Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/7594
Document type: Tese
Title: Criminologias cyber : o que é propriamente crime no ciberespaço
Author: França, Leandro Ayres 
Advisor: Gauer, Ruth Maria Chittó
Abstract (native): Vinculada à linha de pesquisa de Violência, Crime e Segurança Pública do Programa de Pós-Graduação em Ciências Criminais da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, a presente tese analisa a arquitetura do ciberespaço e as violações estruturadas e condicionadas por essa nova tecnologia, colocando em questão o que é propriamente cyber naquilo que chamamos de cybercrimes. A primeira parte da tese descreve, em linhas gerais, as diferentes perspectivas do debate sobre a (des)continuidade das criminologias tradicionais, questionando se são justificáveis criminologias alternativas para os crimes, desvios e ameaças cyber. Para isso, e com fundamento em recursos intelectuais diversos, são apresentados pressupostos fáticos e filosóficos que permitem uma nova proposição de definição e critérios criminológicos. A partir daí, a tese assume o pressuposto de que o desenvolvimento de um ambiente social novo e distinto, o ciberespaço, com suas próprias estruturas ontológica e epistemológica, formas de interação, funções e possibilidades, oportunizou a emergência de fenomenologias criminais inéditas, e que estas demandam, o que se convencionou chamar de, criminologias cyber. Uma vez que esta tese tem como objeto o estudo de crimes, desvios e ameaças desenvolvidos a partir de, e condicionados por, um novo ambiente (ciberespaço), a segunda parte do trabalho dedica-se às teorias criminológicas que tiveram como objeto principal o fator espacial na análise do fenômeno criminal e explica duas questões fundamentais do ciberespaço: sua neutralidade e sua arquitetura. No terceiro capítulo, explica-se como algumas teorias criminológicas tradicionais sobre a etiologia do comportamento desviante são adaptáveis ao contexto cyber, mas é destacada a necessidade de uma reconfiguração dos atores individuais em atuantes, tornando possível que sejam desenvolvidas novas formas de compreender conjuntos técnicos de humanos/objetos. Por fim, e para reforçar o argumento central da tese, é apresentada uma taxonomia geracional dos cybercrimes, acompanhada de explicações e críticas, permitindo, assim, uma compreensão mais clara e prática dos motivos, formas e impactos dos cybercrimes.
Abstract (english): Linked to the Violence, Crime and Public Security research line of the Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul’s Graduation Program in Criminal Sciences, this thesis analyzes the cyberspace’s architecture and the violations structured and conditioned by this new technology, questioning what is properly cyber about cybercrimes. The first part of the thesis describes, in broad lines, the different perspectives of the debate on the (dis)continuity of traditional criminologies, inquiring the need of alternative criminologies for the cyber crimes, deviations and threats. Therefore, and based on various intellectual resources, factual and philosophical assumptions are presented allowing a new proposition of criminological definition and criteria. From this, the thesis takes on the argument that the development of a new and distinct social environment, cyberspace, with its own ontological and epistemological structures, forms of interactions, functions and possibilities, enabled the emergence of unprecedented criminal phenomenologies, and that the latter require, what has been conventionally called, cyber-criminologies. Once this thesis has as object the study of crimes, deviations and threats developed from, and conditioned by, a new environment (cyberspace), the second chapter is dedicated to the criminological theories that were focused on space when analyzing the criminal phenomena and it explains two fundamental matters of cyberspace: both its neutrality and architecture. The third chapter explains how some traditional criminological theories on the etiology of deviant behavior are adaptable to the cyber context, though it is emphasized the need of a reconfiguration of individual actors into actants, making possible that new ways of understanding technical assemblages of humans/objects are developed. Lastly, and to undergird the thesis’ main argument, a cybercrimes’ generational taxonomy is presented, followed by explanations and critics, enabling then a clearer and more practical comprehension of cybercrimes’ motives, forms and impacts.
Keywords: Criminologia
Tecnologia
Ciberespaço
Atuante
Cybercrime
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::DIREITO
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Escola de Direito
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Criminais
Access type: Acesso Aberto
Fulltext access restriction: Trabalho será publicado como artigo ou livro
Time to release fulltext: 60 meses
Date to release fulltext: 28/07/2022
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/7594
Issue Date: 10-Jul-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Ciências Criminais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TES_LEANDRO_AYRES_FRANCA_CONFIDENCIAL.pdfTES_LEANDRO_AYRES_FRANCA278.94 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.