Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/6339
Document type: Dissertação
Title: Efeitos do estresse neonatal por lipopolissacarídeo sobre a resposta a um estímulo inflamatório em camundongos
Author: Barth, Cristiane Raquel 
Advisor: Donadio, Márcio Vinícius Fagundes
First advisor-co: Oliveira, Jarbas Rodrigues de
Abstract (native): A exposição neonatal ao lipopolissacarídeo (LPS) gera um estimulo estressor capaz de afetar o desenvolvimento de importantes sistemas, dando origem a alterações comportamentais e neuroendócrinas duradoras. O objetivo desta dissertação é avaliar a resposta a um estímulo inflamatório em camundongos Balb/c submetidos à estresse neonatal por LPS em diferentes idades e sexos. Os camundongos receberam, no 3º e 10º dias de vida, injeção i.p. de LPS (100μg /Kg) ou solução salina. Após 21 ou 60 dias de vida, os mesmos foram submetidos à injeção de solução salina ou a um estímulo inflamatório através da injeção de carragenina 1%. Foram mensurados no lavado peritoneal citocinas inflamatórias, espécies reativas de oxigênio e produção de Redes Extracelulares de Neutrófilos (NETs). Os resultados encontrados demonstram que o estresse neonatal por LPS diminui a liberação de citocinas inflamatórias nos animais jovens machos e fêmeas. Já nos adultos, somente as fêmeas apresentaram a mesma resposta. Foi encontrado um aumento na produção de NETs nos animais do grupo nLPS com 60 dias quando comparado com animais nLPS com 21 dias, em ambos os sexos, indicando um efeito do estresse neonatal sobre a ontogenia da formação de NETs. A produção de ROS não sofreu influência do estresse neonatal, porém foi encontrada uma maior produção na idade adulta, independente da intervenção neonatal. Os resultados do presente estudo indicam que o estresse neonatal por LPS altera a produção de citocinas em resposta a um estímulo inflamatório em diferentes idades, em um efeito dependente do sexo. Além disso, parece que a formação de NETs ao longo da vida também é influenciada pelas alterações no período neonatal.
Abstract (english): Neonatal exposure to lipopolysaccharides (LPS) generates a stressful stimulus capable of affecting the development of important systems, which causes lasting behavioral and neuroendocrine alterations. The aim of this study is to evaluate the response to an inflammatory stimulus in Balb/c mice exposed to LPS-induced neonatal stress at different ages and genders. Mice underwent intraperitonial injections on postnatal days 3 and 10 with either LPS (100ug/Kg) or saline solution. After 21 or 60 days of age, either saline solution was injected or an inflammatory stimulus was induced by the injection of 1% carrageenan. Inflammatory cytokines, reactive oxygen species and NETs production were measured in the peritoneal lavage. Our findings indicate that LPS-induced neonatal stress can reduce inflammatory cytokines in young animals, males and females. In adults, however, only females showed the same response pattern. In nLPS group, an increase in NETs production was observed in animals that were 60-days-old when compared to 21-days-old in both genders, which indicates an effect of neonatal stress on the ontogeny of NETs formation. The production of ROS was not affected by neonatal stress, even though an increased production was found among adults regardless of neonatal intervention. The results shown here indicate that LPS-induced neonatal stress can alter cytokine production in response to inflammatory stimuli at different ages, in a gender dependent way. Moreover, it seems like the formation of NETs throughout life is also influenced by alterations undergone during the neonatal period.
Keywords: BIOLOGIA CELULAR
BIOLOGIA MOLECULAR
EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL
ESTRESSE NEONATAL
INFLAMAÇÃO
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS BIOLOGICAS::BIOLOGIA GERAL
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Biociências
Program: Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/6339
Issue Date: 13-Feb-2015
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
475296 - Texto Completo.pdfTexto Completo1.04 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.