Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1728
Document type: Dissertação
Title: Efeito da modificação do estilo de vida sobre o escore de risco de Framingham em indivíduos com o diagnóstico de síndrome metabólica
Author: Soares, Thays Soliman 
Advisor: Bodanese, Luiz Carlos
Abstract (native): Introdução: A Síndrome Metabólica (SM) é um transtorno complexo representado por um conjunto de fatores de risco cardiovascular. A prática de exercício físico e mudança de hábitos alimentares desempenham um papel central no tratamento e prevenção desta síndrome. A adoção de um estilo de vida saudável esta fortemente relacionada à melhora da qualidade de vida e interfere de forma positiva no controle dos fatores de risco cardiovascular. Para auxiliar na avaliação do risco de indivíduos sofrerem eventos clínicos cardiovasculares em geral, o Framingham Heart Study (FHS) recentemente, publicou um algoritmo de fator de risco multivariado para avaliar o risco geral de doenças cardiovasculares (DCV). Objetivo: Avaliar o efeito da modificação do estilo de vida sobre o escore de risco de Framingham em indivíduos com o diagnóstico de síndrome metabólica. Método: Ensaio clínico randomizado, controlado, cegado. Os voluntários foram alocados aleatoriamente em quatro grupos: intervenção nutricional + placebo (IN), intervenção nutricional + suplementação de ácidos graxos ômega-3 (3g/dia de óleo de peixe) (INS3), intervenção nutricional + atividade física + placebo (INE) e intervenção nutricional + atividade física + suplementação de ácidos graxos ômega-3 (INES3). Para o cálculo do escore de risco General Cardiovascular Risk Profile (GCRP) e verificação dos critérios de SM foram coletados peso, circunferência abdominal, pressão arterial, perfil lipídico (CT, HDL-c,TG), glicose, insulina, tabagismo e idade. Resultados: Participaram do estudo 70 indivíduos. Na avaliação do escore, entre situação pré e pós intervenção obteve-se valor significativo (p<0,001). Obteve-se uma redução para risco intermediário em 25,7% dos indivíduos. Após a intervenção, observou-se uma redução significativa (p<0,01) da idade cardiovascular, sendo esta mais expressiva nos grupos IN (5,2%) e INE (5,3%). Analisando os fatores de risco individualmente, observou-se que o efeito tempo foi significativo (p<0,05) para todos os fatores. Conclusão: A mudança de estilo de vida apresentou resultados positivos no tratamento da SM. Todos os grupos se portaram de forma similar as intervenções propostas sem diferirem entre si, obtendo uma redução do escore de risco.
Abstract (english): Introduction: Metabolic syndrome (MS) is a complex disorder represented by a set of cardiovascular risk factors. The physical exercise and changing eating habits play a central role in the treatment and prevention of this syndrome. Adopting a healthy lifestyle is strongly related to improved life quality and interfere positively in the control of cardiovascular risk factors. To assist the risk of individuals suffering general cardiovascular clinical events, the Framingham Heart Study (FHS) recently published an multivariate algorithm for risk factor to assess the overall risk of cardiovascular disease (CVD). Objective: Evaluate the effect of lifestyle modification on the Framingham risk score in subjects diagnosed with metabolic syndrome. Methods: Randomized clinical trial controlled blind. The volunteers were randomly divided into four groups: dietary intervention + placebo (IN), nutritional intervention + supplementation of omega-3 (fish oil 3g/day) (INS3), nutritional intervention + placebo + physical activity (INE) nutritional intervention and physical activity + + supplementation of omega-3 (INES3). Weight, waist circumference, blood pressure, lipid profile (TC, HDL-C, TG), glucose, insulin, smoking and age were collected to calculate the risk score, General Cardiovascular Risk Profile (GCRP), and check criteria for SM. Results: The study included 70 subjects. In the evaluation scores between the pre and post intervention yielded significant value (p <0.001). There was obtained a reduction to intermediate risk in 25.7% of cases. After intervention, there was a significant reduction (p <0.01) the "cardiovascular age", this being more significant in groups IN (5.2%) and INE (5.3%). Analyzing the risk factors individually, it was observed that while the effect was significant (p <0.05) for all factors. Conclusion: The change in lifestyle showed positive results in the treatment of MS. All groups behaved similarly proposed interventions without statistical difference, obtaining a reduction in the risk score.
Keywords: MEDICINA
SÍNDROME METABÓLICA
CARDIOLOGIA
CNPQ Knowledge Areas: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Medicina
Program: Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde
Citation: SOARES, Thays Soliman. Efeito da modificação do estilo de vida sobre o escore de risco de Framingham em indivíduos com o diagnóstico de síndrome metabólica. 2013. 89 f. Dissertação (Mestrado em Medicina e Ciências da Saúde) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013.
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1728
Issue Date: 25-Mar-2013
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
449038.pdfTexto Completo696.38 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.