Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/8005
Document type: Tese
Title: Sarcopenia em idosos socialmente ativos : prevalência e relação com as concentrações séricas de ácidos graxos poli-insaturados e marcadores inflamatórios
Author: Margutti, Karen Mello de Mattos 
Advisor: Schwanke, Carla Helena Augustin
First advisor-co: Schuch, Natielen Jacques
Abstract (native): A sarcopenia é definida como a presença de baixa massa muscular associada à baixa força muscular e/ou baixo desempenho físico. Na gênese e evolução da sarcopenia, encontra-se a inflamação. Estudos têm demonstrado que a suplementação de ácidos graxos poli-insaturados (PUFA) pode modular a resposta inflamatória, auxiliando a síntese proteica e o anabolismo muscular. Nesta tese, são apresentados quatro artigos, um de revisão sistemática e três originais (com delineamento transversal, no qual foram avaliados 400 idosos frequentadores de grupos de convivência). No primeiro artigo, MARCADORES INFLAMATÓRIOS, SARCOPENIA E SEUS CRITÉRIOS DIAGNÓSTICOS EM IDOSOS: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA, buscou-se conhecer a relação de marcadores inflamatórios com sarcopenia e seus critérios diagnósticos em idosos. De 154 artigos pré-selecionados, foram incluídos quatro. Verificou-se associação de marcadores inflamatórios somente com os critérios diagnósticos de sarcopenia. No segundo artigo, SARCOPENIA E SEUS CRITÉRIOS DIAGNÓSTICOS EM IDOSOS: DESCRIÇÃO DA FREQUÊNCIA E ASSOCIAÇÃO COM SEXO, IDADE, ESTADO NUTRICIONAL E NÍVEL DE ATIVIDADE FÍSICA, foi descrita a frequência de sarcopenia e de seus critérios diagnósticos e analisada a associação com sexo, idade, estado nutricional e nível de atividade física. A prevalência de sarcopenia foi 27,8%, sendo mais frequente nos indivíduos masculinos (50,0%-P<0,001) e ≥80 anos (46,3%-P=0,05). Baixa massa muscular foi mais frequente nos homens. Baixa força muscular e baixo desempenho físico foram mais frequentes nos idosos ≥ 80 anos. Não houve associação de sarcopenia e seus critérios com estado nutricional e nível de atividade física. No terceiro artigo, ÁCIDOS GRAXOS POLI-INSATURADOS EM IDOSOS DA COMUNIDADE: DESCRIÇÃO DAS CONCENTRAÇÕES SÉRICAS E DO CONSUMO ALIMENTAR E ASSOCIAÇÃO COM SARCOPENIA E SEUS CRITÉRIOS DIAGNÓSTICOS, foram descritas as concentrações séricas e o consumo alimentar de PUFA e analisou-se a sua associação com sarcopenia e seus critérios diagnósticos. Concentrações séricas de PUFA não se associaram com a sarcopenia. Maiores concentrações dos ácidos di-homo-gama-linolênico e adrênico associaram-se com baixa força muscular e baixo desempenho físico, respectivamente. Houve menor consumo de PUFA, em relação ao preconizado, e menor razão ômega 6/ômega 3 entre sarcopênicos. Não houve associação entre consumo de PUFA e critérios diagnósticos. No quarto artigo, BIOMARCADORES INFLAMATÓRIOS, SARCOPENIA E SEUS CRITÉRIOS DIAGNÓSTICOS EM IDOSOS SOCIALMENTE ATIVOS, foram descritas as concentrações séricas dos marcadores inflamatórios e avaliada a sua associação com a sarcopenia e seus critérios diagnósticos. A sarcopenia associou-se com menores concentrações de adiponectina. Baixa massa muscular e baixa força muscular associaram-se com menores concentrações de adiponectina e maiores de PCR-us, respectivamente. O baixo desempenho físico associou-se com menores concentrações de IL-10 e adiponectina e maiores de IL-6 e TNF-α. Mulheres sarcopênicas e idosos sarcopênicos com sobrepeso apresentaram menores concentrações de adiponectina. Concluindo, em idosos socialmente ativos, observou-se alta prevalência de sarcopenia. O menor consumo alimentar de PUFA salienta a necessidade de intervenções nutricionais. A relação entre sarcopenia e seus critérios diagnósticos com as concentrações séricas de ácidos graxos poli-insaturados e marcadores inflamatórios instiga o desenvolvimento de novas investigações a fim de elucidar os mecanismos envolvidos. Sugere-se a realização de estudos adicionais para avançar na investigação da interação dos PUFA e marcadores inflamatórios na sarcopenia.
