Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/7205
Document type: Tese
Title: Conflito trabalho-família em executivos
Author: Braun, Ana Claudia 
Advisor: Oliveira, Manoela Ziebell de
Abstract (native): Esta tese é composta por três artigos que investigam o conflito entre trabalho e família em executivos. O primeiro artigo, denominado como “Conflito trabalho-família em executivos: uma revisão sistemática de 2009 a 2014” trata de uma revisão sistemática internacional da literatura sobre a temática e teve como objetivo apresentar uma revisão sistemática da publicação científica nacional e internacional sobre o conflito trabalho-família em executivos entre 2009 e 2014. O segundo artigo intitulado “A relação entre conflito trabalho e família, adição ao trabalho, engajamento e intenção de turnover em executivos brasileiros: um estudo exploratório” teve como objetivo central avaliar o conflito entre trabalho e família em profissionais em carreira executiva, tomando como ponto de partida a análise combinada com as variáveis de engajamento e intenção de turnover. Finalmente, o terceiro artigo designado como “conflito trabalho-família e estratégias de coping em executivas: um estudo qualitativo” teve como intuito entender de forma ampliada a ocorrência do fenômeno do conflito trabalho e família em executivas da região Sul do Brasil, assim como compreender quais são as estratégias de coping utilizadas frente a esse No primeiro artigo, foram avaliados 13 artigos selecionados de três diferentes bases indexadoras: PsycINFO, Periódicos CAPES e Scopus. Os resultados demonstram a literatura como constituída majoritariamente por artigos quantitativos, de origem americana e com ênfase na área de ciências exatas. Destaca-se, ainda, a escassez de pesquisas que proponham ações organizacionais para a redução do conflito entre trabalho e família. O segundo artigo, de método quantitativo, teve como participantes 275 profissionais (65,4% homens) em carreira executiva, os quais responderam um instrumento online com questões para caracterização de perfil, e escalas para avaliar conflito família-trabalho, adição e engajamento no trabalho. Os dados foram submetidos a análises descritivas, por meio do modelo de redes, e path analysis. Principais resultados permitem conjecturar que o aumento do trabalho excessivo (dimensão da adição ao trabalho) possui forte influencia no conflito entre trabalho e família, especialmente na esfera familiar, o que leva os profissionais a desenvolverem maior intenção de deixar voluntariamente a organização e redução na dimensão de engajamento. Ainda, o artigo revela que tal incidência possui impactos diferenciados entre homens e mulheres. A contextualizar a incidência de diferenças na vivenciadas entre homens e mulheres frente ao conflito entre trabalho e família, o terceiro artigo de cunho qualitativo contou com a participação de cinco mulheres residente na região Metropolitana de Porto Alegre, em sua totalidade casadas e em carreira executiva. A coleta de dados ocorreu através de um grupo focal e, posteriormente, as categorias definidas a priori foram analisadas conforme seu conteúdo. Resultados permitem vislumbrar que mulheres, em sua maioria, possuem dificuldade de conciliação do papel de mãe e trabalhadora. Relativo às estratégias de coping, aquelas focadas no contexto organizacional são percebidas como de alta eficácia. Ambos os artigos pretendem subsidiar novos estudos e delineamentos a fim de estabelecer ações de promoção e prevenção das vicissitudes trazidas pelo constante conflito entre trabalho e família vivenciado por executivos, dessa maneira, beneficiando executivos, empresas e familiares.
Abstract (english): This thesis is comprised of three articles that aim to investigate the conflict between work and family in executives. The first article – entitled “Work-family conflict in executives: a systematic review from 2009 to 2014” – covers an international systematic review of the literature and aimed to present a literature review of national and international scientific publications on the work-family conflict in executives from 2009 to 2014. The second article – entitled “The relation between work and family conflict, addition to work, engagement and turnover intention in Brazilian executives: an exploratory study” – had as main objective to evaluate the conflict between work and family in executives, taking as starting point the analysis combined with the variables of engagement and turnover. Finally, the third article – entitled “Work-family conflict and coping strategies in female executives: a qualitative study” – aimed to understand, in an extended way, the occurrence of the phenomena in female executives in southern Brazil, as well as to understand the coping strategies used to face this conflict. In the first article, we evaluated 13 articles selected from three different indexed bases: PsycINFO, Periódicos CAPES e Scopus. The results show that the literature is mostly comprised of quantitative articles from America with emphasis in the area of Exact Sciences. There is also a shortage of research that proposes organizational action to reduce the conflict between work and family. The second article, using a quantitative method, was carried out with the participation of 275 professionals (65.4% male) in executive career, who answered an online instrument with questions for profile characterization, and scales to evaluate the work-family conflict, addiction, and engagement at work. The data was submitted to descriptive analysis through the network model, and path analysis. Main results allows us to conjecture that the increase in overwork (a dimension of work addiction) has a strong influence in the conflict between work and family, especially in the family sphere, which leads professionals to develop greater intention to voluntarily leave their organizations, and reduced engagement. Moreover, the article reveals that such incidence has different impacts between men and women. To contextualize the incidence of the differences in the experience of men and women in face of the conflict between work and family, the third qualitative article had the participation of five women residing in the metropolitan region of Porto Alegre, in their entirety married and in an executive career. Data collection took place through a focal group and, subsequently, the categories defined a priori were analyzed according to their content. Results show that women have mostly difficulty reconciling the role of mother and worker. Regarding the coping strategies, those focused on the organizational context are perceived as highly effective. Both articles intend to subsidize new studies and designs in order to establish actions to promote and prevent the vicissitudes brought by the constant conflict between work and family experienced by executives, thus benefiting executives, companies and families.
Keywords: EXECUTIVOS - ASPECTOS PSICOLÓGICOS
CONFLITOS DE TRABALHO
PSICOLOGIA SOCIAL
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Escola de Humanidades
Program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/7205
Issue Date: 16-Jan-2017
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TES_ANA_CLAUDIA_BRAUN_PARCIAL.pdfTexto Parcial1.22 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.