Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/2771
Document type: Dissertação
Title: Metas motivacionais de idosos em inclusão digital
Author: Machado, Letícia Rocha 
Advisor: Souza, Valdemarina Bidone de Azevedo e
Abstract (native): O objetivo fundamental nas oficinas de inclusão digital é que os idosos adquirem e utilizam pautas de atuação discente que os estimulem a avaliar a qualidade de suas próprias produções, para que percebam seus avanços na aprendizagem e, conseqüentemente o alcance de suas metas motivacionais do exercício da cidadania. A problemática atual em relação a este objetivo, tal como se depreendeu de investigação prévia realizada por grupo de pesquisadores das oficinas refere-se: primeiro, ao momentâneo desinteresse dos idosos em relação a atividades que constituem desafio mais complexo possivelmente por orientarem a atenção para a competição entre eles em lugar de fazê-lo para a aprendizagem; segundo, ao conhecimento insuficiente sobre as metas motivacionais que os impulsionam para a aprendizagem; e, terceiro, à produção científica sobre motivação para aprendizagem existente proceder principalmente de estudos espanhóis, não se tendo evidência sobre o que ocorre no contexto brasileiro. Existe um interesse especial no contexto brasileiro para melhorar a atenção a idosos, em razão do inquestionável envelhecimento populacional no país. Este interesse sugere a oportunidade da realização de estudos sobre a problemática citada. O interesse em investigar sobre ferramentas de comunicação e informação disponíveis na Internet utilizadas por idoso e metas motivacionais que os levaram a buscar as oficinas de inclusão digital teve como objetivo geral construir pontos de referência sobre metas motivacionais de idosos, visando contribuir para a construção do conhecimento na área da Gerontologia sobre aspectos associados à inclusão digital ainda não investigados na realidade brasileira, e como objetivos específicos: a) identificar as principais ferramentas da Internet utilizadas por idosos que freqüentam oficinas de inclusão digital; b) identificar dificuldades e facilidades encontradas na utilização destas ferramentas; c) identificar e analisar metas motivacionais que levaram idosos a procurar as oficinas de inclusão digital. O referencial teórico utilizado teve como base principalmente Papaléo Netto, Papália, Morin, Alonso Tápia, Huertas e Ardura e Palma. A metodologia utilizada foi numa abordagem qualitativa/quantitativa, descritiva e compreensivo-explicativa. Os dados foram coletados, num primeiro momento, junto a 40 idosos que participam das oficinas de inclusão digital integrantes do Projeto PotencialIdade/PUCRS, por meio de entrevista e, num segundo momento, a 14 dos 40 idosos por meio de observação participante e entrevista. Os dados quantitativos foram analisados por meio de distribuição de freqüência e percentual e os qualitativos pela análise de conteúdo de Moraes, utilizando-se o recurso metodológico da triangulação com Wittrock e Haguette. Os resultados encontrados foram: as ferramentas mais utilizadas pelos 40 idosos, que participam das oficinas de inclusão digital, foram o e-mail (99%), os sites de busca (99%), a comunicação síncrona (50%), os sites de noticiais como jornais ou rádio (30%). As principais dificuldades encontradas pelos idosos foram as relacionadas com as opções da ferramentas de e-mails (anexar, abrir anexo), utilização do mouse e a localização de ícones no monitor; As facilidades mencionadas pelos idosos foram a navegação dos sites de busca e a comunicação. As principais metas motivacionais que levaram os idosos a buscarem a inclusão digital foram: Desejo de aprender o que é relevante e útil, Necessidade de autonomia e controle pessoal (categoria Orientação para a aprendizagem) e Desejo de evitar o fracasso e a valoração negativa (categoria Orientação à evitação) e Necessidade de aceitação incondicional (categoria Orientação para a aprendizagem). Também emergiram as metas Desejo de aprender e experimentar competências (categoria Orientação para a aprendizagem), Desejo de êxito e reconhecimento público (categoria Orientação para resultado), Desejo de ser útil e ajudar aos outros (categoria Orientação para a aprendizagem), desejo de não se deixar amedrontar pelo ensinante (categoria Orientação para resultado) e Desejo de ser aceito pelos amigos e poder estar com eles (Meta cujo efeito dependem de outras variáveis) e Desejo de auto-avaliação e auto-reconhecimento incluída na categoria Orientação para si, emergência no estudo que não é contemplada pela categorização de Alonso Tápia. Não se fizeram presentes as metas motivacionais Desejo de não se deixar tomar pela pressão, Desejo de receber recompensas externas à tarefa e Desejo de obter uma qualificação aceitável (metas pertencentes à categoria Orientação para resultado). Os resultados sugerem principalmente uma maior orientação à aprendizagem, seguida da orientação à evitação ao fracasso
Keywords: IDOSOS
INCLUSÃO DIGITAL
INFORMÁTICA - ASPECTOS SOCIAIS
INTERNET - ASPECTOS SOCIAIS
CNPQ Knowledge Areas: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Instituto de Geriatria e Gerontologia
Program: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Citation: MACHADO, Letícia Rocha. Metas motivacionais de idosos em inclusão digital. 2007. 118 f. Dissertação (Mestrado em Gerontologia Biomédica) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/2771
Issue Date: 18-Apr-2007
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
397519.pdfTexto Completo1.07 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.