Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/6444
Document type: Tese
Title: Desenvolvimento e aplicação de copolímero absorvível como câmara de regeneração de nervo periférico em ratos
Author: Sebben, Alessandra Deise 
Advisor: Silva, Jefferson Luis Braga da
Abstract (native): Introdução: Lesões em nervos periféricos resultam na perda de função do órgão inervado e raramente apresentam recuperação sem a intervenção cirúrgica. Uma das formas de reparo é a técnica de tubulização, através da qual é possível acrescentar fatores com capacidade regenerativa. Nesse contexto, biomateriais e fatores neurotróficos são indicados como uma alternativa terapêutica para reconstrução de nervos periféricos. Objetivo: Desenvolver tubo nanotexturizado absorvível composto por poli (ácido láctico-co-ácido glicólico), e avaliar seu efeito sem e com incorporação de tacrolimus sobre a regeneração de nervo periférico em ratos. Materiais e Métodos: Foram confeccionados tubos nanotexturizados absorvíveis de PLGA com e sem incorporação de tacrolimus, que foram caracterizados in vitro e in vivo quanto à biocompatibilidade, biodegradação e eficácia como técnica de tubulização. O experimento in vivo, no qual foram utilizados 88 ratos, ocorreu em 2 etapas: os copolímeros sem e com incorporação de tacrolimus foram implantados em 63 animais para avaliar a biocompatibilidade; um defeito de 10mm no nervo ciático foi criado nos 25 animais restantes, os quais foram divididos em três grupos conforme o tratamento: enxerto autólogo (5), tubulização com tubo PLGA (10) e tubulização com tubo PLGA e tacrolimus (10). Foram realizados Teste de Marcha e análise histomorfométrica. Resultados: As membranas de PLGA, contendo ou não tacrolimus, diferiram do controle negativo nos ensaios de viabilidade celular in vitro (p=0,000); a membrana contendo tacrolimus foi significativamente melhor, independentemente do tempo, quando comparada à membrana sem o fármaco (p=0,026). Na avaliação da biocompatibilidade in vivo, o tecido circunjacente aos implantes de PLGA apresentaram inflamação aguda, que foi decrescendo ao longo dos 90 dias de avaliação. Em 7 dias após os implantes serem inseridos, evidenciou-se menor deposição de colágeno nos dois biomateriais quando comparado aos demais períodos (p ≤ 0,020). O tubo de PLGA sem tacrolimus teve média menor em relação à espessura da bainha de mielina comparado ao enxerto autólogo e ao tubo contendo tacrolimus nos segmentos proximal, medial e distal (p < 0,05). Na avaliação funcional da recuperação do nervo ciático de ratos, o grupo de PLGA sem tacrolimus diferiu significativamente do grupo enxerto autólogo (em 90 dias | p= 0,0021), com menores índices de função ciática. Conclusão: o presente estudo sugere que a combinação de PLGA e tacrolimus favoreceu a regeneração de nervo ciático de rato, e esta poderá ser uma potente alternativa para aplicação clínica em lesões de nervos periféricos.
Abstract (english): Introduction: Peripheral nerve injury results in functional loss in the innervated organ, and recovery without surgical intervention is rare. Many surgical techniques can be used for nerve repair. Among these, the tubulization technique can be highlighted: this allows regenerative factors to be introduced into the chamber. Biomaterials and neurotrophic factors are indicated as a therapeutic alternative for reconstruction of peripheral nerves. Objective: To develop a nanotextured absorbable tube of poly(lactic-co-glycolic acid), and to evaluate its effect with and without tacrolimus on peripheral nerve regeneration in rats. Materials and Methods: Nanotextured absorbable PLGA tubes and films with and without incorporation of tacrolimus are developed, which were characterized in vitro and in vivo biocompatibility, biodegradability and effectiveness as technical tubing were fabricated. The in vivo experiment in which 88 rats were used, occurred in two stages: the copolymers with and without tacrolimus were implanted in 63 animals to evaluate the biocompatibility; a defect of 10mm sciatic nerve was created in the remaining 25 animals were divided into three groups according to treatment: autograft (5), tubulization with PLGA (10), tubulization with PLGA and tacrolimus (10). Walking Track and histomorphometric analyses were performed. Results: Nanotextured PLGA films, containing tacrolimus or not, differ from the negative control cell viability in vitro assays (p=0.000). The film containing tacrolimus was significantly improved, regardless of the time, when compared to the film without the drug (p=0.026). In vivo biocompatibility evaluation demonstrated a surrounding tissue to PLGA implants with acute inflammation, which was decreasing the long 90 days evaluation. It was evident less collagen deposition in both biomaterials, p ≤ 0.020 seven days after the implants were inserted. The PLGA tube without tacrolimus had smaller average response to the thickness of the myelin sheath compared to autograft and the tube containing tacrolimus in proximal, medial and distal segments (p<0.05). In functional assessment of the recovery of the sciatic nerve in rats, the group of PLGA without tacrolimus significantly differed from the 90 days autograft group (p= 0.0020). Conclusion: The present study suggests that the combination of tacrolimus and PLGA promoted the regeneration of rat sciatic nerves, and this can be a powerful alternative to clinical use in peripheral nerve injuries.
Keywords: MEDICINA
SISTEMA NERVOSO
MATERIAIS BIOCOMPATÍVEIS
REGENERAÇÃO NERVOSA
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Medicina
Program: Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/6444
Issue Date: 27-Feb-2014
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
458573 - Texto Completo.pdfTexto Completo3.59 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.