Export this record: EndNote BibTex

Please use this identifier to cite or link to this item: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1551
Document type: Dissertação
Title: Avaliação dos efeitos da carga tabágica sobre a circulação materno-fetal
Author: Machado, Julia de Barros 
Advisor: Chatkin, José Miguel
Abstract (native): Introdução: Evidências de toxicidade da nicotina sobre o desenvolvimento fetal são amplamente documentadas na literatura. Um dos mecanismos envolvidos na toxicidade resulta do comprometimento da vascularização placentária. Os trabalhos, geralmente, quantificam o tabagismo em relação ao número de cigarros fumados referidos pelas pacientes, informações nem sempre verdadeiras. As medidas bioquímicas mais utilizadas para validar a auto-declaração são as concentrações de monóxido de carbono no ar exalado (COex) e a da cotinina salivar, plasmática ou urinária. A dopplervelocimetria é um método que propicia o estudo hemodinâmico materno e fetal através da estimativa de fluxo nas artérias uterinas, umbilicais e cerebrais médias fetais, utilizando as relações entre as velocidades de fluxo sistólico e diastólico. O objetivo deste trabalho é estudar os efeitos do tabagismo sobre a circulação materno-fetal através da medida dos fluxos nas artérias uterinas, cerebral média e umbilical e peso fetal ao nascer, relacionando os valores encontrados com as medidas de COex e cotinina urinária. Método: Estudo coorte prospectiva. Foram recrutadas pelo pesquisador, após assinatura de termo de consentimento livre e esclarecido, 30 gestantes tabagistas e 34 não tabagistas, no terceiro trimestre da gestação, do Ambulatório de Assistência Pré-natal de baixo risco do Serviço de Obstetrícia do HSL-PUCRS. Foi realizada ecografia para avaliar o índice de resistência das artérias uterinas, umbilical e cerebral média; medida de CO exalado e cotinina urinária. Essas pacientes foram acompanhadas até o parto, para avaliar o peso fetal ao nascer. As pacientes tabagistas foram divididas em grupos com valores crescentes de COex e cotinina urinária para avaliar os efeitos sobre os índices de resistência vascular. Resultados: Ao comparar os grupos, sem estratificar a carga tabágica, observou-se aumento significativo dos índices de resistência nas artérias uterinas direita, esquerda e na umbilical. O índice de resistência da artéria cerebral média mostrou tendência à diminuição. Ao classificar conforme os valores do COex, foi observado aumento significativo nos índices de resistência nas artérias uterinas direita, esquerda e na umbilical associado à diminuição na artéria cerebral média. Detectou-se diminuição significativa no percentil do peso fetal ao nascimento, associado ao aumento do COex. Quando o grupo tabagista foi separado quanto aos valores crescentes de cotinina urinária, os resultados foram similares, exceto na artéria uterina direita. A artéria cerebral média evidenciou tendência à diminuição significativa dos índices de resistência associado ao aumento da cotinina na regressão linear, porém não manteve a significância quando foi corrigido para os possíveis fatores de confusão. Verificouse também uma diminuição proporcional do percentil do peso fetal ao nascimento com o aumento dos valores da cotinina urinária, estatisticamente significativo. Conclusão: Neste estudo, detectou-se, por dopplervelocimetria das artérias uterinas, umbilical e cerebral média, alterações compatíveis com hipóxia crônica associada a possíveis mecanismos de compensação fetal para manter sua homeostase e consequente diminuição do peso fetal ao nascer, crescentes em relação às medidas de COex e cotinina urinária.
Keywords: MEDICINA
CLÍNICA MÉDICA
OBSTETRÍCIA
GESTAÇÃO
TABAGISMO
PLACENTA
CNPQ Knowledge Areas: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA
Language: por
Country: BR
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Institution Acronym: PUCRS
Department: Faculdade de Medicina
Program: Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde
Citation: MACHADO, Julia de Barros. Avaliação dos efeitos da carga tabágica sobre a circulação materno-fetal. 2010. 78 f. Dissertação (Mestrado em Medicina e Ciências da Saúde) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.
Access type: Acesso Aberto
URI: http://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/1551
Issue Date: 21-Jan-2010
Appears in Collections:Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
422341.pdfTexto Completo569.9 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.