural. OBJETIVO : Avaliar as medidas antropométricas de crianças com epilepsia. MÉTODOS : Estudo caso controle comparando peso, estatura e Índice de Massa Corporal (IMC) de 27 crianças com epilepsia refratária pareadas (1:1) em relação a sexo e idade com crianças sem doenças crônicas, com idade entre 4 e 10 anos, recrutadas no Ambulatório de Neurologia Pediátrica e Epilepsia e no Ambulatório Geral de Pediatria do Hospital São Lucas da PUCRS (HSL-PUCRS), respectivamente. As medidas de peso e estatura foram aferidas pela pesquisadora e um bolsista, treinado. Informações quanto ao tipo, freqüência e horário das crises e drogas antiepilépticas utilizadas foram fornecidas pelos pais e/ou responsáveis durante a aferição das medidas antropométricas. O teste t de Student foi utilizado para a análise estatística e o nível de significância estabelecido em p < 0.05. Estudo aprovado pelo Comitê de Ética. RESULTADOS : Encontraram-se índices de escore Z Altura para a idade (A/I) menores nas crianças com epilepsia quando comparadas às crianças do grupo controle na mesma faixa etária (p=0,02), enquanto índices de escore Z Peso para a idade (P/I) e Índice de Massa Corporal para a idade (IMC/I) não apresentaram diferença significativa entre os grupos (p=0,07; p=0,22, respectivamente). Além disto, o estado nutricional das crianças com epilepsia não demonstrou relação quanto ao tipo de tratamento (Escore Z P/I p=0,886; Escore Z A/I p=0,782; Escore Z IMC/I p=0,850), freqüência (Escore Z de Peso para idade p=0,698; Escore Z de Altura para idade p=0,678; Escore Z de IMC para idade p=0,999), horário (Escore Z de Peso para idade p=0,878; Escore Z de Altura para idade p=0,983; Escore Z de IMC para idade p=0,741) e tipo das crises (Escore Z de Peso para idade p= 0,834; Escore Z de Altura para idade p=0,686; Escore Z de IMC para idade p=0,757). CONCLUSÃO : Nossos achados sugerem que crianças com epilepsia refratária apresentam índices de escore Z A/I menores quando comparadas as crianças sem epilepsia
Keywords: MEDICINA
PEDIATRA
EPILEPSIA
CONVULSÕES
CRIANÇAS
AVALIAÇÃO NUTRICIONAL
ANTROPOMETRIA
ANTICONVULSIVOS
CNPQ Knowledge Areas: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Medicina
Program: Programa de Pós-Graduação em Medicina/Pediatria e Saúde da Criança
Citation: GUTHEIL, Maria Eugênia Goulart. Avaliação antropométrica em crianças com epilepsia. 2011. 75 f. Dissertação (Mestrado em Pediatria e Saúde da Criança) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011.
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1362
Issue Date: 16-Mar-2011
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Pediatria e Saúde da Criança

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
432299.pdfTexto Completo424,15 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.