Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/3633
Tipo do documento: Dissertação
Título: A possibilidade de crescer através dos tempos : inserção de conteúdos sobre o idoso no ensino fundamental
Autor: Azevedo, Maria Otília Borba de 
Primeiro orientador: Mosquera, Juan José Mouriño
Resumo: Esse estudo objetivou verificar através de relatos como se desenvolve a temática do Idoso e se está presente no Ensino Fundamental. Foram oito entrevistados: equipe diretiva (dois membros) e dois professores do Ensino Fundamental, ambos da rede pública e privada de Porto Alegre. Três gestores políticos (RS): gestor da Secretaria Estadual de Educação, membro do Conselho Estadual de Educação, membro do Conselho Estadual do Idoso e representante da Organização Civil de Idosos (RS). Como metodologia, apoiou-se na análise de documentos, entrevistas semi-estruturadas com respostas abertas para os participantes, situando-se no paradigma qualitativo de cunho descritivo-interpretativo. Na triangulação dos dados utilizou-se a análise de conteúdo, que permitiu encontrar as categorias: 1. Concepção de ser humano: um ser em evolução - nascer, crescer e morrer é roteiro natural da vida; 1.1. Concepção de Velhice: idade cronológica, funcional e envelhecimento ativo. A posteriori: 2. Relatos de Experiência - Vivências Pessoais, Profissionais e Sociais: revelaram-se as experiências das práticas pedagógicas e/ou de gestão política e associativa. Conteúdos sobre o idoso não constam nos projetos pedagógicos, excetuando uma escola. 2.1. Trocas intergeracionais: é eficaz para o meio escolar e social entre diferentes gerações; 3. Fatores Sociais: a velhice é produto de uma cultura. Há carências de políticas públicas adequadas para idosos; 3.1. Estereótipos em relação à velhice: indicou preconceitos, porém, a educação pode descortinar um futuro de valorização para o idoso; 3.2. Qualidade de vida: estimular o convívio social e familiar na fase tardia, enaltecendo o bem-estar; 4. Posicionamento frente à implementação da temática nas escolas e sua importância: o meio educacional deve preparar as crianças e jovens para essa fase e para um acolhimento digno para com o idoso; 4.1. Interdisciplinaridade: as disciplinas devem dialogar entre si, harmonizando os conteúdos para uma educação integral; 4.2. O processo de envelhecimento e valorização do idoso como tema transversal: com unanimidade nas respostas. A legislação educacional dá abertura para implementar a temática, entretanto, deve haver obrigatoriedade, sugerindo-a como tema transversal nos projetos pedagógicos; 5. Justificativa para a Educação: A análise dos dados da pesquisa ratificou a necessidade da educação trabalhar conteúdos pertinentes, não somente por dever legal, mas por respeito e solidariedade.
Palavras-chave: EDUCAÇÃO
ENSINO FUNDAMENTAL
EDUCAÇÃO E SOCIEDADE
INTERDISCIPLINARIDADE
ENVELHECIMENTO
IDOSOS
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Sigla da instituição: PUCRS
Departamento: Faculdade de Educaç
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/3633
Data de defesa: 11-Jan-2010
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
421853.pdfTexto Completo716,65 kBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.