Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/2822
Tipo do documento: Dissertação
Título: A abertura da possibilidade como possibilidade de abertura
Autor: Fröhlich, Sandro 
Primeiro orientador: Stein, Ernildo Jacob
Resumo: O trabalho, a partir da filosofia e pensamento de Martin Heidegger, busca primeiramente repor a questão que ficou esquecida no decorrer da história - sobre o sentido do Ser. Interrogação que é posta e proposta a partir do método da fenomenologia hermenêutica. Neste questionar há um ente privilegiado: o Dasein. A essência do Dasein é a sua existência e seu ser é também compreensão do Ser. Dasein que é ser-no-mundo e ser-com-os-outros, sempre em relação de ocupação com os entes e de solicitude com os demais. Como ser-em o Dasein é disposição afetiva, compreensão e discurso. Lançado na existência constitui-se numa tríplice estrutura: existência, facticidade e decaída. Sua disposição afetiva fundamental é a angústia. O ser do Dasein é revelado como cuidado: é um antecipar-se-a-sisendo-já-em (no mundo) em-meio-de (o ente que comparece dentro do mundo). Na antecipação, o Dasein confronta-se com a morte; em sua finitude, a morte se lhe revela como a possibilidade da impossibilidade da existência. Assumindo o ser-para-a-morte de forma verdadeira e autêntica, esta se constitui como uma antecipação para uma possibilidade que é própria, não-respectiva, insuperável, certa e indeterminada. No interrogar-se quanto ao ser todo e próprio, surge como testemunho a consciência, que o conclama a assumir o seu poderser próprio e lhe revela a culpabilidade. Pela culpabilidade assume ser-fundamento de um ser que está determinado por um não, sendo fundamento de uma niilidade. O calado projetar-se em disposição de angústia para o mais próprio ser-culpável denomina-se então como a resolução. Resolução que é sempre antecipadora, uma compreensão original do seu ser-parao- fim, ou seja, um antecipar-se para a morte.
Palavras-chave: FILOSOFIA ALEMÃ
HEIDEGGER, MARTIN - CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO
FENOMENOLOGIA
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::FILOSOFIA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Sigla da instituição: PUCRS
Departamento: Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Filosofia
Citação: FRÖHLICH, Sandro. A abertura da possibilidade como possibilidade de abertura. 2009. 129 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2009.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/2822
Data de defesa: 8-Jul-2009
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Filosofia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
416190.pdfTexto Completo843,33 kBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.