Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/2715
Document type: Tese
Title: Videofluoroscopia da deglutição : características da deglutição em adultos e idosos
Author: Ferreira, Lígia Brum Motta 
Advisor: Schneider, Rodolfo Herberto
Abstract (native): Introdução: A Videofluoroscopia da Deglutição (VFD) permite avaliação do processo da deglutição, sendo importante método para caracterizar e comparar as diferentes fases da deglutição, classificar grau de disfagia, identificar presença de penetração/aspiração laringotraqueal em adultos e idosos. Objetivo: Comparar as características da deglutição de adultos e idosos que realizaram exame de VFD em dois hospitais do Sul do Brasil. Métodos: Estudo retrospectivo com indivíduos de idade maior ou igual a 18 anos submetidos à VFD em dois hospitais do Sul do Brasil, entre maio de 2010 e maio de 2012. A avaliação consistiu na análise do protocolo modificado (Furkim (1999) e ingestão de três consistências de alimento líquido (néctar), pastoso (pudim) e sólido contrastados com sulfato de bário, conforme as diretrizes da National Dysphagia Diet. Os dados foram analisados através do teste qui-quadrado de Pearson, sendo que, em caso de significância estatística, foi utilizado o teste dos resíduos ajustados. Foram significativos valores de p≤0,05. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética-PUCRS sob o número 260.501. Resultados: Foram avaliados 553 indivíduos, o mais jovem com 18 e o mais idoso com 98 anos, 358 (64,6%) eram idosos, 51,7% idosos e 64,6% adultos não apresentavam diagnóstico etiológico pré-estabelecido de disfagia. Os idosos que foram encaminhados para fazer o exame sem diagnóstico etiológico préestabelecido de disfagia apresentaram mais comprometimento em fase oral, fase faríngea e fase esofágica da deglutição quando comparados aos adultos sem diagnóstico etiológico pré-estabelecido de disfagia. Em relação à escala de severidade da disfagia e faixa etária do grupo sem diagnóstico etiológico préestabelecido de disfagia, 21,1% dos adultos apresentaram maior proporção de normalidade em relação aos idosos (7,9%). Quando categorizada a escala de severidade de disfagia em quatro grupos (esofágica, normal, dentro dos limites funcionais/disfagia discreta e disfagia moderada/intensa) para o grupo dos indivíduos sem diagnóstico etiológico pré-estabelecido de disfagia, observou-se associação significativa entre a escala de severidade de disfagia com a faixa etária (p=0,001), sendo que uma maior proporção de normalidade foi encontrada nos adultos quando comparados aos idosos (38-30,2% vs 22-12,0%) e uma maior proporção classificada como dentro dos limites funcionais e disfagia discreta encontrada nos idosos quando comparados com os adultos (117-63,6% vs 56- 44,4%). Conclusão: Os idosos apresentaram mais alteração nas características da deglutição nas três fases da deglutição e níveis mais elevados de disfagia quando comparados aos adultos. Nos indivíduos sem diagnóstico etiológico pré-estabelecido de disfagia os idosos apresentaram mais alterações nas características da deglutição, níveis mais elevados de disfagia e presença de penetração e aspiração laringotraqueal.
Abstract (english): Introduction: The videofluoroscopic swallowing exam (VFSE) allows for the evaluation of the swallowing process, and it is an important method to characterize and compare the different phases of swallowing, to classify the degree of dysphagia, and to identify laryngotracheal penetration/aspiration in adults and in the elderly. Objective: To compare the swallowing characteristics in young and elderly adults who underwent VFSE in two hospitals in southern Brazil. Methods: Retrospective study of individuals aged ≥ 18 years who underwent VFSE in two hospitals in southern Brazil, between May 2010 and May 2012. The evaluation comprised the analysis of the modified protocol (Furkim (1999) and the intake of three food consistencies, liquid, paste-like (nectar) and solid (pudding) contrasted with barium sulfate, according to the National Dysphagia Diet guidelines. Data were analyzed through Pearson s chi-square test, and in case of statistical significance, the test of adjusted residuals was used. Significance was established at p≤0.05. The study was approved by the CEP-PUCRS under number 260.501. Results: We evaluated 553 individuals, from 18 to 98 years, 358 (64,7%) elderly, 51,7% adults, and 64,6% adults who had no pre-established etiologic diagnosis for dysphagia. The elderly with or without etiologic diagnosis for dysphagia presented more involvement in the oral, pharyngeal, and esophageal phases of swallowing when compared to adults from both groups. Regarding the scale of dysphagia severity and the age range of the undiagnosed group, 21,1% of adults presented a higher proportion of normality compared to the elderly (7,9%). When the scale of dysphagia was categorized into four groups (esophageal, normal, within functional limits/ mild dysphagia, and moderate/intense dysphagia), the following facts were observed: a significant association between the dysphagia severity scale and the age range (p=0.001) for the group of individuals without etiologic diagnosis for dysphagia, a higher proportion of normality in adults when compared to the elderly (38-30.2% vs. 22-12.0%), and a higher proportion of individuals classified as within functional limits and mild dysphagia in the elderly when compared to the adults (117-63,6% vs. 56-44,4%). Conclusion: The elderly presented more changes in the characteristics and efficiency of swallowing in the three phases of swallowing and higher levels of dysphagia when compared to adults. In individuals without pre-established diagnosis for dysphagia, the elderly also presented more changes in the characteristics of swallowing, higher levels of dysphagia, and presence of penetration and laryngotracheal aspiration.
Keywords: MEDICINA
GERONTOLOGIA
IDOSOS
TRANSTORNOS DE DEGLUTIÇÃO
VIDEOFLUOROSCOPIA
CNPQ Knowledge Areas: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Instituto de Geriatria e Gerontologia
Program: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/2715
Issue Date: 29-Aug-2013
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
452760.pdfTexto Completo349.91 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.