Abstract (english): Sarcopenia is defined as the presence of low muscle mass associated with low muscle strength and/or low physical performance. The outset and evolution of sarcopenia is marked by Inflammation. Studies have shown that supplementation with polyunsaturated fatty acids (PUFAs) may modulate the inflammatory response, thereby aiding protein synthesis and muscle anabolism. Four articles are presented in this thesis, one a systematic literature review and three original articles (cross-sectional design, involving 400 elderly participants of community social groups). The first article, INFLAMMATORY MARKERS, SARCOPENIA AND ITS DIAGNOSTIC CRITERIA IN THE ELDERLY: A SYSTEMATIC REVIEW, sought to understand the relationship between inflammatory markers and sarcopenia and their diagnostic criteria in the elderly. Four of the 154 pre-selected articles were included. An association was found between the inflammatory markers only and the diagnostic criteria of sarcopenia. The second article, SARCOPENIA AND ITS DIAGNOSTIC CRITERIA IN THE ELDERLY: DESCRIPTION OF FREQUENCY AND ASSOCIATION WITH GENDER, AGE, NUTRITIONAL STATUS AND LEVEL OF PHYSICAL ACTIVITY, described the frequency of sarcopenia and its diagnostic criteria, and analyzed its association with gender, age, nutritional status and level of physical activity. The prevalence of sarcopenia was 27.8%, found more frequently in men (50.0%-P<0.001) and those ≥80 years (46.3%-P=0.005). Low muscle mass was more common in men, while low muscle strength and low physical performance were more frequent in the elderly ≥80 years. No association was found between sarcopenia and its diagnostic criteria with nutritional status and level of physical activity. The third article, POLYUNSATURATED FATTY ACIDS IN THE COMMUNITY ELDERLY: DESCRIPTION OF SERUM CONCENTRATIONS AND DIETARY INTAKE, AND ASSOCIATION WITH SARCOPENIA AND ITS DIAGNOSTIC CRITERIA, detailed the serum concentrations and dietary intake of PUFAs, and analyzed their association with sarcopenia and its diagnostic criteria. Serum PUFA concentrations were not associated with sarcopenia. Higher concentrations of dihomo-gamma-linolenic and adrenal acids were associated with low muscle strength and low physical performance, respectively. A lower consumption of PUFA was observed in relation to the recommended and lower omega 6/omega 3 ratio among people with sarcopenia. No association was found between PUFA consumption and diagnostic criteria. The fourth article, INFLAMMATORY BIOMARKERS, SARCOPENIA AND ITS DIAGNOSTIC CRITERIA IN THE SOCIALLY ACTIVE ELDERLY, described the serum concentrations of inflammatory markers and evaluated their association with sarcopenia and its diagnostic criteria. Sarcopenia was associated with lower concentrations of adiponectina. Low muscle mass and low muscle strength were associated with lower adiponectin concentrations and higher hs-CRP, respectively. Low physical performance was associated with lower concentrations of IL-10 and adiponectin, and higher concentrations of IL-6 and TNF-α. Women and the overweight elderly with sarcopenia presented lower concentrations of adiponectin. In conclusion, a high prevalence of sarcopenia was observed in the socially active elderly. The lower food intake of PUFA highlights the need for nutritional interventions. The relationship between sarcopenia and its diagnostic criteria with serum polyunsaturated fatty acid concentrations and inflammatory markers indicates the need to develop new research in order to clarify the mechanisms involved. Further studies are suggested to advance the investigation of PUFA and inflammatory marker interactions in sarcopenia.
Keywords: Idosos
Sarcopenia
Ácidos Graxos Poli-Insaturados
Ômega 3
Ômega 6
Marcadores Inflamatórios
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Escola de Medicina
Program: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Access type: Acesso Aberto
Fulltext access restriction: Trabalho será publicado como artigo ou livro
Time to release fulltext: 60 meses
Date to release fulltext: 08/05/2023
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/8005
Issue Date: 18-Dec-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TES_KAREN_MELLO_DE_MATTOS_MARGUTTI_CONFIDENCIAL.pdfKAREN_MELLO_DE_MATTOS_MARGUTTI_TES608.72 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.