Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/631
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorGrassi-oliveira, Rodrigo-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4751753T6por
dc.contributor.advisor1Stein, Lilian Milnitsky-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4781124P4por
dc.date.accessioned2015-04-14T13:21:27Z-
dc.date.available2008-06-20-
dc.date.issued2007-11-22-
dc.identifier.citationGRASSI-OLIVEIRA, Rodrigo. Traumatologia desenvolvimental : o impacto da negligência na infância na memória de adultos. 2007. 128 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.por
dc.identifier.urihttp://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/631-
dc.description.resumoINTRODUÇÃO: A traumatologia desenvolvimental é um termo proposto por De Bellis, (2001) e consiste na investigação sistemática do impacto psiquiátrico e psicobiológico de eventos adversos ao desenvolvimento infantil. A maioria dos estudos com animais utilizam modelos de privação materna para investigar o efeito do estresse precoce na resposta comportamental e neurobiológica de adultos, mas surpreendentemente o impacto psicobiológico das formas de negligência infantil são muito poucos investigados em humanos. OBJETIVO: Estudar o efeito da história de negligência na infância em relação à performance em testes de memória de mulheres com Depressão Maior (MDD), além de investigar associações com variáveis neurobiológicas e psicossociais. MÉTODO: A presente tese é composta por três estudos. O primeiro estudo, de cunho teórico, revisa os últimos 18 anos da literatura científica no que tange a artigos sobre psicobiologia dos maus-tratos infantis, publicados em revistas com fator de impacto maior que 1. O segundo estudo propõe um modelo de regressão múltipla, onde se investigou o papel da negligência física na infância (CPN) e do nível plasmático do Fator Neurotrófico Derivado do Cérebro (BDNF) no desempenho da memória verbal de mulheres adultas com MDD. Por fim, o terceiro estudo consistiu em um experimento onde mulheres com MDD e que relatavam ter sofrido negligência emocional na infância (CEN) foram comparadas com mulheres com MDD sem CEN e controles saudáveis em relação ao desempenho em um teste de reconhecimento para palavras semanticamente associadas. RESULTADOS: No primeiro estudo Psicobiologia dos Maus-tratos na Infância: Efeito de Peso Alostático? foram selecionados 75 artigos (Fator de Impacto JCR: 1 - 31.4, mediana: 5.88) para essa revisão. Os resultados do segundo estudo Negligência Física na Infância, Baixo Fator Neurotrófico Derivado do Cérebro (BDNF) no Plasma e Prejuízo da Memória Verbal em Adultos sugerem a existência de correlações significativas entre recordação verbal imediata e severidade da depressão, sintomas do transtorno de estresse pós-traumático, negligência física na infância (CPN) e BDNF plasmático. A recordação verbal posterior mostrou-se associada às mesmas variáveis, além de estar associada com a quantidade de anos de instrução. Ainda, o grupo com depressão maior e histórico de negligência física na infância (MDD + CPN) mostrou maior prejuízo na recordação imediata e posterior quando comparado aos demais grupos, mas o mesmo padrão não é observado para o percentual de retenção da memória. Foi observado que a severidade da CPN e o baixo BDNF plasmático predizem o prejuízo na recordação verbal imediata. Além disso, a CPN foi relacionada com o grau de comprometimento da memória verbal imediata e posterior, corroborando diversos estudos que investigaram essa relação com exposição na infância ao abuso sexual. O terceiro estudo O Comprometimento da Memória de Essência em Mulheres com Negligência Emocional na Infância Reduz o Falso Reconhecimento indica que o grupo com negligência emocional (EN+) teve menores porcentagens de reconhecimento falso quando comparado com os grupos sem negligência emocional (EN-) e o controle. No que diz respeito ao reconhecimento correto de palavras que foram mostradas anteriormente (taxas de acerto), os grupos não mostraram diferenças significativas entre si. Métodos de detecção de sinal apontam para diferenças significativas entre grupos na sensibilidade para memória literal. Condizente com as análises iniciais, o grupo EN+ foi menos afetado pelo efeito semântico, indicando um comprometimento da capacidade de associação semântica, refletido pelo prejuízo na memória de essência. CONCLUSÃO: A presente tese traz resultados até então não encontrados na literatura. Os estudos sugerem um efeito das formas de negligência na infância sobre a memória que poderia ser modulado pela ação de neurotrofinas. Considerando que o modelo da traumatologia desenvolvimental consiste em uma rede de complexas interações entre genética, experiências ambientais, períodos críticos de vulnerabilidade desenvolvimental e características de resiliência, na tentativa de entender como tais fatores poderiam influenciar mudanças nos sistemas biológicos de estresse e no desenvolvimento cerebral, ressalta-se a necessidade de replicação dos resultados para conclusões mais definitivas.por
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2015-04-14T13:21:27Z (GMT). No. of bitstreams: 1 401825.pdf: 1382109 bytes, checksum: f74c6f908d10490fb30a927b02c207b2 (MD5) Previous issue date: 2007-11-22eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucrs.br:80/tede2/retrieve/6909/401825.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpor
dc.publisher.departmentFaculdade de Psicologiapor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsPUCRSpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Psicologiapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectPSICOLOGIApor
dc.subjectPSICOBIOLOGIApor
dc.subjectCRIANÇAS - MAUS TRATOSpor
dc.subjectTRAUMAS PSICOLÓGICOSpor
dc.subjectESTRESSEpor
dc.subjectDEPRESSÃOpor
dc.subjectMEMÓRIApor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIApor
dc.titleTraumatologia desenvolvimental : o impacto da negligência na infância na memória de adultospor
dc.typeTesepor
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
401825.pdfTexto Completo1,35 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.