Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/2196
Tipo do documento: Tese
Título: Meninas, jovens e velhas : personagens tecidas na narrativa de Helena Parente Cunha
Autor: Lima, Lílian Almeida de Oliveira 
Primeiro orientador: Rocha, Noelci Fagundes da
Resumo: A tese Meninas, jovens e velhas: personagens tecidas na narrativa de Helena Parente Cunha assenta-se sobre os estudos acerca das relações entre literatura, mulher e relações de gênero. Na tese, propõe-se a analisar as personagens femininas presentes na obra ficcional da escritora brasileira Helena Parente Cunha, composta pelos seguintes títulos: Os provisórios (1980), Mulher no espelho (1983), Cem mentiras de verdade (1985), As doze cores do vermelho (1989), A casa e as casas (1996), Vento, ventania, vendaval (1998), Claras manhãs de Barra Clara (2002), Falas e falares (2011). Para responder quem são as personagens femininas parenteanas e quais os seus padrões comportamentais em meio às formatações de gênero e às ingerências das estruturas de dominação masculina, estabelece-se o diálogo com estudiosos de diferentes áreas do saber, tais como: Teresa de Lauretis e sua concepção de tecnologia de gênero ; Elaine Showalter e o seu modelo cultural de escrita das mulheres, o qual revela um duplo discurso, da voz dominante e da voz silenciada; Pierre Bourdieu e as discussões sobre a dominação masculina; entre outros. Para a análise, as personagens são agrupadas em faixas etárias que vão da infância, passando pela juventude e maturidade, atingindo a velhice, visto que os enquadramentos de gênero são disseminados desde a mais tenra idade e repercutem ao longo de toda uma vida. Para cada agrupamento etário, tem-se um capítulo, investigando as estruturas de dominação e violência simbólicas a que meninas, mulheres jovens e maduras e velhas estão submetidas, revelando não só o discurso duplo, mas também o consentimento ao poder dominante.
Abstract: The thesis Girls, young and old: characters woven into the narrative of Helena Parente Cunha is based on studies about the relationship between literature, women and gender relations. We examine the female characters present in the fictional work of Brazilian writer Helena Parente Cunha, comprising of the following titles: Os provisórios (1980), Mulher no espelho (1983), Cem mentiras de verdade (1985), As doze cores do vermelho (1989), A casa e as casas (1996), Vento, ventania, vendaval (1998), Claras manhãs de Barra Clara (2002), Falas e falares (2011). To describe these female characters and their behavioral patterns under the influence of gender formats and the structures of male domination, we dialogue with theoreticians from different areas, such as Teresa de Lauretis and her concept of the "technology of gender"; Elaine Showalter and her "cultural model of female writing", which reveals a double-bladed discourse, of the dominant and of the silenced voices. We also refer to Pierre Bourdieu s ideas and other theoretical discussions about male domination. For our analysis, the characters are grouped into age groups ranging from childhood through their youth to maturity, reaching old age, owing to the fact that gender frameworks are disseminated from an early age and reverberate throughout a lifetime. For each age group, we present a chapter investigating the structures of domination and symbolic violence that girls and young, mature and old women are submitted to, revealing not only the double discourse mentioned above, but also the consent of the women to the dominant power
Palavras-chave: LITERATURA BRASILEIRA - HISTÓRIA E CRÍTICA
MULHERES NA LITERATURA
CUNHA, HELENA PARENTE - CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO
RELAÇÕES DE GÊNERO
Área(s) do CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::LETRAS
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Sigla da instituição: PUCRS
Departamento: Faculdade de Letras
Programa: Programa de Pós-Graduação em Letras
Citação: LIMA, Lílian Almeida de Oliveira. Meninas, jovens e velhas : personagens tecidas na narrativa de Helena Parente Cunha. 2014. 224 f. Tese (Doutorado em Letras) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/2196
Data de defesa: 22-Ago-2014
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Letras

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
464724.pdfTexto Completo1,3 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.