Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/2749
Document type: Tese
Title: Rastreamento de violência contra pessoas idosas cadastradas pela estratégia de saúde da família em João Pessoa-PB
Author: Florêncio, Márcia Virgínia Di Lorenzo 
Advisor: Grossi, Patricia Krieger
Abstract (native): O abuso contra a pessoa idosa é um importante problema que tende a aumentar com o envelhecimento populacional, porém informações sobre a extensão da violência ainda são escassas e sua prevenção e manejo requerem conhecimentos epidemiológicos. O rastreamento da violência contra a pessoa idosa, no cenário da Atenção Básica, permite traçar-lhe um mapa epidemiológico, identificar fatores de riscos locais e regionais, direcionar ações preventivas, nortear a construção de redes assistenciais, fornecer dados para construção de políticas públicas de saúde e de prevenção da violência. A presente pesquisa trata-se de um estudo transversal, prospectivo, realizado entre julho e setembro de 2012, onde se objetivou rastrear na população cadastrada pela Estratégia de Saúde da Família (Atenção Básica) em João Pessoa-PB as pessoas idosas em risco de violência, através do uso do Hawlek-Sengstock Elder Abuse Screening Test (H-S/EAST) e estabelecer sua associação com a violência de fato acontecida, através do cruzamento dos dados com o Instrumento de Avaliação de Violência e Maus-tratos Contra a Pessoa Idosa; determinar a prevalência para cada instrumento; especificar a associação entre o risco de violência e sintomas depressivos e de déficit cognitivo; identificar fatores sociodemográficos, econômicos e familiares associados. Foram entrevistadas 311 pessoas, de maioria feminina, entre 60-69 anos, com baixa escolaridade, com companheiro estável, residindo em casa própria, sendo a grande maioria de aposentados; com renda pessoal de até 01 salário mínimo, identificadas como maiores ou únicas responsáveis pela renda familiar. A maioria referiu ter alguém a quem buscar apoio (71%; p < 0,001), sendo esta pessoa um familiar (95%), com quem mantinham bom/ótimo relacionamento (89,6%; p = 0,047). A desunião na família (29,5%; p < 0,001), histórias prévias de violência na família (24,5%; p < 0,001) e sintomas depressivos (67,9%; p < 0,001), mostraram-se significativos. O déficit cognitivo foi constatado em 53,1% da amostra. A prevalência do risco de violência foi de 54,7% e da violência de fato acontecida foi de 35,4%. A regressão logística apontou que uma pessoa idosa identificada como tendo risco para a violência tem a sua chance de ser classificada como candidata à vitimização da violência multiplicada por 0,255. Os sintomas depressivos multiplicam a chance de risco para vitimização por 0,180 e a desunião familiar em 0,260, o que constitui estas variáveis como fatores de risco (OR > 1) na amostra. Como fatores protetores foram identificados: maior escolaridade, possuir alguém a quem buscar apoio. O rastreamento do risco e da violência contra a pessoa idosa é uma ação possível de ser realizada no ambiente de prática da atenção básica e pode oferecer parâmetros para a identificação precoce da situação de risco, antecipando intervenções e prevenindo agravos.
Abstract (english): Abuse of the elderly is an important problem that tends to increase with the aging world population, however, information about the extent of violence in elderly populations is still scarce and its prevention and management require epidemiological knowledge. The tracking of violence against the elderly, in the scenario of Primary Health Care, allows to draw an epidemiological map, to identify local and regional risk factors, to direct preventive actions, to guide the construction of care support networks, and to provide data to be used in the formulation of public policies of health and violence prevention. The present research is a prospective cross-sectional study, carried out between July and September 2012 , which aimed at: to track in the population registered by the Family Health Strategy ( Primary Health Care) in João Pessoa-PB the elders at violence risk, through the use of the Hawlek- Sengstock Elder Abuse Screening Test (H-S/EAST) and to establish its association with violence actually happened, by crossing data with the Assessment Instrument for Violence and Maltreatment Against the Elder; to determine the prevalence values for each instrument; to specify the association between the risk of violence and depressive symptoms and cognitive impairment; to identify social, demographic, economic and family factors associated. 311 people were interviewed, mostly women ,between 60-69 years old, with low level of education, with a steady partner, living in their own house, being the great majority of retirees; with incomes of up to 01 minimum wage, being the largest or the sole responsible for the family income. The majority reported having someone to seek support (71%, p < 0,001), this being a family member (95%), with whom they kept a good /great relationship (89.6%, p = 0.047). Disunity in the family (29.5%, p < 0,001), history of prior violence in the family (24.5%, p < 0,001) and depressive symptoms (67.9%, p < 0,001), were significant. Cognitive impairment was identified in 53.1% of the sample. Prevalence of violence risk was 54.7% and of violence actually happened was 35.4%. Logistic regression showed that an elderly person identified as having risk for violence has its chance to be classified as a candidate for victimization of violence multiplied by 0,255. Depressive symptoms when identified, multiply the chance of risk for victimization by 0,180 and family disunity by 0,260, these variables are considered as risk factors (OR>1) in the sample; whereas, higher literacy and having someone to seek support are protective factors. The tracking of risk and violence against the elderly is a possible action to be performed in the environment of practice of Primary Health Care and can provide parameters for early identification of risk, anticipating interventions and preventing injuries resulting from it.
Keywords: MEDICINA
GERONTOLOGIA
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
ENVELHECIMENTO
SAÚDE DA FAMÍLIA
CNPQ Knowledge Areas: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Instituto de Geriatria e Gerontologia
Program: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Citation: FLORÊNCIO, Márcia Virgínia Di Lorenzo. Rastreamento de violência contra pessoas idosas cadastradas pela estratégia de saúde da família em João Pessoa-PB. 2014. 137 f. Tese (Doutorado em Gerontologia Biomédica) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014.
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/2749
Issue Date: 24-Jun-2014
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
462636.pdfTexto Completo3.91 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.