Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/6256
Document type: Dissertação
Title: Papel do baço na resposta inflamatória cerebral em modelo experimental de epilepsia em ratos tratados com células mononucleares de medula óssea
Author: Silva, Daniele Vieira da 
Advisor: Costa, Jaderson Costa da
Abstract (native): A epilepsia compreende uma categoria de síndromes que se caracterizam por crises espontâneas e recorrentes (CERs), que são resultados de disparos elétricos intensos, sincronizados e rítmicos de populações neuronais no sistema nervoso central (SNC) e de excitabilidade excessiva, na ausência de condição tóxico-metabólica ou febril.1 2, 3 Pesquisas experimentais mostram que a indução do Status Epilépticos (SE) em roedores provoca reação inflamatória cerebral pronunciada envolvendo as células endoteliais, glia e neurônios.4, 5 Nosso grupo mostrou que a administração de células da medula óssea por via intravenosa depois da indução do SE por lítio-pilocarpina é capaz de reduzir as CERs, melhorar a função cognitiva e modular a produção de citocinas pró-inflamatórias.6, 7 O baço é importante na indução da resposta inflamatória cerebral e também é um alvo importante para a intervenção de células-tronco.8 A esplenectomia antes do acidente vascular cerebral (AVC) reduz significativamente o tamanho do infarto no cérebro.9 Foi também demonstrado que no modelo da pilocarpina, a esplenectomia diminuiu a gravidade das crises, o tempo para o início do SE, e a taxa de mortalidade causada pelo SE.10 O objetivo do presente trabalho é investigar a importância da interação entre células mononucleares da medula óssea (CMMO) e o baço em ratos epilépticos. Como resultado do trabalho nossos animais tratados com as CMMO apresentaram melhor capacidade de reter a memória no teste do LAM quando comparados aos animais tratados sem o baço. Além disso, nesses animais o tratamento não teve o potencial de reduzir as taxas de IL-1 β no soro e nem de aumentar os níveis de IL-10 no soro e no hipocampo de ratos tratados e sem o baço. Concluindo, o trabalho sugere que o baço possa estar envolvido modulando a cascata inflamatória no efeito terapêutico promovido pelo transplante de CMMO.
Abstract (english): Epilepsy comprehends a category of syndromes characterized by spontaneous and recurrent crises (SRCs), which are a result of intense electric activity, synchronized and rhythmic of neuronal populations of the central nervous system (CNS), and of excessive excitability in the absence of a toxic-metabolic condition or fever 1 2, 3. Experimental studies have shown that SE induction in rodents provokes pronounced inflammatory cerebral reaction involving endothelial cells, glia, and neurons4, 5. Our group has shown that intravenous bone marrow cells administration following lithium-pilocarpine SE induction reduces SRCs, improves cognitive function, and modulates the production of pro-inflammatory cytokines6, 7. The spleen is important to induce cerebral inflammatory response and also is an important target for stem cell intervention therapies8. Splenectomy before a cerebrovascular accident (CVA) significantly reduces the infarction size in the brain9. Moreover, it has been demonstrated that in the pilocarpine model splenectomy decreases the severity of crises, the time to SE onset, and the mortality rate caused by SE10. The aim of the present work was investigating the importance of the interaction between bone marrow mononuclear cells (BMC) and the spleen in epileptic rats. As a result, the animals treated with BMC presented a better capability of memory retrieval in the Morris aquatic maze (MAM) when compared to the treated animals without the spleen. Besides, the treatment did not present the potential of reducing the levels of IL-1 β or of increasing the levels of IL-10 in the serum and hippocampus of treated rats without the spleen. In conclusion, the work suggests that the spleen could be involved in the therapeutic effect promoted by BMC transplant.
Keywords: MEDICINA
PEDIATRIA
EPILEPSIA
BAÇO
CITOCINAS
MEMÓRIA
RATOS - EXPERIÊNCIAS
DOENÇAS DO SISTEMA NERVOSO
CNPQ Knowledge Areas: CLINICA MEDICA::PEDIATRIA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Medicina
Program: Programa de Pós-Graduação em Medicina/Pediatria e Saúde da Criança
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/6256
Issue Date: 27-Feb-2015
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Pediatria e Saúde da Criança

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
473525 - Texto Parcial.pdfTexto Parcial369.32 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.