Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/3773
Tipo do documento: Dissertação
Título: Relatos significativos de professores e alunos na educação de jovens e adultos e sua auto-iamgem e auto-estima
Autor: Antunes, Denise Dalpiaz 
Primeiro orientador: Mosquera, Juan José Mouriño
Resumo: Este estudo se propôs verificar através dos relatos de professores e alunos, Práticas Pedagógicas desenvolvidas na Educação de Jovens e Adultos e sua Auto-imagem e Autoestima, foram oito sujeitos entrevistados, sendo seis alunos adultos inseridos nas Totalidades 1 e Totalidade 2, no ensino de jovens e adultos do Município de Porto Alegre, e dois de seus professores. Como metodologia de pesquisa elegeu-se o estudo de caso, numa abordagem quantitativa-qualitativa. Como instrumentos utilizaram-se: Entrevistas com respostas abertas para os professores e para os alunos adultos, Ficha de Observação da Prática Pedagógica, Diário de Campo, Questionário de Auto-imagem e Auto-estima (os três últimos foram utilizados como complemento da análise). A Análise dos dados foi realizada através da análise de conteúdo, com categorias a priori: 1. Auto-imagem e Auto-estima: demonstrando que o nível de AI e AE dos alunos parece não ser real pela falta de consciência crítica que parece não existir nos alunos com pouca escolarização. Em contrapartida, o nível de AI e AE dos professores, pela escolarização e suposto amadurecimento, parece ser real; e a posteriori: 2. Vivências Pessoais, Profissionais e Sociais revelou que o aluno adulto traz para dentro da escola todas as suas vivências pessoais, e estas precisam alicerçar as práticas pedagógicas da EJA.; 3. Relatos de Aprendizagens e Expectativas de Aprender/ Motivações, apontou que os alunos em sua maioria parecem ter construídas, do convívio social na infância, suas expectativas e motivações de aprendizagens: a leitura e a escrita, destacando-se que as relações interpessoais estabelecidas no meio educativo podem ajudar a compor novas expectativas em relação ao ensino; 4. Prospectiva de Vida e Futuro demonstrou que os alunos adultos em sua maioria vêem na escola a possibilidade de independência social, e um pequeno grupo busca na escolarização melhorias de emprego; 5. Professora como Modelo Cultural ressaltou que os alunos adultos tem sua professora como modelo cultural socialmente construído, ressaltando o compromisso social da figura do professor. Fica ressaltada a importância de uma formação continuada que revele renovadas práticas pedagógicas na EJA, alicerçadas nas vivências pessoais dos alunos adultos. Recomenda-se que muito mais estudo no campo da Educação de Jovens e Adultos e da Auto-imagem e Auto-estima sejam realizados, não se esgotando aqui as possibilidades de entendimento destas áreas temáticas. Contudo, espera-se que este trabalho venha contribuir para o aperfeiçoamento dos educadores em geral e em especial para o contexto educativo da Educação de Jovens e Adultos
Palavras-chave: PSICOLOGIA EDUCACIONAL
EDUCAÇÃO DE ADULTOS
JOVENS - EDUCAÇÃO
PRÁTICA DE ENSINO
AUTO-ESTIMA
AUTO-IMAGEM
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Sigla da instituição: PUCRS
Departamento: Faculdade de Educaç
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citação: ANTUNES, Denise Dalpiaz. Relatos significativos de professores e alunos na educação de jovens e adultos e sua auto-iamgem e auto-estima. 2007. 156 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/3773
Data de defesa: 3-Jan-2007
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
388444.pdfTexto Completo1,91 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.