Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/8477
Document type: Dissertação
Title: Prism IV : verificação de índice de mortalidade pediátrico em uma unidade de terapia intensiva pediátrica do sul do Brasil
Author: Ronchetti, Maria Rita 
Advisor: Garcia, Pedro Celiny Ramos
Abstract (native): Objetivo: Avaliar a capacidade de predição do Pediatric Risk of Mortality Score IV (PRISM IV) em uma Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIP) no Sul do Brasil. Secundariamente comparar esta investigação a outros dois escores, Pediatric Index of Mortality (PIM) 2 e PIM 3. Métodos: Estudo retrospectivo longitudinal, de 01° de janeiro a 31 de dezembro de 2016 com crianças admitidas em uma UTIP de um Hospital Universitário do Sul do Brasil. Não foram incluídos pacientes com idade maior que 20 anos e pacientes moribundos, com sinais vitais incompatíveis com a vida após 2 horas de admissão em UTIP. Apenas a primeira internação em UTIP durante a hospitalização foi considerada. Foram realizados testes de discriminação, calibração e de comparação com outros índices e um teste de concordância PRISM IV / PIM 2. O estudo foi aprovado pelo comitê de ética da instituição. Resultados: Houveram 411 admissões no ano de 2016, 378 pacientes foram incluídos no estudo. Destes 378, 13 foram a óbito, gerando uma taxa de mortalidade de 3,44%. O PRISM IV estimou mortalidade de 3,18% com Indice de Mortalidade Padão - (SMR) de 1,08, zflora= -0,31. Para a mesma amostra, o PIM 2 previu uma mortalidade de 2,78% e o PIM 3 de 2,51% e apresentaram SMR de 1,24 e 1,37, respectivamente, com valores para o zflora=-0,91 e -1,40. O teste de ajuste de Hosmer-Lemeshow (HL) obteve um X²=4,472 (p=0,484) para o PRISM IV. De forma semelhante, o PIM 2 apresentou boa calibração com X2=8,359 e p=0,138. Contudo, o PIM 3 apresentou X2=16,013 e p=0,007. O teste de discriminação com a área abaixo da curva (AUC/ROC), do PRISM IV foi de 0,811 (IC95% 0,695-0,928). Por sua vez, a área do PIM 2 foi de 0,779 (IC95% 0,645-0,913) e o PIM 3 obteve 0,759 (IC95% 0,621-0,898). Considerando a curva ROC, entre os três escores prognósticos não houve diferença estatística. A discordância entre os resultados do PRISM IV e o PIM2 foi pequena. Conlusão: O PRISM IV apresentou adequada capacidade preditiva na população do estudo, demonstrando boa calibração e discriminação. Na análise comparativa observou-se semelhante capacidade preditiva entre este PRISM IV e PIM 2, o que não se confirmou com o PIM 3. O PRISM IV mostrou-se uma ferramenta validada para utilização em UTIP no presente estudo.
Abstract (english): Aims and Objectives: To evaluate the predictive capacity of Pediatric Risk of Mortality Score IV (PRISM IV) in a Pediatric Intensive Care Unit (PICU) in Southern Brazil. Secondarily compare this research to two other scores, Pediatric Index of Mortality (PIM) 2 and PIM 3 Methods: Longitudinal retrospective study, during one year, from January 1 to December 31, 2016. Children admitted to a PICU at a University Hospital in Southern Brazil. Patients older than 20 years and dying patients with vital signs incompatible with life after 2 hours of PICU admission were not included. Only the first entry into PICU during hospitalization was considered. Discrimination, calibration and comparison tests with other indexes and a PRISMIV / PIM2 concordance test were performed. The study was approved by the institution's ethics committee Results: There were 411 admissions in the year 2016, 378 patients were included in the study. Of these 378, 13 died, generating a mortality rate of 3.44%. PRISM IV estimated mortality of 3.18% with Standardised Mortality Ratio (SMR) of 1.08, zflora= -0.3. For the same sample, the PIM2 predicted a mortality of 2.78% and the PIM 3 of 2.51. In the same way, PIM 2 and PIM 3 presented SMR of 1.24 and 1.37, respectively, with zflora=-0.91 and -1.40. The Hosmer-Lemeshow (HL) adjustment test obtained a X² = 4,472 (p = 0.484) for PRISM IV. Similarly, the PIM 2 presented a good calibration with X² = 8,359 and p = 0.138. However, PIM 3 presented X²=16.013 and p = 0.007. The discrimination test with the area under the curve (AUC / ROC – Receiver Operating Charateristic) of PRISM IV was 0.811 (95% CI 0.695-0.928). Similarly, the area of the PIM 2 was 0.779 (95% CI 0.645-0.913) and the PIM 3 obtained 0.759 (IC 95% 0.621-0.898). Among the three prognostic scores there was no statistical difference. The disagreement between the results of PRISM IV and PIM 2 was small. Conlusion: PRISM IV presented good predictive capacity in the study population, demonstrating good calibration and discrimination. In the comparative analysis, a similar predictive capacity was observed between this PRISM IV and PIM 2, which was not confirmed with PIM 3. It is suggested that PRISM IV be a validated tool for this population.
Keywords: Cuidados Críticos
Prognóstico
Mortalidade
Pediatria
Mortalidade da Criança
Indice de Gravidade de Doença
Intensive Care
Prognosis
Mortality
Pediatrics
Child Mortality
Severity of Illness Index
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
MEDICINA::SAUDE MATERNO-INFANTIL
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Escola de Medicina
Program: Programa de Pós-Graduação em Medicina/Pediatria e Saúde da Criança
Access type: Acesso Aberto
Fulltext access restriction: Trabalho será publicado como artigo ou livro
Time to release fulltext: 60 meses
Date to release fulltext: 18/03/2024
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/8477
Issue Date: 23-Apr-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Pediatria e Saúde da Criança

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DIS_MARIA_RITA_RONCHETTI_CONFIDENCIAL.pdfMARIA_RITA_RONCHETTI_DIS301.28 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.