Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1750
Tipo do documento: Dissertação
Título: Efeito do plasma rico em plaquetas e da fibrina rica em plaquetas na cicatrização de feridas cutâneas em ratos
Autor: Camargo, Fernanda Ferreira de 
Primeiro orientador: Silva, Jefferson Luis Braga da
Resumo: Objetivo: Avaliar o efeito do Plasma Rico em Plaquetas (PRP) e da Fibrina Rica em Plaquetas (PRF) na cicatrização de feridas cutâneas em ratos, comparando os tratamentos entre si e com seus respectivos grupos controle. Material e Métodos: Foram utilizados 48 ratos Wistar. Duas feridas de 1,0 cm de diâmetro, de espessura total da pele, foram excisadas do dorso dos animais e tratadas com PRP ou PRF e soro fisiológico (modelo emparelhado). As feridas foram avaliadas no pós-operatório imediato e depois de 7 e 14 dias, de forma macroscópica (fotografias) e microscópica (histologia). As fotografias forneceram medidas da área das feridas, possibilitando analisar sua contração (análise morfométrica). As imagens histológicas permitiram calcular a concentração de colágeno nas feridas (análise histomorfométrica) e as lâminas histológicas a descrever suas características. Resultados: Quanto à análise morfométrica, o efeito do tempo (P<0,001) e dos grupos (P=0,022), ao longo do período de observação, foi estatisticamente significativo. A taxa de contração das feridas tratadas com PRF foi maior do que as tratadas com PRP (P=0,030). Na análise histomorfométrica, a média da concentração de colágeno, nas imagens dos grupos experimentais, apresentou um aumento do 7º para o 14º dia, considerado significativo (P<0,001). Houve grande variação percentual na concentração de colágeno: 129% para a PRF contra 22% para o PRP, porém, sem significância estatística (P=0,380). A descrição histológica das feridas sugeriu que o grupo PRF apresentou maior aceleração do reparo quando comparado ao grupo PRP, apesar da ausência de significância estatística nas características avaliadas. Os grupos de tratamento PRP e PRF não foram estatisticamente superiores aos seus grupos controle nas variáveis estudadas. Conclusão: Os dados do presente estudo sugerem que o PRP e a PRF não apresentaram resultados mais eficazes do que o soro fisiológico na cicatrização de feridas cutâneas em ratos. No entanto, a PRF mostrou-se superior ao PRP.
Abstract: Objective: To evaluate the effect of platelet-rich plasma (PRP) and platelet-rich fibrin (PRF) on cutaneous wound healing in rats by comparing treated and control wounds. Material and Methods: Forty-eight Wistar rats were used in the study. Two wounds with 1-cm diameter, of total skin thickness, were excised from the back of the animals and treated with either PRP or PRF and saline (paired model). The wounds were evaluated immediately after the procedure and after 7 and 14 days using macroscopic (photographs) and microscopic (histology) methods. The photographs were used to measure the area of wounds in order to analyse wound contraction (morphometric analysis). The histological images permitted a count-analysis of collagen concentration (histomorphometric analysis) while the histological slides providet the description of the wounds characteristics. Results: Morphometric analysis revealed statistically significant time effect (P<0.001) and treatment group effect (P=0.022) over the observation period. The rate of wound contraction was higher in PRF-treated wounds than in PRP-treated wounds (P=0.030). In the histomorphometric analysis, mean collagen concentration, on the images of the experimental groups, increased significantly (P<0.001) from day 7 to day 14. There was wide variation in the percentage of collagen concentration: 129% in the PRF group vs. 22% in the PRP group; however, this difference did not achieve statistical significance (P=0.380). Histology of the wounds suggested a more accelerated healing process in the PRF group vs. the PRP group, despite the lack of statistical significance in the characteristics analyzed. PRP-treated and PRF-treated groups were not statistically superior to their controls in any of the studied variables. Conclusion: The present results suggest that treatment with PRP and PRF were not more effective than saline for cutaneous wound healing in rats. However, PRF proved to be superior to PRP.
Palavras-chave: MEDICINA
CICATRIZAÇÃO DE FERIDAS
PLASMAPLAQUETAS
REGENERAÇÃO TECIDUAL GUIADA
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Idioma: por
País: BR
Instituição: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Sigla da instituição: PUCRS
Departamento: Faculdade de Medicina
Programa: Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde
Citação: CAMARGO, Fernanda Ferreira de. Efeito do plasma rico em plaquetas e da fibrina rica em plaquetas na cicatrização de feridas cutâneas em ratos. 2013. 184 f. Dissertação (Mestrado em Medicina e Ciências da Saúde) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1750
Data de defesa: 8-Ago-2013
Aparece nas coleções:Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
452038.pdfTexto Completo5,79 MBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.