Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/8518
Document type: Dissertação
Title: Validação do histórico de tratamento endodôntico autorreportado em uma subpopulação urbana do sul do Brasil : um estudo multicêntrico
Author: Koppe, Barbara Thereza de Freitas 
Advisor: Gomes, Maximiliano Schünke
Abstract (native): Testes diagnósticos e de rastreamento são ferramentas essenciais para determinar medidas acurazes de doenças, entender suas etiologias e seus padrões de transmissão. Para que um teste tenha níveis de validação adequados, sua performance deve ser comparada em uma variedade de populações e cenários. Medidas de saúde autorreportadas já se comprovaram como testes eficazes para avaliar diversas condições de saúde e doença, tanto gerais quanto orais. Especialmente no campo da Endodontia, esses testes podem ser úteis na substituição da necessidade de radiografias para estudos epidemiológicos. O histórico de tratamento endodôntico autorreportado (HTEAR) já foi utilizado como método para identificar a experiência de um indivíduo com doença e tratamento endodônticos, mas apenas em populações masculinas e com elevado nível de educação. O objetivo deste estudo multicêntrico foi quantificar a validade do HTEAR para identificação da presença de tratamento endodôntico (TE) e periodontite apical (PA) em uma subpopulação de pacientes iniciando tratamento em universidades de duas diferentes cidades do sul do Brasil. A variável de exposição principal (HTEAR) foi coletada através de questionário respondido por 228 participantes, e os desfechos TE e PA foram avaliados através da análise de radiografias panorâmicas. Os dados coletados incluíram número total de dentes e número de dentes com TE e PA para cada participante. Foram calculados os valores de acurácia, sensibilidade, especificidade, valores preditivos positivos e negativos (VPP e VPN), eficiência e razões de verossimilhança positiva e negativa (RVP e RVN). A amostra final foi composta por 198 indivíduos para análise de TE e 192 para análise de PA, após exclusões. Os valores para HTEAR foram: acurácia (TE=0,858; PA=0,474); sensibilidade (TE=0,954; PA=0,739); especificidade (TE=0,671; PA=0,250); VPP (TE=0,850; PA=0,454); VPN (TE=0,882; PA=0,530); eficiência (TE=0,812; PA=0,494); RVP (TE=2,899; PA=0,985); RVN (TE=0,068; PA=1,004). HTEAR pode ser considerado um método válido para identificação da presença de TE, mas não de PA nesta população. A maior parte dos valores das medidas que foram calculados variaram nesta população, em comparação com estudos anteriores, demonstrando que o método do HTEAR se mostrou dependente do contexto em que foi aplicado. Os presentes resultados, portanto, apontam para a necessidade de mais estudos em outros cenários populacionais sobre a acurácia do HTEAR, para que este possa vir a ser utilizado em futuros estudos epidemiológicos de larga escala que incluam variáveis endodônticas.
Abstract (english): Diagnostic and screening tests are essential tools for determining accurate estimates of diseases, understanding their etiology and transmission patterns. In order to have appropriate validity, a test’s performance should be compared in a variety of populations and settings. Self-reported health status has proved to be a low cost, effective test to assess various general and oral conditions. Especially in the field of Endodontics, they can be useful in replacing the need for radiographs in epidemiological studies. Self-reported history of endodontic treatment (SRHET) has been used as a method of identifying an individual’s experience with endodontic disease and treatment, but only in highly educated male populations. The aim of this multicenter study was to evaluate the validity of SRHET for endodontic treatment (ET) and apical periodontitis (AP) in a subpopulation of first-time patients at universities in two different cities in the South of Brazil. Main exposure SRHET was collected through questionnaire for 228 participants and outcomes ET and AP were assessed by analysis of panoramic radiographs. Data collected included total number of teeth and number of teeth with ET and/or AP for each participant. Validities of SRHET for presence of ET and AP were calculated separately through values of accuracy, sensitivity, specificity, positive and negative predictive values (PPV and NPV), efficiency and positive and negative likelihood ratios (PLR and NLR). Final sample comprised 198 individuals for ET analysis and 192 for AP analysis, after exclusions. The SRHET values were: accuracy (ET=0.858; AP=0.474); sensitivity (ET=0.954; AP=0.739); specificity (ET=0.671; AP=0.250); PPV (ET=0.850; AP=0.454); NPV (ET=0.882; AP=0.530); efficiency (ET=0.812; AP=0.494); PLR (ET=2.899; AP=0.985); NLR (ET=0.068; AP=1.004). SRHET is a valid method for predicting ET, but not for AP in this population. Values of most measures calculated varied in this population in comparison to previous studies. SRHET thus showed to be context-dependent and should be tested in a variety of other populational settings in order to allow its use in future large-scale epidemiological studies including endodontic variables.
Keywords: Tratamento Endodôntico
Periodontite Apical
Autorrelato
Validação
Endodontic Treatment
Apical Periodontitis
Self-Report
Validation
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Escola de Ciências da Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Access type: Acesso Aberto
Fulltext access restriction: Trabalho será publicado como artigo ou livro
Time to release fulltext: 60 meses
Date to release fulltext: 11/04/2024
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/8518
Issue Date: 16-Jan-2019
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DIS_BARBARA_THEREZA_DE_FREITAS_KOPPE_CONFIDENCIAL.pdfBARBARA_THEREZA_DE_FREITAS_KOPPE_DIS388.61 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.