Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1028
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorBarbieri, Guilherme Machado-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4258342Y6por
dc.contributor.advisor1Burnett Junior, Luiz Henrique-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4778680J0por
dc.date.accessioned2015-04-14T13:29:30Z-
dc.date.available2009-12-10-
dc.date.issued2009-01-16-
dc.identifier.citationBARBIERI, Guilherme Machado. Avaliação "in vitro" da resistência à abrasão de resinas compostas comerciais à base de dimetacrilato e uma à base de silorano fotoativadas com duas densidades de energia. / A influência de dentifrícios clareadores na rugosidade superficial de duas resinas compostas comerciais.. 2009. 66 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009.por
dc.identifier.urihttp://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1028-
dc.description.resumoArtigo 1 - Objetivo: Comparar a rugosidade de superfície de quatro resinas compostas com diferentes composições de matriz orgânica, através do ensaio de abrasão por escovação simulada até 20.000 ciclos. Materiais e Métodos: Cento e sessenta corpos de prova foram confeccionados e divididos em 16 grupos (n=10) conforme o tipo de resina, fonte de luz e quantidade de energia. As resinas utilizadas foram Charisma, Z250, ROK e Filtek LS, sendo fotopolimerizadas com LED ou Luz halógena, recebendo 8 ou 16 J/cm². Após 24 horas, os corpos de prova foram submetidos à escovação simulada com dentifrício e escova macia por períodos de tempo equivalentes à 6 meses (5000 ciclos), 12 meses (10.000 ciclos) e 24 meses (20.000 ciclos). Após cada período foi realizada a medição da rugosidade de superfície. Resultados: Fatores como energia (p=0,0001), tipo de fonte (p=0,0047), resinas (p=0,0001) e ciclo (p=0,0001) influenciaram nos resultados obtidos. Os valores de rugosidade média obtidos foram (médias seguidas de mesma letra não apresentam diferença estística para Tukey (&#945;=5%): 0,07&#956;m (A) para ROK; 0,08µm (B) para Z250; 0,12&#956;m (C) para Charisma e 0,17&#956;m (D) para filtek LS. Conclusão: as resinas compostas que contém UDMA apresentam maior resistência à abrasão de superfície; resinas baseadas em Siloranos apresentam a menor resistência ao desgaste por abrasão e resinas compostas fotoativadas com 16J/cm² apresentam menor rugosidade de superfície do que as polimerizadas com 8J/cm². Artigo 2 - Objetivos: O objetivo deste estudo foi comparar a rugosidade de superfície de duas resinas compostas, com diferentes composições orgânicas, quando submetidas ao ensaio de abrasão por escovação com dentifrícios clareadores. Materiais e métodos: Quarenta e oito corpos-de-prova foram confeccionados, divididos em 6 grupos (n=8) conforme tipo de resina e dentifrício utilizado. As resinas foram submetidas a ciclos de escovação os quais simularam até 24 meses. Após cada período simulado, as resinas compostas tiveram a rugosidade de superfície mensurada. Resultados: as médias finais de rugosidade de superfície (Ra), em &#956;m, para os dentifrícios Colgate total 12 (controle), Colgate Max White e Close up Extra Whitening foram, respectivamente (médias seguidas de mesma letra não apresentam diferença estatística significante para ANOVA e Tukey (p<0,05)): 0,09 (B), 0,12 (B) e 0,11 (B) para a resina ROK; e 0,09 (B), 0,21 (A) e 0,21(A) para Z250. Conclusões: A resina composta ROK apresentou menor rugosidade de superfície do que a resina Z250. As resinas compostas ROK e Z250 tem a sua resistência ao desgaste superficial diminuída com o uso de dentifrícios mais abrasivos e utilizados para clareamento dos dentes: Colgate Max-White e Close Up Extra-Whitening.por
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2015-04-14T13:29:30Z (GMT). No. of bitstreams: 1 411472.pdf: 3421246 bytes, checksum: 2de63642b6d6b46a8c8709c79bb57f6a (MD5) Previous issue date: 2009-01-16eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucrs.br:80/tede2/retrieve/7882/411472.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpor
dc.publisher.departmentFaculdade de Odontologiapor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsPUCRSpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Odontologiapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectODONTOLOGIApor
dc.subjectMATERIAIS DENTÁRIOSpor
dc.subjectRESISTÊNCIA DOS MATERIAIS (ODONTOLOGIA)por
dc.subjectRESINAS (ODONTOLOGIA)por
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIApor
dc.titleAvaliação "in vitro" da resistência à abrasão de resinas compostas comerciais à base de dimetacrilato e uma à base de silorano fotoativadas com duas densidades de energia. / A influência de dentifrícios clareadores na rugosidade superficial de duas resinas compostas comerciais.por
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
411472.pdfTexto Completo3,34 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.