Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/787
Document type: Tese
Title: Desde dentro: processos de produção de saúde em uma comunidade tradicional de terreiro de matriz africana
Author: Alves, Míriam Cristiane 
Advisor: Seminotti, Nedio Antonio
Abstract (native): Esta tese tem como referenciais teórico-paradigmáticos o pensamento sistêmico complexo e a filosofia tradicional africana. Nesta perspectiva, propõe a reflexão sobre a relação entre mýthos e lógos no pensamento tradicional africano, bem como sobre o diálogo entre pensamento mítico e pensamento científico. Tem como principal objetivo compreender os processos de produção de saúde em uma comunidade tradicional de terreiro de matriz africana, problematizando a dialógica entre o paradigma civilizatório ocidental e o paradigma civilizatório negro-africano. Trata-se de um estudo qualitativo que buscou o diálogo entre o que convencionamos chamar de método recursivo e a etnografia. Foram participantes vinte vivenciadores de uma comunidade tradicional de terreiro de Batuque de tradição Jeje-Nàgô, da cidade de Porto Alegre, RS, fundada há mais de 81 anos e com cerca de 150 adeptos. No processo de produção de informações, construímos um corpus de pesquisa a partir da observação participante, de anotações em diário de campo, de entrevistas abertas, de um grupo de discussão e de uma produção fotográfica. A compreensão do material empírico partiu das reflexões teóricas sobre alguns organizadores civilizatórios invariantes negro-africanos das comunidades tradicionais de terreiros de matriz africana, de modo que ao longo desse processo emergiram três organizadores da produção de saúde: 1) unidade cósmica e força vital; 2) organização mítica e relação sujeito-ancestral-divindade; 3) pertencimento e identidade cultural. No terreiro, a concepção de saúde transcende a perspectiva da ausência de doença na medida em que é concebida como força vital, como a própria existência. Ela opera na perspectiva da complementaridade e interdependência dos seres a partir de uma noção de totalidade, de integralidade da vida. A complexidade da dinâmica civilizatória do terreiro não pode ser compreendida por categorias de análise do paradigma civilizatório ocidental. Faz-se necessário romper a hegemonia do pensamento eurocêntrico na expectativa de, progressivamente, inscrever e visibilizar na cena acadêmica outros modos de compreender o mundo, outras racionalidades no estudo em ciências humanas, sociais e da saúde.
Abstract (english): This thesis has as theoretical-paradigm referential the complex systemic thought and the traditional African philosophy. Accordingly, it proposes a reflection on the relationship between mythos and logos in traditional African thought, as well as on the dialogue between mythical thought and scientific thought. Its main objective is to understand the production processes of health in a traditional community of African origin terreiro, questioning the dialogue between the paradigm of Western civilization and the paradigm of black African civilization. It is a qualitative study that sought dialogue between what we used to call "recursive method" and ethnography. Twenty participants were experienced in a traditional African terreiro de batuque1 tradition Jeje-Nago in Porto Alegre, founded over 81 years and with about 150 supporters. In the process of production of information, we built a corpus of research based on participant observation, notes in a field diary, open interviews, a discussion group and a photographic production.The understanding of the empirical material came from the theoretical reflections about some black African invariants civilizing organizers of traditional communities of African terreiro, so that throughout this process revealed three organizers of the production of health: 1) cosmic unity and vital force; 2) mythical organization and individual-ancestor-deity relationship, 3) belonging and cultural identity. In the terreiro the concept of health transcends the perspective of the absence of disease, as it is conceived as vital force, as the very existence. Health operates from the perspective of complementarity and interdependence of human beings from a sense of wholeness, of completeness of life. The complexity of civilization dynamic of the terreiro cannot be understood by categories of analysis the of Western civilization paradigm. It is necessary to break the hegemony of Eurocentric thinking hoping, gradually, to enter and to visualize in the academic scene other ways of understanding the world, other rationalities in the study in the humanities, social and health.
Keywords: PSICOLOGIA SOCIAL
SAÚDE COLETIVA
ETNOGRAFIA
FILOSOFIA AFRICANA
CNPQ Knowledge Areas: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
Country: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Psicologia
Program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Citation: ALVES, Míriam Cristiane. Desde dentro: processos de produção de saúde em uma comunidade tradicional de terreiro de matriz africana. 2012. 21 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012.
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/787
Issue Date: 9-Mar-2012
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
438065.pdfTexto Parcial282.59 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.