Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/750
Document type: Tese
Title: Formação em psicologia e governamentalidade
Author: Rivero, Nelson Eduardo Estamado 
Advisor: Guareschi, Neuza Maria de Fátima
Abstract (native): Este trabalho aborda o tema da graduação em psicologia no Brasil e as reestruturações curriculares deste início de século XXI a partir da noção de governamentalidade em M. Foucault. Analisa como o neoliberalismo, enquanto uma forma de governo, institui-se como contingência para pensar e reestruturar os currículos de graduação em psicologia. Toma como fator desencadeante o contexto de transformações, conhecidas como reestruturação produtiva, que aconteceram em função da crise do capitalismo a partir da década de 1960 e que implicaram diretamente a educação superior. Define como campo específico de análise o processo de reestruturação necessária dos projetos político pedagógicos dos cursos de graduação em psicologia em função da instituição das Diretrizes Curriculares Nacionais para os cursos de graduação em Psicologia m 2004, suas vicissitudes e seus efeitos. Propõe um método de investigação e análise constituído por ferramentas de abordagem: os operadores transversais (mercado livre, flexibilidade, sustentabilidade, criatividade e inovação) e documentos referentes à graduação em psicologia (entre eles seis projetos políticos pedagógicos). Estas ferramentas são convocadas no formato de um dispositivo de visibilidade - nomeado ALEPH na analogia ao conto de J.L.Borges - que permite o acesso e a análise às práticas das revisões curriculares com base na fundamentação teórica proposta. Através da operação do ALEPH foi possível tecer algumas considerações organizadas em três tópicos: motivos e compromissos que aborda a qualidade para competitividade, sustentabilidade e inovação através das apresentações, justificativas, objetivos e perfis dos projetos políticos pedagógicos estudados. Um modo de ser que aborda a flexibilização da formação, a formação por competências e a empregabilidade presentes na proposta pedagógica. E, por fim, imaterialidades e estruturas que aborda a inovação, as práticas de liberdade e criação na composição da trajetória da formação através da flexibilidade da estrutura curricular. Estas considerações analíticas trazem contribuições para o debate sobre a relação do neoliberalismo com a graduação em psicologia. A partir da noção de governamentalidade, é possível perceber que esta relação está para além de uma simples interferência do campo econômico na educação ou somente representa um embate entre oposições ideológicas, entre o bem e o mal. Constitui-se como uma forma de governar o modo de viver e ser nestas graduações que implica a todos os protagonistas desta realidade no exercício constante da crítica como uma prática de liberdade
Keywords: ENSINO SUPERIOR
CURRÍCULO UNIVERSITÁRIO
PSICOLOGIA - CURSOS
CNPQ Knowledge Areas: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
Country: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Psicologia
Program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citation: RIVERO, Nelson Eduardo Estamado. Formação em psicologia e governamentalidade. 2011. 159 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011.
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/750
Issue Date: 28-Mar-2011
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
430847.pdfTexto Completo1.18 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.