Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/6509
Document type: Dissertação
Title: A recepção crítica da obra de Dalcídio Jurandir : Rio de Janeiro e Belém do Pará (1940 – 1980)
Author: Barbosa, Wilson Ferreira 
Advisor: Baumgarten, Carlos Alexandre
Abstract (native): Dalcídio Jurandir Ramos Pereira nasceu na Vila de Ponta de Pedras, Ilha de Marajó, no estado do Pará, em 10 de janeiro de 1909. É um nome da literatura paraense de grande destaque desde 1941, quando foi lançado no Rio de Janeiro, pela Editora Vecchi, seu primeiro romance Chove nos campos de Cachoeira. Sua obra reveste-se de um grande valor enquanto registro da cultura paraense. Nesse sentido, esta dissertação tem como objetivo realizar o levantamento da fortuna crítica a respeito de sua obra, especialmente daquela divulgada em jornais e revistas de Belém do Pará e do Rio de Janeiro, cidades em que atuou por maior tempo. Os periódicos a serem examinados serão aqueles em circulação entre os anos 1940 e 1980 do século XX, fase que corresponde à divulgação de sua obra. Toda a documentação original está arquivada na “Fundação Casa de Rui Barbosa”, no Rio de Janeiro e as primeiras edições (originais) de cada romance foram encontradas no acervo mantido pela família do escritor na “Casa de Cultura Dalcídio Jurandir”, situada na cidade de Niterói, no Rio de Janeiro. A pesquisa, situada no campo da crítica e da história da literatura, para além de proceder à análise do material referido, tem como objetivo reunir e transcrever os ensaios críticos sobre a obra do romancista paraense, apresentando-os na forma de anexo e, nessa medida, disponibilizando-os para consulta aos pesquisadores interessados no estudo de sua obra. Dalcídio Jurandir publicou de 1941 a 1978 onze romances. E dez ficaram conhecidos como obras do “Ciclo do Extremo Norte”, assim denominadas pelo próprio escritor; pois segundo ele mesmo, elas revelam “A vida paraense em termos de ficção”. Em 1959 publicou Linha do parque, um romance que narra as lutas da classe operária do Rio Grande do Sul, e traduzido para o russo, em 1962. Com essas obras o escritor marajoara recebeu vários prêmios: em 1960 recebeu o prêmio Paula Brito, da Biblioteca do Estado da Guanabara e o prêmio Luiza Cláudio de Souza. Em 1972 ganhou o prêmio Machado de Assis, pelo conjunto da obra, concedido pela Academia Brasileira de Letras.
Abstract (english): Dalcídio Jurandir Ramos Pereira was born in Vila de Ponta de Pedras, Ilha de Marajó, in the state of Pará, Brazil, on 10 January 1909. He is a great exponent of Brazilian Literature since 1941, when his first novel, Chove nos campos de Cachoeira, was published by Editora Vecchi in Rio de Janeiro. His work has great value as a registration of Pará‟s culture. In that sense, the aim of this thesis is to do a literature review of his work, especially around what he wrote for newspapers and magazines of Rio de Janeiro and Belém (Pará‟s capital), the two cities in which he was most active. The newspapers due to be examined are those that were in circulation between 1940 and 1980, a phase that corresponds to the divulgation of his work. All the original documentation is archived in the “Fundação Casa Rui Barbosa”, in Rio de Janeiro, and the first editions (the originals) of each novel were found in a store held by the writer‟s family in the “Casa de Culture Dalcídio Jurandir”, located in Niterói, state of Rio de Janeiro. The thesis, which can be put in the field of Literary Criticism and History of Literature, is not just about analyzing the referred material but also gathering and transcribing the essays about the writer, presenting them in the appendix for researchers interested in his work to consult. Dalcídio Jurandir published eleven novels between 1941 and 1978. Ten of them became known as novels of the “Ciclo do Extremo Norte”, a name given by the writer himself, who also said they reveal “life in Pará in terms of fiction.” In 1959, Dalcídio published Linha do parque, a novel that narrates the working class‟s struggles in Rio Grande do Sul; this novel was translated to Russian in 1962. Dalcídio Jurandir got many awards with these novels: in 1960 he won the Paula Brito award, from the Biblioteca do Estado da Guanabara and, in that same year, the Luiza Cláudio de Souza award. In 1972 won the Machado de Assis award, granted by the Academia Brasileira de Letras, for lifetime achievement.
Keywords: LITERATURA BRASILEIRA
TEORIA LITERÁRIA
CRÍTICA LITERÁRIA
PEREIRA, DALCÍDIO JURANDIR RAMOS - CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO
CNPQ Knowledge Areas: LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Letras
Program: Programa de Pós-Graduação em Letras
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/6509
Issue Date: 27-Jan-2016
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Letras

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DIS_WILSON_FERREIRA_BARBOSA_COMPLETO.pdfTexto Completo1.87 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.