Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/7493
Document type: Dissertação
Title: Avaliação da relação entre perda óssea periimplantar e carga oclusal em implantes dentários associados à próteses fixas implantosuportadas
Author: Ávila, Roberta Alencastro 
Advisor: Teixeira, Eduardo Rolim
Abstract (native): Introdução: O objetivo deste trabalho foi através de uma análise tipo coorte prospectivo, avaliar as possíveis relações existentes entre a perda óssea periimplantar de próteses totais fixas implantossuportadas inferiores (PTFIs) e sua respectiva distribuição de contatos oclusais bilaterias, força máxima de mordida (FMM), área de contatos oclusais nos movimentos de lateralidade esquerda e direita, sua relação com arcada antagonista e presença ou não de prótese fixa provisória. Materiais e Métodos: A amostra de conveniência foi constituída por 20 pacientes portadores PTFIs inferiores, e foram acompanhados por um período de um ano, após a instalação da prótese. Nas duas coletas de dados foi realizada a medição da FMM, medição da distribuição dos contatos oclusais através do aparelho T-Scan III e solicitado uma tomografia computadorizada Cone Beam para avaliação da perda óssea periimplantar. Para mensuração da perda óssea, foi realizada a comparação entre as tomadas iniciais e no segundo momento. Após, os resultados de perda óssea periimplantar foram correlacionados e comparados com os demais dados obtidos. A análise estatística realizada para avaliar perda óssea dos implantes, lados e regiões foi o teste de Friedman e teste de Wilcoxon, para comparações teste de Mann-Whitney e para as correlações teste de Spearman e teste T de Student. Resultados: Os principais resultados foram: 1) os implantes não se diferenciam em relação a perda óssea periimplantar; 2) não houve correlação significativa de perda óssea com FMM, lateralidade D e E e a distribuição de contatos em MIH; 3) na comparação entre perda óssea de pacientes com antagonista PT e parcialmente edêntulos, não mostrou diferença estatisticamente significativa, assim como em pacientes que receberam protocolo provisório e os que não receberam. Conclusão: A perda óssea parece ocorrer de forma semelhante entre todos os implantes, lados e regiões. A FMM, a lateralidade D e E, a distribuição de contatos em MIH e a arcada antagonista não parecem interferir na remodelação óssea periimplantar. Os resultados preliminares deste estudo sugerem que não há necessidade de provisionalização em protocolos inferiores, visto que não houve diferenças de perda óssea entre os pacientes que receberam e não receberam provisório fixo.
Abstract (english): Introduction: The objective of this work was through a prospective cohort analysis evaluate possible correlations between periimplantar bone loss of lower fixed implants (PTFIs) and their respective distribution of bilateral occlusal contacts, maximum bite force (FMM), area occlusal contacts of left and right lateral movements, their relation with the antagonist arch and the presence or absence of provisional fixed prosthesis. Materials and Methods: This convenience sample consisted of 20 (twenty) patients with lower PTFIs who were followed for one year, after the installation of the prosthesis. In the two data collections the FMM measurement was performed, the occlusal contacts distribution was measured through the T-Scan III device and a Cone Beam computed tomography was ordered to evaluate the periimplant bone loss. For the measurement of bone loss, a comparison was made between the initial and second moments. After this process the results of periimplant bone loss were correlated and compared with the other data obtained. The statistical analysis performed to evaluate bone loss of implants was the Friedman test and Wilcoxon test, Mann-Whitney comparisons test, the Spearman correlations test and Student's T-test. Results: The main results were: 1) the implants do not differentiate in relation to periimplant bone loss; 2) there was no significant correlation of bone loss with FMM, right and left laterality and the distribution of contacts in maximum intercuspal position; 3) in comparison between bone loss of patients with full dentures and partially edentulous, they showed no statistically significant difference, as well as in patients who received provisional full prosthesis and those who did not receive. Conclusion: Bone loss appears to occur similarly between all implants, sides, and regions. FMM, R and L laterality, MIH contact distribution, and the antagonist arcade do not appear to interfere with periimplant bone remodeling. The preliminary results of this study suggest that there is no need for provisioning in inferior restorations, since there were no differences in bone loss between patients who received and did not receive fixed provisional.
Keywords: Implantes Dentários
Oclusão Dentária
Força de Mordida
Prótese Dentária Fixada por Implante
Ajuste Oclusal
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Odontologia
Program: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Access type: Acesso Aberto
Fulltext access restriction: Trabalho não apresenta restrição para publicação
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/7493
Issue Date: 20-Jan-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DIS_ROBERTA_ALENCASTRO_AVILA_PARCIAL.pdfTexto Parcial115.97 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.