Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/7956
Tipo do documento: Dissertação
Título: A direção social do trabalho profissional de assistentes sociais no âmbito da política de assistência social
Autor: Champe, Daniela da Silva 
Primeiro orientador: Couto, Berenice Rojas
Resumo: A presente pesquisa foi desenvolvida junto ao mestrado acadêmico do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social da Escola de Humanidades da PUCRS. O objeto de estudo é o trabalho profissional de Assistentes Sociais, e o campo de investigação é a Política Pública de Assistência Social executada no município de Gravataí/RS. Esta política que compõe a Seguridade Social brasileira e visa à proteção social, vigilância socioassistencial e defesa de direitos, tem a potencialidade de alargar os caminhos que rumam ao protagonismo da população usuária enquanto sujeitos políticos e o trabalho profissional de Assistentes Sociais pode contribuir para este processo. Neste sentido, o eixo de discussão é a direção social da profissão, enquanto norte para a categoria profissional, bem como a materialização do trabalho profissional realizado dentre múltiplas determinações. Neste âmbito, as conformações da sociedade capitalista, das políticas sociais, em especial da Assistência Social, do Serviço Social enquanto profissão, e da atual conjuntura brasileira, são aspectos debatidos neste estudo. Esta pesquisa utiliza o método materialista, dialético e histórico, e é de enfoque misto. Foram articulados dados empíricos, dados teóricos levantados por meio de pesquisa documental e dados secundários próprios do município. O estudo tem como problema de pesquisa o questionamento: Qual a direção social que materializa o trabalho profissional de assistentes sociais na política de Assistência Social? Participaram da pesquisa 23 assistentes sociais, trabalhadoras da Política de Assistência Social de Gravataí. Os dados da pesquisa analisados demonstram uma forte incidência das normas regulatórias da Política de Assistência Social no trabalho que é realizado pelas Assistentes Sociais. Tal apropriação dos saberes do SUAS é relevante e qualifica o trabalho, porém, se apreendeu rara materialidade ao Projeto Ético Político do Serviço Social. Assim, o trabalho profissional apreendido nos dados tangencia ora na direção da reprodução do tecnicismo, conservadorismo, da individualização; e ora na direção social da Profissão, da afirmação de direitos sociais, da ampliação e qualificação da política.
Abstract: La presente investigación fue desarrollada junto al máster académico del Programa de Postgrado en Trabajo Social de la Escuela de Humanidades de la PUCRS. El objeto de estudio es el trabajo profesional de Trabajadores Sociales, y el campo de investigación es la Política Pública de Asistencia Social ejecutada en el municipio de Gravataí / RS. Esta política que compone la Seguridad Social brasileña y tiene por objeto la protección social, vigilancia socioasistencial y defensa de derechos, tiene la potencialidad de ensanchar los caminos que rumbo al protagonismo de la población usuaria como sujetos políticos, el trabajo profesional de Trabajadores Sociales puede contribuir a este proceso . En este sentido, el eje de discusión es la dirección social de la profesión, como norte para la categoría profesional, así como materialización del trabajo profesional realizado entre múltiples determinaciones. En este ámbito, las conformaciones de la sociedad capitalista, de las políticas sociales, en especial de la Asistencia Social, del Trabajo Social como profesión, y de la actual coyuntura brasileña, son aspectos debatidos en este estudio. Esta investigación utiliza el método materialista, dialéctico e histórico, y es de enfoque mixto. Se articular datos empíricos, datos teóricos levantados por medio de investigación documental y datos secundarios propios del municipio. El estudio tiene como problema de investigación el cuestionamiento: ¿Cuál es la dirección social que materializa el trabajo profesional de Trabajadores Sociales en la política de Asistencia Social? Participaron de la investigación 23 Trabajadoras Sociales, trabajadoras de la Política de Asistencia Social de Gravataí. Los datos de la encuesta analizados demuestran una fuerte incidencia de las normas regulatorias de la Política de Asistencia Social en el trabajo que son realizadas por las Trabajadoras Sociales. Tal apropiación de los saberes del SUAS es relevante y califica el trabajo, sin embargo, se aprehendió rara materialidad al Proyecto Ético Político del Trabajo Social. Así, el trabajo profesional aprehendido en los datos tangencia ora en la dirección de la reproducción del tecnicismo, conservadurismo, de la individualización; y ora en la dirección social de la profesión, de la afirmación de derechos sociales, de la ampliación y calificación de la política.
Palavras-chave: Serviço Social
Trabalho Profissional
Assistência Social
Projeto Ético Político
Área(s) do CNPq: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Sigla da instituição: PUCRS
Departamento: Escola de Humanidades
Programa: Programa de Pós-Graduação em Serviço Social
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Restrição de acesso: Trabalho não apresenta restrição para publicação
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/7956
Data de defesa: 26-Jan-2018
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Serviço Social

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação - Daniela da Silva Champe.pdfDANIELA_DA_SILVA_CHAMPE_DIS1,83 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.