Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/3737
Document type: Tese
Title: (Im)possibilidade de narrar Deus numa sociedade pós-metafísica : plausibilidade de um discurso alternativo a origem da vida
Author: Machado, Márcio Fraiberg
Advisor: Portal, Leda Lísia Franciosi
Abstract (native): A educação em nosso país tem sido tema de grande debate sobre o papel da escola na formação dos alunos. De maneira mais ampla, outra discussão tem sido realizada a respeito da origem da vida, se por acaso (Evolução ou Panspermia) ou por meiode um originador inteligente (criação ou desígnio inteligente), fazendo com que a crença num Deus seja questionada, obrigando uma nova discussão a respeito dos valores individuais. Essa pesquisa buscou refletir sobre como a Ciência vem sendo construída e interpretada pelos professores. Essa discussão tem como base a fala do professor e seu refúgio, o livro didático. Para a maioria da população brasileira, seu conteúdo será a noção norteadora de sociedade e de ciência, visto que é pequena a parcela que voltará a discuti-la nas Universidades. Optei por uma metodologia qualitativa dialético-crítica, pois numa área como a educação, a riqueza da vida humana e, sua forma de compreender o cotidiano são imprescindíveis a compreensão do fenômeno estudado. Para tanto, utilizeia Análise Textual Discursiva, ampliando a análise das falas dos professores, objeto de busca dos elementos que caracterizam sua práxis com relação ao tema proposto. Para esse estudo investiguei sete professores de Biologia, de escolas públicas e privadas de Porto Alegre com mais de mil alunos, nas quais cada professor se caracterizou quanto a forma de compreender a origem da vida e sua crença. Percebi uma hegemonia na divulgação do que venha a ser Ciência nos livros didáticos de Biologia, utilizado como regra em sala de aula e na fala dos professores, que mostraram uma confusão metodológica e, principalmente, um temor a respeito do assunto. Os livros informam um paradigma dominante que precisa ser analisado, pois a Ciência é descrita como positivista apoiada pelo método científico e rigor matemático.Há uma confusão metodológica, em que a ciência empírica, aquela que prescinde do método científico, é confundida com a ciência histórica, aquela que é baseada em evidências, mas possui a capacidade de teorizar, ampliando os horizontes da mente. Há um medo de assumir sua crença e, de ir contra ao que dita a academia, ao paradigma dominante. Assim, na análise das falas e das evidências mencionadas, percebi que há sim plausibilidade para um discurso que envolva Deus na ciência, pois há evidências que possibilitam sua teorização e mesmo, identificação no mundo natural.
Abstract (english): Education in our country has been the subject of great debate about the role of schools in the education of students. More broadly, other discussions have been held regarding the origin of life, if by "accident" (Evolution or Panspermia) or through a "smart seller" (creation or intelligent design), making belief in God be questioned, forcing a new discussion about individual values. This research sought to reflect on how science is being constructed and interpreted by teachers. This discussion is based on the teacher's speech and his refuge, the textbook. For the majority of the Brazilian population, its content will be the guiding notion of society and science, since it is a small portion that will again discuss it in universities. I chose a qualitative methodology dialectical-critical, because in an area like education, the richness of human life and their way of understanding the daily life are essential to understanding the phenomenon under study. For this, I used the Textual Analysis Discursive, extending the analysis of the speech of teachers, object search of the elements that characterize its practice with respect to the proposed theme. For this study investigated seven teachers of biology, from public and private schools in Porto Alegre with over a thousand students, in which each teacher was characterized as a way to understand the origin of life and his belief. Perceived hegemony in the disclosure of which may be in the textbooks of Science Biology, as a rule used in the classroom and teachers' speech, which showed a methodological confusion and mainly a fear about it. The books inform a dominant paradigm that needs to be analyzed, because science is described as positivist supported by the scientific method and mathematical rigor.There is a methodological confusion, in which empirical science, one that dispenses with the scientific method, is confused with the historical science, one that is based on evidence, but has the ability to theorize, broadening the horizons of the mind. There is a fear of taking their belief and to go against the dictates of academia, the dominant paradigm. Thus, the analysis of the evidence and statements mentioned, I realized that yes there plausibility to a discourse involving God in science, since there is evidence that enable its theorization and even identification in the natural world
Keywords: EDUCAÇÃO
CIÊNCIA
BIOLOGIA - ENSINO
VIDA - ORIGEM
CNPQ Knowledge Areas: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Language: por
Country: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Educaç
Program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Citation: MACHADO, Márcio Fraiberg. (Im)possibilidade de narrar Deus numa sociedade pós-metafísica : plausibilidade de um discurso alternativo a origem da vida. 2013. 124 f. Tese (Doutorado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013.
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/3737
Issue Date: 10-Jan-2013
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
446166.pdfTexto Completo922.35 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.