Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/2112
Tipo do documento: Dissertação
Título:  Ocê quer guiá seus passo lá pras franja do mar?" : de como a literatura oral inspirou o teatro televisivo Hoje é dia de Maria : jornada um
Autor: Hauschild, Adriane 
Primeiro orientador: Moreira, Alice Therezinha Campos
Resumo: O tema da dissertação é o estudo e análise da adaptação de histórias da literatura oral brasileira para a televisão. Para tal considera-se a microssérie Hoje é dia de Maria - jornada um (2005) e quatro contos da literatura oral que serviram de fonte de inspiração: A menina enterrada viva; Como a noite apareceu; Maria Borralheira e o Papagaio do Limo Verde. Os contos tradicionais da literatura oral do Brasil são elementos essenciais na construção de uma identidade. O resgate da tradição oral e a sua transformação em texto televisivo para a microssérie Hoje é dia de Maria mostram a tentativa de desvelar a cultura presente no imaginário coletivo brasileiro, identificada também nas danças dramáticas utilizadas, nas festas tradicionais e folguedos, entre outros elementos folclóricos da microssérie. Para verificar as transformações sofridas pelo texto literário ao ser adaptado para um texto televisivo, foram utilizadas as teorias de Propp (1984), na análise dos contos, e de Roland Barthes (1973), na análise da microssérie. A constituição do aporte teórico que embasou o estudo contou com os estudos e investigações dos autores e pesquisadores do folclore Luis da Câmara Cascudo (1978) e Sílvio Romero (1954), com os conceitos sobre a adaptação do autor Doc Comparato (1995), com os apontamentos teóricos sobre o discurso cinematográfico de Ismail Xavier (2005), sobre a narrativa de Jean Lefebve (1975), e sobre o conto popular de Michèle Simonsen (1987). A descrição e a análise do corpus permitiram concluir que a microssérie é uma adaptação inspirado em e que em relação à história, a adaptação valeu-se de recursos que pudessem dar conta de um universo maravilhoso dos contos de magia. A opacidade do discurso literário dos contos foi mantido na microssérie sob forma de símbolos. Concluiu-se também que as principais funções que se salientaram na análise dos contos, embora sendo executadas por personagens diferentes em contextos distintos, permaneceram as mesmas na adaptação dos contos para o texto televisivo. Os contos trazem, na sua essência, as carências, os danos, as provações pelas quais cada indivíduo precisa passar. Dessa forma, a microssérie resgata e desperta um contingente de memórias do inconsciente de cada indivíduo e, ao mesmo tempo, do inconsciente coletivo do povo brasileiro e sugere que essas memórias sejam ressignificadas.
Palavras-chave: LITERATURA INFANTIL BRASILEIRA - CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO
LITERATURA ORAL BRASILEIRA
CONTOS INFANTIS
PROGRAMAS DE TELEVISÃO - CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO
LITERATURA E TELEVISÃO
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Sigla da instituição: PUCRS
Departamento: Faculdade de Letras
Programa: Programa de Pós-Graduação em Letras
Citação: HAUSCHILD, Adriane. Ocê quer guiá seus passo lá pras franja do mar?" : de como a literatura oral inspirou o teatro televisivo Hoje é dia de Maria : jornada um. 2007. 335 f. Dissertação (Mestrado em Letras) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/2112
Data de defesa: 15-Jan-2007
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Letras

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
388661.pdfTexto Completo889,17 kBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.