Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/6026
Document type: Dissertação
Title: Reflexões e propostas para a formação de um educador em saúde
Author: Zabka, Cristina Furlan 
Advisor: Stobäus, Claus Dieter
Abstract (native): A Educação em Saúde (ES) é um aspecto de promoção da saúde e prevenção de doenças já bem estudado e a formação e atuação do médico são elementos de fundamental importância para sua consolidação. O objetivo do presente trabalho foi a investigação da formação e das práticas de ES realizadas por médicos no contexto da Atenção Primária em Saúde. O estudo qualitativo, de caráter exploratório-descritivo e interpretativo, complementado com elementos quantitativos, baseou-se na entrevista de 6 médicos que atuam na Estratégia de Saúde da Família e seus 2 respectivos coordenadores, com enfoque na percepção a respeito da formação em ES e práticas educativas realizadas. Investigou-se também a percepção dos entrevistados sobre a efetividade da ES. Além disso, realizou-se a observação dos profissionais durante ações educativas do tipo grupo e sala de espera. As entrevistas foram analisadas através da Análise de Conteúdo de Bardin. Identificaram-se três categorias: Formação em ES, com as subcategorias Graduação, Pós-Graduação e Educação Permanente ou Continuada; categoria Atuação em ES, com as subcategorias Nível de Atuação, Multidisciplinaridade e Seleção Temática; e a categoria Fatores que Influenciam a Efetividade da ES, com as subcategorias Profissional de Saúde, Gestão e Usuário. Na primeira, relatos sobre as mudanças curriculares demonstraram diferença nos discursos dos entrevistados, bem como a residência em MFC e as especializações específicas para atuação em APS. Na segunda, quanto à Atuação, todos referiram realizar práticas de ES, tanto no nível individual quanto coletivo; e em todas as unidades de saúde (US) pesquisadas, a ES ocorre como uma prática de caráter multidisciplinar. Na terceira, a efetividade da ES mostrou-se influenciada pela formação e perfil do profissional, a administração do setor público, a valorização profissional, a intersetorialidade, a coresponsabilização e a cultura. Os resultados da observação dos grupos foram triangulados com os das entrevistas e com os dados dos profissionais: nas práticas educativas observadas, todos os profissionais utilizaram a metodologia da palestra, com a transmissão vertical das informações do médico para os usuários, objetivando a mudança individual do comportamento em saúde. Os profissionais com formação específica para atuação em APS não mostraram experiências inovadoras, nem tampouco os com formação mais recente. O tempo de atuação na mesma US também não evidenciou diferença em relação à prática de ES. Além disso, o modo de seleção dos temas para as ações em ES não se seguiu à execução de um diagnóstico em saúde da comunidade local. Concluiu-se que a ES esteve presente no discurso e na prática dos profissionais de formas diferentes: enquanto a formação refletiu transformações importantes ocorridas na graduação e na pós-graduação, a atuação demonstrou a permanência de práticas homogeneamente inadequadas e ultrapassadas. A multidisciplinaridade presente nas práticas educativas foi um aspecto positivo encontrado. Se considerado no seu conjunto, o discurso dos profissionais demonstrou a complexidade que envolve a efetividade da ES. Apontamentos do estudo direcionam para a necessidade da formulação de estratégias para se reduzir a distância entre pesquisa e prática na APS, com efetivação das recomendações científicas para o cuidado em saúde, uma vez que a efetividade da ES está atrelada à realização de intervenções múltiplas em diferentes níveis de ação.
Abstract (english): Health Education (HE) is a well studied aspect of health promotion and disease prevention and medical formation and practice are key factors to its consolidation. The objective of this work was to investigate medical formation and HE practices performed by doctors in Primary Care System (PCS) context. The study was descriptive and interpretative, with a quanti-qualitative approach, based on the interviews of 6 doctors who work in the Brazilian Family-Centered Health Strategy and their 2 coordinators, focusing in their perception about formation in HE and educative practices performed. The interviews were analyzed through Bardin’s Content Analyses. We identified three categories: Formation in HE, with the subcategories Graduation, Post-Graduation and Permanent or Continuous Education; the category Practice in HE, with the subcategories Level of Practice, Multidisciplinary and Issue Selection; and the category Factors that Affect HE Effectiveness, with the subcategories Health Professional, Management and PCS Users. Regarding Formation, curriculum changes showed differences among the participants’ speech, as well did Family and Community residency and other specific specializations for PCS practitioners. Regarding Practice, all participants reported HE practices, in both individual and collective levels. HE was a multidisciplinary practice present in all heath units (HU) researched. HE effectiveness was influenced by professionals’ formation and profile, public department management, professional valorization, intersectionality, co-responsibility and culture. The results of groups’ observation were triangulated with the interviews and professionals’ data. Regarding the observed practices, all professionals used the lecture as method, with vertical transmission of information from doctor to patient, aiming individual changes in health behavior. Professionals with specific formation for PCS practice showed no innovative experiences, and neither the youngest did. Long-last acting in the same HU also showed no difference among HE practices. Moreover, the way of selection of the practice-guiding issues were not based in a local community diagnosis. We concluded that HE was present in professionals’ speech and practices in different ways. While formation reflected important transformations that took place in graduation and postgraduation, practice demonstrated the constancy of inappropriate and updated performances. Multidisciplinary was a positive aspect found. Professionals’ speech demonstrated the complexity of HE effectiveness if it is taken in its entirety. This study pointed out the need of strategies to translate research into practice in PCS, implementing scientific recommendations to heath care, considering that HE effectiveness is related to multiple interventions in multiples levels.
Keywords: EDUCAÇÃO E SAÚDE
FORMAÇÃO PROFISSIONAL
ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE
SAÚDE DA FAMÍLIA
CNPQ Knowledge Areas: CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
Country: Brasil
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Educação
Program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/6026
Issue Date: 25-Feb-2015
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
468725 - Texto Completo.pdfTexto Completo807.3 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.