Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/8461
Document type: Tese
Title: Estado nutricional, internação hospitalar e óbito em idosos atendidos na atenção básica
Author: Rosa, Carolina Böettge 
Advisor: Schwanke, Carla Helena Augustin
First advisor-co: Garces, Solange Beatriz Billig
Abstract (native): O envelhecimento promove alterações físicas e funcionais comumente associadas ao declínio do estado nutricional. Entretanto, por se desenvolverem em conjunto com essas alterações orgânicas e por estarem também associadas ao curso das múltiplas doenças que acometem o idoso, as mudanças no estado nutricional não são devidamente diagnosticadas. Sabendo-se que o declínio do estado nutricional está relacionado ao aumento da vulnerabilidade em idosos, sua detecção poderia servir como um indicador precoce para desfechos negativos nessa população. Neste contexto, a presente tese apresenta três artigos originais. No primeiro artigo, intitulado MALNUTRITION RISK AND HOSPITALIZATION IN ELDERLY ASSISTED IN PRIMARY CARE, buscou-se investigar a associação do risco de desnutrição e dos itens isolados da Mini Avaliação Nutricional (MNA®) com a ocorrência de internação hospitalar em idosos da região sul do Brasil. Neste estudo transversal, que avaliou 1229 idosos, a frequência de desnutrição e de risco de desnutrição foi duas vezes maior entre os idosos que internaram nos 12 meses anteriores à investigação. Houve associação significativa entre internação e 11 dos 17 itens da MNA® avaliados. Destes, sete itens estavam independentemente associados com a ocorrência de internação hospitalar. O segundo artigo, EVOLUÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL E HOSPITALIZAÇÃO DE IDOSOS ATENDIDOS NA ATENÇÃO BÁSICA, avaliou uma subamostra do primeiro, em um estudo longitudinal de três anos com 375 idosos do município de Cruz Alta – RS, para analisar a associação entre hospitalização, evolução do estado nutricional, e fatores socioeconômicos, demográficos, de estilo de vida, saúde e nutrição. Os resultados mostraram uma piora no estado nutricional em 10,7% dos idosos no período, que foi independentemente associada à hospitalização. No terceiro artigo, ESTADO NUTRICIONAL E ÓBITO DE IDOSOS ATENDIDOS NA ATENÇÃO BÁSICA: UM ESTUDO DE SEGUIMENTO DE TRÊS ANOS, investigou-se o papel do estado nutricional como preditor de óbito de idosos atendidos na Atenção Básica do município de Cruz Alta - RS, em um período de seguimento de três anos. Adicionalmente, analisou-se a associação entre os itens da MNA® e a incidência de óbito e o impacto do estado nutricional na sobrevivência de idosos. Foram avaliados 450 idosos, dos quais se registraram 75 óbitos no período (16,7%). A desnutrição foi o principal preditor de óbito na amostra, independente de sexo, faixa etária, arranjo domiciliar, autopercepção de saúde, número de doenças cardiometabólicas e histórico de neoplasias. Além disso, idosos desnutridos e em risco de desnutrição exibiram menor sobrevivência cumulativa. Os itens da MNA® preditores de óbito foram prejuízos na mobilidade, índice de massa corporal <23kg/m2 e dependência para se alimentar. A associação entre estado nutricional e ocorrência de internação hospitalar e óbito fornece indícios de que o estado nutricional é um importante indicador de saúde, devendo ser monitorado por uma ferramenta específica para idosos e de fácil utilização na saúde pública, como é a MNA®.
Abstract (english): Aging promotes physical and functional changes commonly associated with the decline in nutritional status. However, as they develops together with these organic changes and are also associated with the course of many diseases that affect the elderly, changes in nutritional status are not properly diagnosed. Knowing that the decline in nutritional status is related to vulnerability increases in the elderly, their detection could serve as an early indicator for negative outcomes in this population. In this context, this thesis presents three original articles. The first article, entitled MALNUTRITION RISK AND HOSPITALIZATION IN ELDERLY ASSISTED IN PRIMARY CARE investigates the association of malnutrition risk and single items of the Mini Nutritional Assessment (MNA®) with hospitalization in the elderly in southern region of Brazil. In this cross-sectional study, which evaluated 1229 elderly persons, the frequency of malnutrition and risk of malnutrition was two times greater among the elderly who were hospitalized in the 12 months prior to the investigation. There was a significant association between hospitalization and 11 of the 17 items on the MNA® evaluated. Of these, seven items were independently associated with hospitalization. The second article, EVOLUTION OF NUTRITIONAL STATUS AND HOSPITALIZATION OF ELDERLY ASSISTED IN PRIMARY CARE, evaluated a subsample of the first, in a longitudinal study of three years with 375 older persons from the city of Cruz Alta - RS, to analyze the association between hospitalization, evolution of nutritional status, and socioeconomic, demographic, lifestyle, health, and nutritional factors. The results showed a worsening of nutritional status in 10.7% of elderly in the period, which was independently associated with hospitalization. In the third article, NUTRITIONAL STATUS AND DEATH OF ELDERLY ASSISTED IN PRIMARY CARE: AN 3-YEAR FOLLOW-UP STUDY, the role of nutritional status as a predictor of death among the elderly assisted in Primary Care in the city of Cruz Alta, RS, in a three-year follow-up period were investigated. Additionally, the association of the MNA® items with the incidence of death and the impact of the nutritional status on the survival of the elderly were analyzed. A total of 450 elderly persons were evaluated, of which 75 deaths were recorded in the period (16.7%). Malnutrition was the main predictor of death in the sample, regardless of sex, age group, home arrangement, health self-perception, number of cardiometabolic diseases and history of neoplasias. In addition, undernourished and at risk of malnutrition elderly exhibited lower cumulative survival. Items of the MNA® predictors of death were impaired mobility, body mass index <23 kg/m2 and eating dependence. The association between nutritional status and occurrence of hospital admission and death provides evidence that nutritional status is an important health indicator and should be monitored by a specific tool for the elderly and easy to use in public health, such as MNA®.
Keywords: Envelhecimento
Estado Nutricional
Idosos
Hospitalização
Óbito
Estratégia Saúde da Família
Atenção Primária à Saúde
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Escola de Medicina
Program: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Access type: Acesso Aberto
Fulltext access restriction: Trabalho será publicado como artigo ou livro
Time to release fulltext: 48 meses
Date to release fulltext: 27/02/2023
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/8461
Issue Date: 30-Jun-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TES_CAROLINA_BOETTGE_ROSA_CONFIDENCIAL.pdfCAROLINA_BOETTGE_ROSA_TES345.26 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.