Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/4430
Tipo do documento: Dissertação
Título: Os 300 espartanos de Frank Miller : traço, cor e nankin reinterpretam o mito na pós-modernidade
Autor: Moura, Elvis Dion Domingues 
Primeiro orientador: Rahde, Maria Beatriz Furtado
Resumo: O presente trabalho discute as imagens de Frank Miller enquanto comunicação. Tais imagens representam uma linguagem visual através da narrativa das histórias em quadrinhos contemporâneas, uma vez que percebemos a identificação da visualidade pós-moderna no estilo de Frank Miller. A Hermenêutica de Profundidade referida por John Thompson foi a metodologia escolhida para possibilitar o desenvolvimento desta dissertação. Inicialmente aborda-se a história em quadrinhos e suas principais características, estilos e gêneros. Apresenta-se seu quadro evolutivo durante as décadas e seus modos de produção e interpretação. Após, tratam-se questões teóricas relacionadas à comunicação visual e à modernidade. Durante a classificação das eras da história em quadrinhos, aborda-se outros autores dos anos 1980 que evidenciam os marcos iniciais da visualidade pós-moderna na arte sequencial. As imagens de Alan Moore e Neil Gaiman comparadas às de Frank Miller e o aprofundamento sobre Pop Art reiteram o contexto sócio-histórico da pós-modernidade. Assim, refere-se à trajetória de Frank Miller na produção de história em quadrinhos, e suas contribuições imagísticas. A visualidade de Frank Miller é analisada e interpretada à luz da Hermenêutica de Profundidade de Thompson, revelando multiplicidades, hibridações e apropriações contextualizadas na visualidade pós-moderna. Essas noções ligam a obra de Frank Miller à comunicação visual contemporânea. Percebeu-se a sobrevivência do mito na visualidade de Frank Miller e suas possibilidades de interpretação na comunicação visual.
Palavras-chave: COMUNICAÇÃO VISUAL
PÓS-MODERNIDADE
IMAGEM
HISTÓRIA EM QUADRINHOS
MILLER, FRANK - CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Sigla da instituição: PUCRS
Departamento: Faculdade de Comunicação Social
Programa: Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social
Citação: MOURA, Elvis Dion Domingues. Os 300 espartanos de Frank Miller : traço, cor e nankin reinterpretam o mito na pós-modernidade. 2010. 200 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação Social) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/4430
Data de defesa: 25-Mai-2010
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
427392.pdfTexto Completo14,27 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.