Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/8844
Document type: Dissertação
Title: Validação do instrumento “teste seu cérebro” para idosos : versão para ipad
Author: Francelise, de Freitas 
Advisor: Portuguez, Mirna Wetters
Abstract (native): Introdução: Declínio no funcionamento da memória, linguagem, funções executivas e habilidades viso-espaciais fazem parte do processo de envelhecimento normal. Porém, uma deficiência cognitiva leve, maior do que o esperado para a idade, pode ser considerada um estado clínico intermediário entre envelhecimento cognitivo normal e demência leve. Com base em pesquisas e estudos realizados referentes a avaliação do funcionamento cognitivo em idosos e com a intenção de antecipar a identificação do surgimento de um possível quadro demencial degenerativo especialmente nesse público, foi criado um aplicativo no ano de 2014. Consiste em um teste computacional rápido e objetivo, desenvolvido por três estudantes da Faculdade de Informática da PUCRS em parceria com o Instituto do Cérebro do Rio Grande do Sul (InsCer), versão iPad que se intitula “Teste seu Cérebro”. Tal aplicativo visa avaliar 10 (dez) funções cognitivas do idoso, através de testes interativos e atrativos, podendo ser aplicado de forma simples e rápida por qualquer profissional da saúde, por cuidadores e familiares do paciente. Essa pesquisa se propôs a validar os escores do desempenho dos idosos no “Teste seu Cérebro”, pela comparação entre os resultados de dois testes usados (MoCA e Teste seu Cérebro). Objetivos: Validar o aplicativo para iPad “Teste seu Cérebro”, comparando os resultados com teste padrão ouro MoCA. Com esses dados, estabelecer ponto de corte entre escores de idosos normais e com TNL, possibilitando a verificação de provável risco para doença demencial. Métodos: Em um estudo transversal, foram utilizados os escores do teste padrão ouro MoCA para avaliar o funcionamento cognitivo de idosos e comparar com os resultados do Teste seu Cérebro. Esses resultados serviram como parâmetro para validar o referido aplicativo e estabelecer o ponto de corte entre idosos normais e com TNL. Essa avaliação contempla funções como: memória, atenção/orientação, fluência, linguagem e habilidades viso-espaciais. A amostra foi constituída por um grupo de indivíduos idosos que frequentaram o ambulatório de neuropsicologia do Hospital São Lucas da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e da comunidade em geral, em sua maioria, residentes da cidade de Porto Alegre/RS. Foram avaliados, para a realização desse estudo, um total de 104 voluntários. Resultados: Nossa amostra foi constituída por 104 participantes com média de idade de 70,3 (dp = 6,6) sendo a idade mínima de 60 e máxima de 87 anos. Foi alcançada uma confiabilidade aceitável (αC >0,600) para o aplicativo TC através da análise da consistência interna pelo coeficiente Ômega de McDonald. Utilizamos o coeficiente de correlação de Pearson para a comparação entre as pontuações gerais dos dois instrumentos (TC e MoCA), onde o resultado apontou uma correlação estatisticamente significativa, positiva e classificada como moderada (r=0,616; p<0,001). A classificação média do ponto de corte do Teste seu Cérebro para detectar os casos classificados como TNL pelo teste MoCA, foi obtida através da curva ROC que apontou um percentual de 89,5 pontos. Não foi identificada influência das variáveis sociodemográficas como sexo, idade e escolaridade sobre a relação de linearidade entre os instrumentos TC e MoCA. Conclusão: Os resultados obtidos sugerem que o instrumento Teste seu Cérebro pode ser utilizado com segurança para identificar precocemente a presença de Transtorno Neurocognitivo Leve na população idosa, o qual poderá evoluir para um quadro demencial, sendo sua execução rápida e apuração dos resultados imediata. Novos estudos serão direcionados à validação do instrumento TC na identificação de outros tipos de distúrbios cognitivos, além de TNL.
Abstract (english): Introduction: Decline in memory functioning, language, executive functions, and visuospatial skills are part of the normal aging process. However, a mild cognitive impairment, greater than expected for age, can be considered a clinical state intermediate between normal cognitive aging and mild dementia. Based on research and studies carried out regarding the evaluation of cognitive functioning in the elderly and with the intention of anticipating the identification of the appearance of a possible degenerative dementia especially in this public, an application was created in the year 2014. It consists of a fast-computational test and objective, developed by three students of the PUCRS Faculty of Informatics in partnership with the Brain Institute of Rio Grande do Sul (InsCer), iPad version that is titled "Teste seu Cérebro." This application aims to evaluate 10 (ten) cognitive functions of the elderly, through interactive and attractive tests, and can be applied simply and quickly by any health professional, caregivers and family members of the patient. This research aimed to validate the performance scores of the elderly in the "Teste seu Cérebro", by comparing the results of two tests used (MoCA and "Teste seu Cérebro). Objectives: Validate the "Teste seu Cérebro" iPad app by comparing the results with MoCA gold standard. With this data, establish cut-off point between scores of normal and MCI elderly, allowing the verification of probable risk for dementia disease. Methods: In a cross-sectional study, MoCA gold standard scores were used to evaluate the cognitive functioning of the elderly and to compare with the results of their “Teste seu Cérebro”. These results served as a parameter to validate the application and establish the cutoff point between normal and MCI elderly. This evaluation includes functions such as memory, attention/orientation, fluency, language and visuospatial skills. The sample consisted of a group of elderly individuals who attended the neuropsychology outpatient clinic of the São Lucas Hospital of the Pontifical Catholic University of Rio Grande do Sul and the general community, mostly residents of the city of Porto Alegre / RS. A total of 104 volunteers were evaluated for this study. Results: Our sample consisted of 104 participants with mean age of 70.3 (SD = 6.6), with a minimum age of 60 and maximum of 87 years. An acceptable reliability (αC> 0.600) was achieved for the TC application through internal consistency analysis by the McDonald Omega coefficient. We used Pearson's correlation coefficient to compare the general scores of the two instruments (TC and MoCA), where the result showed a statistically significant correlation, positive and classified as moderate (r=0.616; p<0.001). The average cut-off score of the “Teste seu Cérebro” to detect the cases classified as MCI by the MoCA test was obtained through the ROC curve which indicated a percentage of 89.5 points. No influence of sociodemographic variables such as sex, age and schooling on the linearity relationship between the TC and MoCA instruments was identified. Conclusion: The results suggest that the “Teste seu Cérebro” instrument can be safely used to early identify the presence of mild cognitive impairment in the elderly population, which may evolve into a dementia, with rapid execution and immediate results. New studies will be directed to the validation of the TC instrument in the identification of other types of cognitive disorders, in addition to MCI.
Keywords: Idosos
Cognição
Aplicativo Ipad
Validação
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Escola de Medicina
Program: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Access type: Acesso Aberto
Fulltext access restriction: Trabalho não apresenta restrição para publicação
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/8844
Issue Date: 28-Feb-2019
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FREITAS_FRANCELISE_DE_DIS.pdfFRANCELISE_DE_FREITAS_DIS4.41 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.