Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/6201
Document type: Dissertação
Title: Evidências epidemiológicas sobre maus-tratos na infância e modelo experimental de estresse precoce
Author: Viola, Thiago Wendt 
Advisor: Grassi-Oliveira, Rodrigo
Abstract (native): Introdução : Acredita-se que o estresse no início da vida aumenta o risco de desenvolvimento de adição a cocaína. Entretanto, os mecanismos e mediadores desta relação ainda não foram completamente entendidos, particularmente durante a adolescência, que é o período em que o uso de drogas usualmente se inicia.Objetivos : Examinar os efeitos da separação materna pós-natal (MS) no paradigma do condicionamento de preferência por lugar (CPP) induzido por cocaína em camundongos periadolescentes. Além disso, investigar se a separação materna afeta a memória espacial de curto-prazo, bem como a atividade exploratória e comportamento de ansiedade na ausência de droga.Métodos : As ninhadas de BALB/c foram randomicamente destinadas a um dos grupos: MS ou desenvolvimento normal (SR - controles). Os animais de MS foram submetidos a um procedimento no qual os filhotes são separados da mãe diariamente por 180 minutos, do dia pós-natal (PND) 2 ao PND 15. O CPP foi realizado seguindo três fases sequenciais: habituação (PND 34), condicionamento (PND 35 ao PND 44) e teste pós-condicionamento (PND 45). Para todas as fases os camundongos foram colocados nas câmeras de CPP por um total de 30 minutos todos os dias. A cocaína foi administrada intraperitonealmente a uma dose de 20mg/kg. Os animais também realizaram as tarefas de campo aberto e reconhecimento de objetos. Os dados comportamentais foram analisados utilizando o sistema de vídeo do ANY-Maze.Resultados : A MS afetou seletivamente o CPP induzido por cocaína nos camundongos adolescentes, aumentando o tempo dispendido na câmera pareada à droga, mas não influenciou a atividade exploratória, o comportamento ansioso e a memória espacial de curto-prazo.Conclusões : A separação do cuidador primário durante o início da vida pode aumentar a reatividade a pistas pareadas a cocaína, como um ambiente específico, em um período crítico do desenvolvimento, com alta vulnerabilidade ao abuso de drogas.
Abstract (english): Introduction : Early-life stress is thought to increase risk for developing cocaine addiction. However, the mechanisms and mediators of this relationship still not completely understood, particularly during adolescence, which is the period that drug use usually initiates.Objectives : To examine the effects of postnatal maternal separation (MS) on cocaineinduced conditioned place preference (CPP) paradigm in periadolescent mice. Additionally, to investigate if MS affects short-term spatial memory, as well as drug-free exploratory activity and anxiety-related behavior.Methods : BALB/c litters were randomly assigned to one of two groups: MS or standard rearing (SR - controls). The MS animals were subjected to a procedure that pups were separated from their dams daily for 180 minutes, from postnatal (PND) 2 to 15. The CPP was performed following three sequential phases: habituation (PND 34), conditioning (PND 35 to PND 44) and post-conditioning test (PND 45). For all phases, mice were placed into the chambers for a total of 30 minutes each day. Cocaine was administered at a dose of 20 mg/kg (i.p.). Animals also performed the open field and object recognition tasks. Behavioral data was analyzed using ANY-Maze video-tracking system.Results : MS selectively affected cocaine-induced CPP in adolescent mice, increasing the time spent in the drug-paired chamber, but exerted no influence on exploratory activity, anxiety-related behavior and short-term spatial memory.Conclusions : Separation from the primary caregiver during early life can increase reactivity to cocaine paired cues, such as a particular environment, in a developmental period with increased drug abuse vulnerability.
Keywords: MEDICINA
PEDIATRIA
CRIANÇAS - MAUS-TRATOS
EPIDEMIOLOGIA
ESTRESSE
SEPARAÇÃO (PSICOLOGIA)
COCAÍNA
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Medicina
Program: Programa de Pós-Graduação em Medicina/Pediatria e Saúde da Criança
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/6201
Issue Date: 4-Mar-2015
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Pediatria e Saúde da Criança

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
471704 - Texto Parcial.pdfTexto Parcial240.66 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.