Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/8791
Document type: Dissertação
Title: Fatores mediadores da relação entre traumas infantis e depressão em idosos
Author: Jardim, Gabriel Behr Gomes 
Advisor: Cataldo Neto, Alfredo
Abstract (native): Introdução: o envelhecimento acelerado da população propicia aumento do contingente de indivíduos idosos portadores de transtornos psiquiátricos. Dentre os fatores que determinam a gênese dos episódios de depressão em idosos, figuram os maus tratos infantis um dos mais importantes. Intervenções baseadas em evidência são necessárias para que os maus tratos infantis possam ser tratados antes do desenvolvimento da psicopatologia. O entendimento de como os maus tratos infantis interagem com os traços da personalidade para o aumento do risco de desenvolver depressão geriátrica, pode propiciar o estudo de estratégias efetivas de prevenção desta doença mental. Objetivo: este estudo se propõe a investigar os traços de personalidade (neuroticismo, extroversão, amabilidade, conscenciosidade, abertura para experiência) como mediadores da relação entre traumas infantis e depressão em idosos. Método: a amostra é composta de idosos com idade superior a 60 anos. Foram coletados dados sociodemográficos, depressão (Mini International Neuropsychiatric Interview), traços de personalidade (NEO Five Factor Inventory) e maus tratos infantis (CTQ Questionário de Traumas na Infância). Todos os entrevistados foram informados dos objetivos do projeto e assinaram um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Foi utilizado o banco de dados do estudo transversal “Influência das características de personalidade e apego no desenvolvimento, manifestação clínica e prognóstico dos transtornos cognitivos”, a partir da população em acompanhamento da coorte de base populacional intitulada Programa de Envelhecimento Cerebral (PENCE). Realizadas análises de mediação a partir do modelo de equações estruturais para determinar o padrão de mediação dos fatores de personalidade dos idosos que apresentaram maus tratos na infância e depressão geriátrica. Resultados: Neuroticismo e extroversão são mediadores completos, agradabilidade e conscienciosidade são mediadores parciais e abertura a experiência não é um mediador. Conclusão: os traços da personalidade são mediadores da relação entre maus tratos infantis e depressão geriátrica. A redução de traços da personalidade desadaptativos podem reduzir a manifestação de depressão geriátrica em idosos que sofreram maus tratos infantis.
Abstract (english): Introduction: The accelerated aging of the population provides an increase in the contingent of elderly individuals with psychiatric disorders. Of the factors that influence the genesis of episodes of depression in the elderly, childhood maltreatment is one of the most important. Interventions based on evidence are necessary so that childhood maltreatment can be treated before the development of the psychopathology. The understanding of how childhood maltreatment interacts with personality traits to increase the risk of geriatric depression can provide for the study of effective strategies for the prevention of this mental illness. Objective: This study proposes to investigate the personality traits (neuroticism, extraversion, agreeableness, openness, conscientiousness) as mediators to the relationship between childhood trauma and depression in the elderly. Methodology: The sample is composed of elderly individuals aged 60 or over. Socio-demographic, depression (Mini International Neuropsychiatric Interview), personality traits (NEO Five Factor Inventory) and childhood maltreatment (CTQ Childhood Trauma Questionnaire) data was collected. All of the individuals interviewed were informed of the projects objectives and signed an informed consent. The transversal study database “The influence of the personality characteristics and attachment in development, clinical manifestation and the prognosis of cognitive disorders” was used. This project derived from the population in accompaniment in the cohort study “Cerebral Aging Program (PENCE)”. A mediation analysis using structural equations model was completed to determine the mediation of the personality factors of the elderly that present childhood maltreatment and geriatric depression. Results: Neuroticism and extraversion are complete mediators, agreeableness and conscientiousness are partial mediators and openness to new experiences is not a mediator. Conclusion: Personality traits are mediators in the relationship between childhood maltreatment and geriatric depression. The reduction of the non-adaptive personality traits can reduce the manifestation of geriatric depression in the elderly who experienced childhood maltreatment.
Keywords: Maus Tratos Infantis
Depressão Geriátrica
Idosos
Traços de Personalidade
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Escola de Medicina
Program: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Access type: Acesso Aberto
Fulltext access restriction: Trabalho será publicado como artigo ou livro
Time to release fulltext: 06 meses
Date to release fulltext: 09/01/2020
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/8791
Issue Date: 1-Oct-2018
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DIS_GABRIEL_BEHR_GOMES_JARDIM_COMPLETO.pdfGABRIEL_BEHR_GOMES_JARDIM_DIS 4.21 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.