Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1623
Document type: Dissertação
Title: Transplante de células mononucleares da medula óssea em um modelo experimental de lesão da medula espinhal
Author: Kaminski, Elisa Lettnin 
Advisor: Costa, Jaderson Costa da
Abstract (native): O Trauma-raquimedular (TRM) é uma patologia que afeta drasticamente a qualidade de vida dos pacientes acometidos, possui uma alta incidência e ocasiona um alto custo para o governo e a sociedade. Os tratamentos existentes para o TRM são apenas de cunho paliativo, não sendo capazes de reverter o dano neurológico ocasionado pelo trauma. Em função disso, é necessário investigar novas terapias que busquem soluções mais efetivas para esses casos. Os estudos com célulastronco de medula óssea (CTMO) têm demonstrado resultados animadores, mas ainda não definitivos para aplicação clínica; assim, a ampliação dos estudos préclínicos é indispensável. Para que uma pesquisa se concretize é preciso estabelecer de um modelo de lesão in vivo, desta forma nosso primeiro passo foi este, em seguida, buscamos, não somente, comparar o transplante de células mononucleadas da medula óssea (CMMO) com controle de veículo, como também, analisar o uso de duas vias de administração celular diferentes com janelas de tempo de transplante também distintas. A identificação da melhor via de administração para células-tronco e o tempo em que estas devem ser aplicadas também é fundamental para a prática clínica. Nossos grupos experimentais de estudo estão divididos entre vias de administração diferentes (intraparenquimatosa e subaracnóidea), com tempos de transplante de 48hs para via intraparenquimatosa ou direta, e 48hs e 9 dias para subaracnóidea ou punção lombar, bem como, dividem-se em tratados com CMMO, e seu controle de veículo (solução salina). Os animais foram avaliados quanto à função motora, através da escala de BBB, quanto à presença de CMMO na lesão, por meio de PCR, e quanto ao tamanho de lesão, através de técnica histológica. Nossos resultados demonstraram uma melhora da função motora no grupo tratado com 2 transplantes de CMMO pela via subaracnóidea e que estas células podem migrar para a lesão quando transplantadas por esta mesma via. A análise histológica revelou que o tamanho de lesão no grupo tratado com CMMO pela via direta era significativamente maior do que no grupo tratado com CMMO por punção lombar
Keywords: NEUROCIÊNCIA
TRANSPLANTE DE CÉLULAS-TRONCO
TRAUMATISMOS DA MEDULA ESPINAL
RATOS - EXPERIÊNCIAS
CNPQ Knowledge Areas: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Medicina
Program: Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde
Citation: KAMINSKI, Elisa Lettnin. Transplante de células mononucleares da medula óssea em um modelo experimental de lesão da medula espinhal. 2011. 97 f. Dissertação (Mestrado em Medicina e Ciências da Saúde) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011.
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1623
Issue Date: 16-Apr-2011
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
431009.pdfTexto Completo4.16 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.