Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1352
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorBrito, Roberta Ferreira Sá-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4427265T0por
dc.contributor.advisor1Jones, Marcus Herbert-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4721150Z2por
dc.date.accessioned2015-04-14T13:32:47Z-
dc.date.available2010-11-10-
dc.date.issued2010-08-30-
dc.identifier.citationBRITO, Roberta Ferreira Sá. Avaliação do desenvolvimento pulmonar por meio de testes de função pulmonar em crianças portadoras de bronquiolite obliterante pós-infecciosa. 2010. 93 f. Dissertação (Mestrado em Pediatria e Saúde da Criança) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.por
dc.identifier.urihttp://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1352-
dc.description.resumoIntrodução: A bronquiolite obliterante (BO) pós-infecciosa é uma enfermidade caracterizada por uma limitação ao fluxo aéreo, apresentando inflamação brônquica crônica, com graus variáveis de fibrose da parede das vias aéreas (VA), sendo o sexo masculino o mais acometido. É uma enfermidade grave e irreversível das vias aéreas, e inicialmente, o que mais chama atenção são os sintomas obstrutivos persistentes. Objetivo: Descrever longitudinalmente o desenvolvimento pulmonar por meio dos testes pulmonares em crianças portadoras de bronquiolite obliterante pós-infecciosa. Métodos: Foi realizado o teste de função pulmonar de lactente (TFPL) em 19 pacientes por meio do teste de compressão torácica rápida (CTR). Recrutamos estas crianças para realizar os testes de função pulmonar por meio da técnica do interruptor Rint, espirometria e pletismografia, pré e pós broncodilatador (BD). Resultados: A idade média das crianças que realizaram teste de função pulmonar de lactente (FPL) foi de 88,8 semanas e nos testes da técnica do interruptor Rint, espirometria e pletismografia foram de nove anos. Os parâmetros avaliados na FPL de capacidade vital forçada (CVF) estão dentro da normalidade e o FEF25-75%, está reduzido, a técnica do interruptor Rint mostra elevada resistência das vias aéreas após inalação de BD normaliza, na espirometria VEF1, CVF, VEF1/CVF e FEF25-75% apresentam-se baixos e na pletismografia a capacidade pulmonar total (CPT) e o volume residual (VR) estão elevados. Conclusão: Em conclusão, os dados apresentados sugerem que os portadores de Bronquiolite Obliterante evoluem com obstrução grave de vias aéreas, com leve evidência de recuperação na maioria dos pacientes.por
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2015-04-14T13:32:47Z (GMT). No. of bitstreams: 1 426646.pdf: 777013 bytes, checksum: f18fcd265fe39aa4bfd3a36b3f70e470 (MD5) Previous issue date: 2010-08-30eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucrs.br:80/tede2/retrieve/8522/426646.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpor
dc.publisher.departmentFaculdade de Medicinapor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsPUCRSpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Medicina/Pediatria e Saúde da Criançapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectMEDICINApor
dc.subjectBRONQUIOLITEpor
dc.subjectTESTES DE FUNÇÃO RESPIRATÓRIApor
dc.subjectCRIANÇASpor
dc.subjectPULMÕESpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINApor
dc.titleAvaliação do desenvolvimento pulmonar por meio de testes de função pulmonar em crianças portadoras de bronquiolite obliterante pós-infecciosapor
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Pediatria e Saúde da Criança

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
426646.pdfTexto Completo758.8 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.