Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/8332
Document type: Dissertação
Title: Expressão do fator de transcrição da família ETS : PDEF no câncer colo-retal através de imunohistoquímica
Author: Althoff, Juliana Lorenzoni 
Advisor: Garicochea, Bernardo
Abstract (native): Base teórica: O câncer colorretal é a terceira neoplasia mais freqüente no mundo ocidental com taxas de mortalidade ainda consideras altas. A progressão do tecido epitelial do cólon normal até o estágio de neoplasia invasiva é acompanhada de uma série de processos celulares chamados carcinogênese que, ao fim, convergem para o potencial de migração celular e metastatização. As vias metabólicas da família dos genes Ets (E26 - sequência específica de transcrição), identificada em uma grande diversidade de espécies, contribuem neste processo, ativando ou reprimindo transcrições de DNA. Em especial o fator derivado prostático (PDEF) cujo prognóstico e mecanismo de ação relacionado ao câncer colorretal, até o momento, não está claramente elucidado. Métodos: Uma coorte retrospectiva de pacientes com carcinoma colorretal estágios de I a III, diagnosticados e tratados na mesma instituição de 2002 a 2008, foi estudada. As características histológicas e clínicas, bem como os dados de evolução e a sobrevida foram revisados. A análise de imunoistoquímica com método de matriz de amostras teciduais (TMA) e a quantificação por captura de imagem foram realizadas em blocos representativos do tumor com anticorpos para detecção da expressão da proteína PDEF e Ki-67. Os objetivos eram detectar a prevalência da expressão da proteína PDEF e sua correlação com fatores prognósticos nesta população. Resultados: A amostra foi constituída de 46 pacientes e tempo de seguimento mediano de 23,2 meses. Houve tendência a perda da proteína PDEF conforme o estadiamento dos pacientes sendo a expressão de 30,3%, 25,8% e 14,7% nos estágio I, II e III, respectivamente, P=0,416. Não encontrou-se associação significativa entre os achados clínico-patológicos, a dosagem do marcador de proliferação celular Ki-67 e a sobrevida global dos pacientes com a perda da expressão da proteína PDEF. Conclusões: Os resultados sugerem que a proteína PDEF, membro da família Ets, atue como gene repressor da carcinogênese do câncer colorretal. A análise de sua expressão pode se tornar um interessante marcador prognóstico e alvo terapêutico. São necessários novos estudos com amostras maiores e tempo de seguimento mais longo a fim de validar estes achados.
Abstract (english): Background: The colon-rectal cancer is the third most frequent neoplasia in the western world with the highest mortality rates. The progression of normal colon tissue to invasiveness neoplasia is follow by several processes called carcinogenesis. Afterwards it converges to the cellular migration and metastasis of the tissue. The metabolic ways of the E26 (Ets) transcription factors, identified in a great variety of species, contributes in this process, by activating or repressing the DNA transcription. Specially, the prostate-derived Ets factor (PDEF) which prognosis and cancer colon-rectal relation action is not completely elucidating at the moment. Methods: A retrospective cohort of patients with pathologic stage I – III colon-rectal cancer, diagnosed and treated in the same institution between 2002 and 2008, was study. Histological and clinical features as well as clinical outcomes and survival were reviewed. The tissue microarrays (TMA), immunohistochemical analysis and image capture quantification were carried out in representative blocks of tumor with antibodies for the detection of the PDEF expression and Ki-67. The endpoints were to determine the prevalence of the PDEF protein expression and its correlation with these population’s prognostic factors. Results: The sample was constituted 46 patients and the median follow-up was 23,2 months. There was a trend towards loss of PDEF protein expression according to the patients’ clinical stage. PDEF expression values were 30,3%, 25,8% and 14,7% in stages I, II and III, respectively. There was not a significant correlation with the lost of PDEF protein expression and the clinical and pathological characteristics along with the proportion of Ki-67 proliferative marker and the patient’s global survival. Conclusions: These results suggest that the PDEF protein, member of the Ets family, act as a repression gene of cancer colon-rectal carcinogenesis. The PDEF expression analysis can be an interesting prognostic marker and a therapeutic target. New studies with more patients and a long follow-up are necessary to validate these results.
Keywords: Câncer Colorretal
Família Ets
PDEF
Imunoistoquímica
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Escola de Medicina
Program: Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde
Access type: Acesso Aberto
Fulltext access restriction: Trabalho será publicado como artigo ou livro
Time to release fulltext: 60 meses
Date to release fulltext: 25/10/2023
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/8332
Issue Date: 23-Mar-2009
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DIS_JULIANA_LORENZONI_ALTHOFF_CONFIDENCIAL.pdfJULIANA_LORENZONI_ALTHOFF_DIS386.51 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.