Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/798
Document type: Dissertação
Title: A relação entre sexo e idade e queixas de crianças em psicoterapia
Author: Konrat, Carolina Elisa Diesel 
Advisor: Nunes, Maria Lúcia Tiellet
Abstract (native): A presente dissertação é composta por dois estudos, seguindo as normas do programa de Pós-Graduação em Psicologia da PUCRS. O primeiro deles é uma revisão de literatura intitulado Estudos sobre queixas nas clínicas-escola de atendimento psicológico em crianças, que teve como objetivo verificar como o perfil de crianças em atendimento está caracterizado ao longo do tempo em termos das variáveis sexo, idade e queixas que levam à busca por tratamento. Para este estudo, foram realizadas buscas bibliográficas às bases de dados SciELO, Lilacs, PsycInfo e IndexPsi. Os resultados mostram que são poucos os trabalhos que tratam essas variáveis de forma inferencial, o que não permite que se possa emitir parecer sobre o perfil da clientela. Portanto, esse tema continua a merecer atenção, pois o conhecimento acurado da clientela possibilita decisões sobre as melhores estratégias de atendimento. O segundo estudo é de caráter empírico e se intitula Queixas e sexo e idade em crianças em clínicas-escola. Teve por objetivo verificar a relação entre sexo, idade e queixas que levam crianças às clínicas-escola em busca de atenção psicológica na forma de avaliação e/ou atendimento. Foram analisados 2411 protocolos, cedidos sob a cautela de princípios éticos, oriundos de três instituições. A amostra foi composta por 1550 meninos (64,3%) e 861 meninas (35,7%), com idades de cinco a 12 anos. A relação entre as três variáveis de interesse se mostrou significativa, do ponto de vista estatístico, no sentido de que meninas, em relação aos meninos, apresentam mais comportamentos relacionados à Ansiedade/Depressão e Retraimento/Depressão na faixa etária de 5 a 6 anos; somente relativo ao comportamento de Ansiedade/Depressão, continuam as meninas com escores mais altos que os meninos nas faixas etárias de 7 a 8 anos e 9 a 10 anos; nas faixas etárias de 5 a 6 anos, 7 a 8 anos e 9 a 10 e 11 a 12 anos sempre os meninos apresentam mais problemas de atenção do que as meninas; há mais comportamento agressivo nos meninos somente na faixa etária de 5 a 6 anos; entretanto, o comportamento desafiador aparece mais em meninas do que em meninos na faixa etária de 9 a 10 anos.
Abstract (english): The present dissertation is composed of two studies, following the rules of the program of Post-Graduation in Psychology at PUCRS. The first of them is a review of literature entitled Studies about complaints in outpatient clinics , which had as an aim to verify how is the profile of children in attendance characterized over time in terms of the variables sex, age and complaints that lead to the search of treatment. For this study, bibliographical search was done to the basis data of Scielo, Lilacs, PsycInfo e IndexPsi. The results showed that few works treat these variables in an inferential way, which doesn t allow us to emit any opinion about the patients profile. Therefore, this issue continues to deserve attention, as the accurate knowledge of the patients makes it possible to take decisions about the best strategies of attendance. The second study is of empirical character and is entitled Complaints and sex and age in children in clinical-schools centers . It had as an aim to verify the relationship between sex, age and complaints that lead children to the clinical-school centers in search of psychological care in the form of evaluation and/or attendance. Thirty protocols, conceded under the caution of ethical principles, from three institutions were analyzed. The sample was composed of 1550 boys (64,3%) and 861 girls (35,7%), within the ages of five to 12 years old. The relationship between the three variables of interest - has shown itself significant, from the statistical point of view, in the sense that girls in relation to boys, present more behaviors related to the Anxiety/Depression and Retraction/Depression within the age group of 5 to 6 years; only related to the behavior of Anxiety/Depression, the girls continue to have higher scores than the boys in the age groups of 7 to 8 and 9 to 10 years old; in the age groups of 5 to 6, 7 to 8, 9 to 10 and 11 to 12 years old, the boys always present more attention problems than the girls; there is more aggressive behavior in boys only in the age group of 5 to 6 years old; however, the challenging behavior appears more in girls than in boys in the age group of 9 to 10 years old.
Keywords: PSICOLOGIA
PSICOLOGIA CLÍNICA
PSICOTERAPIA INFANTIL
PSICOLOGIA INFANTIL
CNPQ Knowledge Areas: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
Country: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Psicologia
Program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citation: KONRAT, Carolina Elisa Diesel. A relação entre sexo e idade e queixas de crianças em psicoterapia. 2012. 51 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012.
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/798
Issue Date: 6-Mar-2012
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
440853.pdfTexto Completo241.51 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.