Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/6520
Document type: Dissertação
Title: Autoeficácia e tentação em dependentes de cocaína/crack com tratamento baseado no modelo transteórico de mudança (MTT)
Author: Ávila, Andressa Celente de 
Advisor: Oliveira, Margareth da Silva
Abstract (native): O consumo de cocaína/crack representa uma preocupação na área da saúde recebendo atenção devido ao aumento de usuários e consequências que pode provocar. Não há uma definição quanto ao melhor tratamento para esta população, um dos modelos indicados é o Modelo transteórico de mudança (MTT) que auxilia o usuário na mudança intencional de comportamento. Os conceitos de autoeficácia e tentação fazem parte dos mecanismos de mudança do MTT estando presentes na modificação de comportamento, assim como os processos de mudança que se dividem em processos experienciais e processos comportamentais. Portanto, esta dissertação tem como objetivo avaliar a autoeficácia para abstinência e a tentação para uso de drogas após intervenção baseada no MTT em dependentes de cocaína/crack. Utilizou-se um delineamento de análise de dados secundários do estudo original, um ensaio clínico randomizado. Os participantes eram dependentes de cocaína e/ou crack, homens e mulheres de 18 a 59 anos, com escolaridade mínima de cinco anos e internados em locais de tratamento para dependência química. A amostra foi dividida em grupo experimental (n=39) que recebeu oito sessões de MTT e em grupo controle (n=30) que recebeu oito sessões de psicoeducação sobre drogas. Foram aplicados antes e depois das intervenções os seguintes instrumentos: protocolo de entrevista; Escala de inteligência Wechsler para adultos (WAIS-III); Mini-exame do estado mental (MEEM); Escala de autoeficácia para abstinência de drogas (EAAD); Escala de tentação para uso de drogas (ESTUD); e Escala de processos de mudança (EPM). A Seção Empírica I teve como objetivo comparar a autoeficácia para abstinência e tentação para uso de drogas nos dependentes de cocaína/crack após intervenção com o MTT. Os resultados do Teste t de Student apontaram que houve diferenças significativas em todos os fatores da EAAD (p<0,05 e p≤0,001) no grupo experimental entre a avaliação inicial e a reavaliação, e em todos os fatores da ESTUD (p≤0,001). Estes achados indicam que a autoeficácia aumentou após a intervenção e a tentação diminuiu. O grupo controle também apresentou diferenças na autoeficácia e tentação, porém em menor magnitude. O tamanho de efeito da intervenção foi maior no grupo experimental, tanto na EAAD como na ESTUD, com efeito moderado e de grande magnitude. A Seção Empírica II teve como objetivo verificar se havia associação entre a autoeficácia para abstinência, tentação para uso de drogas e os processos de mudança após a intervenção baseada no MTT. Os resultados apontaram com o Teste t de Student que o grupo experimental utilizou mais processos comportamentais na reavaliação da EPM (p=0,000). Na Correlação de Pearson foi possível verificar que houve associação entre a EAAD, ESTUD e EPM no grupo experimental, quanto mais autoeficácia e menos tentação, mais eram utilizados processos comportamentais tais como a autodeliberação, contra-condicionamento e relações de ajuda. Dessa forma, entende-se que após a intervenção com MTT houve aumento na autoeficácia dos participantes, diminuição da tentação e associação entre estes constructos com os processos de mudança, ou seja, resultados coerentes com o movimento de mudança em direção à abstinência de cocaína/crack.
Abstract (english): The use of cocaine/crack is a concern in healthcare getting attention due to the increase of users and consequences that may result. There is no definition as to the best treatment for this population. One of them is the Transtheoretical model of change (TTM) that assists the user in intentional behavior change. The concepts of self-efficacy and temptation are part of TTM change mechanisms present in behavior modification as well as the processes of change that are divided into experiential processes and behavioral processes. This dissertation aims to evaluate self-efficacy for abstinence and the temptation to use drugs after intervention based on TTM in cocaine/crack dependents. It was used a secondary data analysis of the original study with was a randomized clinical trial. The participants were dependent on cocaine and/or crack, men and women, aged between 18-59, with minimum education of five years, and admitted to treatment facilities for drug addiction. The sample was divided into experimental group (n=39) that received eight sessions of TTM and the control group (n=30) that received eight sessions of psychoeducation about drugs. The following instruments were applied before and after the intervention: interview protocol; Wechsler Intelligence Scale for adults (WAIS-III); Mini-Mental State Examination (MMSE); Drug Abstinence Self-efficacy Scale (DASE); Temptation to Use Drugs Scale (TUD); and scale of processes change (EPM). Empirical Section I aimed to compare self-efficacy for abstinence and temptation to use drugs in cocaine/crack users after intervention with TTM. The results of the Student t test showed that there were significant differences in all factors of DASE (p<.05 e p≤.001) in the experimental group between the initial assessment and revaluation, and all the TUD factors (p≤.001). These findings indicate that self-efficacy increased and the temptation decreased after the intervention. The control group also showed differences in self-efficacy and temptation, but at a lower magnitude. The effect of the intervention was greater in the experimental group, both in DASE and TUD, with moderate effect and of great magnitude. Empirical Section II aimed to verify the association between self-efficacy for abstinence, temptation to use drugs and the processes of change after the intervention based on TTM. The Student t test results showed in the revaluation of the EPM that the experimental group used more behavioral processes (p=.000). The Pearson correlation observed that there was a association between DASE, TUD and EPM in the experimental group, the more self-efficacy and less temptation, the more behavioral processes were used such as self-deliberation, counter-conditioning and aid relationships. Thus, it is understood that after the intervention with TTM there was an increase in self-efficacy of the participants, reduction of temptation and association between these constructs with the processes of change, i.e., results consistent with the change toward abstinence from cocaine/crack.
Keywords: PSICOLOGIA CLÍNICA
COCAÍNA
CRACK (DROGA)
TRANSTORNOS RELACIONADOS AO USO DE SUBSTÂNCIAS - TERAPIA
TENTAÇÃO
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS HUMANAS::PSICOLOGIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Psicologia
Program: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/6520
Issue Date: 7-Jan-2016
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DIS_ANDRESSA_CELENTE_DE_AVILA_PARCIAL.pdfTexto Parcial980.92 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.