Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/586
Document type: Dissertação
Title: O trabalho social e a política de habitação : desvendando contradições
Author: Wüsth, Andréia
Advisor: Couto, Berenice Rojas
Abstract (native): O presente estudo tematiza o caráter emancipatório do trabalho social em projetos habitacionais no município de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul. Seu objetivo geral consiste em identificar os desafios e possibilidades da atuação da equipe técnica e gestores no desenvolvimento do trabalho social, numa perspectiva emancipatória. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, de cunho exploratório, fundamentada no método dialético-crítico, que evidencia as percepções de técnicos e gestores que atuam no projeto de trabalho social, com vistas a contribuir para produção de conhecimento no âmbito da política habitacional a partir dos resultados e apontar os limites e possibilidades encontrados para garantir o direito à moradia e ampliar as perspectivas das famílias participantes em relação à autonomia e emancipação. Para o tratamento dos dados, foi utilizada a análise de conteúdo, tendo como referência Bardin (1977). Os resultados apontam para o caráter emancipatório do trabalho social relacionado à participação das famílias em todas as etapas da intervenção habitacional, inclusive no planejamento, para que se sintam parte ativa do processo de reassentamento e possam ter um sentimento de pertencimento em relação ao espaço que irão habitar e tenham acesso às informações sobre o projeto habitacional, através de um canal de comunicação que amplie o acesso a direitos humanos por meio da utilização dos diversos serviços que compõem a rede de serviços públicos. No que tange à atuação da equipe técnica e gestores da política de habitação no município de São Leopoldo, foram apontados limites e possibilidades, que estão relacionados ao caráter emancipatório das ações realizadas durante o desenvolvimento do trabalho social. Enquanto limites destaca-se a fragmentação do projeto como um fenômeno presente nas políticas públicas de modo geral, que representa uma contradição e um limite para a operacionalização das ações voltadas à emancipação política. Apesar disso, também existem possibilidades de atuação de forma emancipatória a partir da valorização da educação popular, da criação de um canal de informação, do estabelecimento de parcerias, não apenas com outros setores e políticas públicas, mas com a própria população participante do trabalho social.
Abstract (english): This study addresses the emancipatory nature of social work in housing projects in São Leopoldo, Rio Grande do Sul. Its general purpose is to identify the challenges and possibilities of the performance of the technical staff and managers in the development of social work in an emancipatory perspective. It is a qualitative exploratory research, grounded in the dialectical-critical method, which highlights the perceptions of coaches and managers who work in the design of social work, in order to contribute to knowledge production in the context of housing policy. This study is a result that intends to point out the limits and possibilities found to ensure the right to housing and broaden the perspectives of participating families with regard to autonomy and emancipation. For data processing, content analysis was used, with reference to Bardin (1977). The results point to the emancipatory nature of social work related to the participation of families at all stages of the housing intervention, including the planning so they feel an active part of the resettlement process and may have a sense of belonging in relation to the space it will inhabit and have access to information about the housing project through a communication channel that expands access to human rights through the use of various services that make up the network of public services. Regarding the performance of the technical staff and managers of housing policy in São Leopoldo, limits and possibilities, related to the emancipatory nature of the actions taken during the development of social work, were pointed out. While boundaries highlights the fragmentation of the project as a phenomenon present in public policy in general, and a limit to the operationalization of actions aimed at political emancipation. Nevertheless, there are also possibilities of emancipatory forms of action based on the value of popular education, the creation of an informative channel, establishing partnerships not only with other sectors and policies but with the participation of the population in the social work itself.
Keywords: SERVIÇO SOCIAL
POLÍTICA HABITACIONAL - BRASIL
TRABALHO SOCIAL
CNPQ Knowledge Areas: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL
Language: por
Country: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Serviço Social
Program: Programa de Pós-Graduação em Serviço Social
Citation: WÜSTH, Andréia. O trabalho social e a política de habitação : desvendando contradições. 2015. 136 f. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2015.
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/586
Issue Date: 29-Jan-2015
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
466183.pdfTexto Completo1.78 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.