Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/9369
Document type: Dissertação
Title: Geopolítica e meio ambiente na política externa brasileira dos anos 1970
Author: Zeca, Bruna Gorgen 
Advisor: Silveira, Helder Volmar Gordim da
Abstract (native): O objeto desta pesquisa consiste em analisar a política exterior do Brasil sobre o meio ambiente na década de 1970. Nesse período, dois momentos importantes relativos à questão ambiental fizeram parte da agenda externa brasileira: a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, também conhecida como Conferência de Estocolmo, em 1972, e o Tratado de Cooperação Amazônica (TCA), em 1978. Partiu-se da percepção inicial de que em ambos os momentos a política externa parecia tratar do meio ambiente de forma sobremaneira distinta para um curto intervalo de tempo, o que motivou a pesquisa. Com base no entendimento teórico adotado acerca da política externa de um país, buscou-se compreender a articulação dos condicionantes internos e externos em relação à construção do posicionamento da política externa brasileira frente à ascensão do meio ambiente como pauta das relações internacionais nos anos 1970. Para tanto, fez-se uso essencialmente de documentos oficiais, como relatórios do Itamaraty, exposições de motivos, pronunciamentos de representantes brasileiros e resoluções de órgãos internacionais. Verificou-se que aspectos geopolíticos e desenvolvimentistas estiveram sempre atuando como pano de fundo da abordagem ambiental tomada pela política externa brasileira, influindo para que o Brasil viesse a incorporar essas questões por meio de sua diplomacia.
Abstract (english): The object of this research consists in analyzing Brazil’s foreign policy on the environment in the decade of 1970. During this period, two important moments related to the environmental issue were part the Brazilian external agenda: The United Nations Conference on the Human Environment, also known as the Stockholm Conference, in 1972, and the Amazon Cooperation Treaty (ACT), in 1978. It started from the initial perception that in both moments the foreign policy seemed to deal with the environment in a very different way in this short period of time, which motivated the research. Based on the adopted theoretical understanding about the foreign policy of a country, it was sought to understand the articulation of internal and external conditions in relation to the construction of the positioning of Brazilian foreign policy in the face of the rise of the environment as an agenda of international relations in the 1970s. To that end, were used official documents, such as reports from Itamaraty, explanatory statements, statements by Brazilian representatives and resolutions by international bodies. It was found that geopolitical and developmental aspects have always been acting as a background to the environmental approach taken by Brazilian foreign policy, influencing Brazil to come to incorporate these issues through its diplomacy.
Keywords: Política Externa
Meio Ambiente
Conferência de Estocolmo
Tratado de Cooperação Amazônica
Foreign Policy
Environment
Stockholm Conference
Amazon Cooperation Treaty
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS HUMANAS::HISTORIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Escola de Humanidades
Program: Programa de Pós-Graduação em História
Access type: Acesso Aberto
Fulltext access restriction: Trabalho não apresenta restrição para publicação
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/9369
Issue Date: 18-Aug-2020
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Bruna Gorgen Zeca Dis.pdfBRUNA_GORGEN_ZECA_DIS1,68 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.