Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/2336
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorCaon, Marcelo-
dc.creator.Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4217148Y6por
dc.contributor.advisor1Kern, Maria Lúcia Bastos-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4723356T2por
dc.date.accessioned2015-04-14T13:47:06Z-
dc.date.available2010-05-18-
dc.date.issued2010-03-30-
dc.identifier.citationCAON, Marcelo. Memória e cidade : o processo de preservação do patrimônio histórico edificado em Caxias do Sul : 1974-1994. 2010. 155 f. Dissertação (Mestrado em História) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.por
dc.identifier.urihttp://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/2336-
dc.description.resumoO presente trabalho, ao estudar a preservação do patrimônio edificado em Caxias do Sul, durante 1974 e 1994, examina os primeiros movimentos sobre o tema, bem como os respectivos debates e a influência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional nas intervenções locais. Em decorrência das alterações do projeto moderno, as cidades foram resultados das projeções do ser humano na busca da realização das suas potencialidades. Entretanto, dentro da descoberta dos limites deste projeto, os movimentos preservacionistas criaram-se, primeiramente, na busca da identificação nacional e, mais tarde, na salvaguarda da memória como fator de oposição frente à aceleração hipermoderna do último quartel do século XX. Em um primeiro momento, este trabalho dedica-se a analisar a construção da cidade e a memória diante do projeto moderno que fragmenta a confiança dos seres humanos em um futuro afortunado. Em seguida, observam-se a formação do campo preservacionista no Brasil e as políticas de tombamento, bem como sua inserção na era da indústria cultural. Por fim, particulariza-se ao caso de Caxias do Sul como um exemplo de resistência da memória frente às alterações econômicas e culturais do final do século XX potencializadas a partir do processo de globalização. Ademais, pauta a relação entre o Instituto e os intelectuais locais que estão distribuídos na administração do Museu e Arquivo Municipal e na Universidade de Caxias do Sul, demonstrando as diferentes visões de mundo que postulavam os debates sobre a preservação.por
dc.description.provenanceMade available in DSpace on 2015-04-14T13:47:06Z (GMT). No. of bitstreams: 1 423354.pdf: 19877483 bytes, checksum: e076929e13c2dd948c9dab37656fcb59 (MD5) Previous issue date: 2010-03-30eng
dc.formatapplication/pdfpor
dc.thumbnail.urlhttp://tede2.pucrs.br:80/tede2/retrieve/10356/423354.pdf.jpg*
dc.languageporpor
dc.publisherPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpor
dc.publisher.departmentFaculdade de Filosofia e Ciências Humanaspor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.initialsPUCRSpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Históriapor
dc.rightsAcesso Abertopor
dc.subjectPATRIMÔNIO HISTÓRICO - RIO GRANDE DO SULpor
dc.subjectPATRIMÔNIO PÚBLICO - BRASILpor
dc.subjectCAXIAS DO SUL (RS) - HISTÓRIApor
dc.subjectMEMÓRIA SOCIALpor
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS HUMANAS::HISTORIApor
dc.titleMemória e cidade : o processo de preservação do patrimônio histórico edificado em Caxias do Sul : 1974-1994por
dc.typeDissertaçãopor
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em História

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
423354.pdfTexto Completo19.41 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.